Crítica: 35 Doses de Rum

Um encantamento técnico

Sexo, quiabo e manteiga com…

A opinião É necessário um prévio conhecimento sobre a cultura da África. O filme é sobre personagens da cultura desse país. Há uma solidariedade africana, inclusive na forma de se fazer cinema. Versa, de forma teatral e exagerada, sobre pessoas.…

Pílula-Crítica: 27 Cenas sobre Jorgen…

O tempo de se comer um hambúrguer

Crítica: Águas Turvas

Ficha Técnica Direção: Erik Poppe Roteiro: Harald Rosenløw Eeg Elenco: Pål Sverre Valheim Hagen, Ellen Dorrit Petersen, Trine Dyrholm, Trond Espen Seim Fotografia: John Christian Rosenlund Montagem: Einar Egeland Música: Johan Söderqvist País: Noruega Ano: 2008 Por Fabricio Duque O…

Zion e seu Irmão

A opinião Metafora do crescimento. O irmão mais velho, endurecido e revoltado, ensinando ao mais novo como crescer, de um jeito pessoal e do que acha certo. As idéias de ser de um são repassadas ao outro. O amor deles…

Lake Tahoe

A opinião A narrativa possui o seu próprio tempo. o estilo do lugar precisa ser aceito. A camera quer ajudar, mas não pode. Mostra personagens resignados da vida do local. Sabendo que não acontece nada, independente do que se faça,…

Hotel Atlântico

A opinião “Abra o coração” foi a primeira coisa que a ator Julio Andrade disse a mim. “Cinema não se faz sozinho”, disse a diretora para uma platéia lotada no cinema Odeon. O filme começa com a música conduzindo o…

Olhos Azuis

A opinião O filme não é linear. Há três histórias sendo contadas em tempos diferentes. A linguagem é internacional mostrando várias culturas. A camera é independente. Algumas ações, atuações e diálogos são inocentes, quase infantis. Versa sobre preconceitos e sobre…

Crítica: Viajo Porque Preciso, Volto…

Epifania sensorial, projetada e experimentada

Crítica: A Pensão dos Caranguejos

Uma interessante experimentação sobre um jovem Punk de 17 anos que é expulso de casa pela mãe

A Falta Que Nos Move

A opinião Não se sabe se é ficção ou não. Exemplo de metalinguagem. Os atores interferindo nos personagens e vice versa, projetando carências e inseguranças. O filme ora soa pretensioso, ora genial, ora superficial, ora cult. Os diálogos, também não…

Tiro na Cabeça

A opinião O filme é experimental. Não há diálogos (mais de setenta e cinco minutos). Apenas dois ou três no final. Mas não é mudo. Há movimentos e barulhos de ambientação. Narrativa descritiva de momentos, respeitando o tempo de cada…