Fabricio Duque

Fabricio Duque

Crítico | Editor Geral

Um jornalista apaixonado por cinema que resolveu criar um espaço com o objetivo de mostrar subjetividades a quem também é louco por filmes. Um crítico que sempre busca o melhor do cinema e assim tenta semear no mundo um pensamento mais questionador. Um completo extra-terrestre. Um chato fofo e um vertenteiro inveterado. Um nostálgico que ama 35mm e que acredita na pureza do som do LP. Que se encanta com o novo e que com psicanálise e filosofia tenta traduzir os meandros da alma humana.

Melhor filme da vida:
2001 - Uma Odisseia no Espaço

Melhor trilha sonora da vida:
"2001 - Uma Odisseia no Espaço"

Vitor Velloso

Vitor Velloso

Crítico

Um ser que procura sinceridade e uma fagulha de vida que me foi proporcionada por alguns filmes ao longo da minha vida. Fagulha esta que busco criar nas pessoas que me leem e assistem. Estou a procura do sentido da vida. Alguns me falaram que é um tal de Cinema. Não sei se faz bem ou faz mal. Prometo um dia ser uma pessoa melhor, mas hoje sou crítico de cinema e faço de meus textos um palco para a realidade nacional, na medida do possível. Ou até onde a sanidade permitir. De Kinema Brazyleiro. E sempre com a misancene de Glauber Rocha.

Melhor filme da vida:
A Idade da Terra

Melhor trilha sonora da vida:
"A Noite do Espantalho"

João Lanari Bo

João Lanari Bo

Crítico

Frequentador da cinemateca do MAM quando era no...terceiro andar do Museu, absorveu o que pôde das cópias que de alguma maneira resistiam, sob o olhar do Cosme. Super 8 e 16 mm eram as bitolas de produção, e cineclubismo, a primeira opção. Veio o videocassete, o DVD e o digital, abrindo a possibilidade de uma cinemateca imaginária, uma totalidade que nunca acaba. Godard e Glauber, ao lado de Orson, balizaram a caminhada, entre tantos outros. Nesse meio tempo surgiu a prática pedagógica na Unb, uma extensão do cineclubismo.

Melhor filme da vida:
F For Fake: Verdades e Mentiras

Melhor trilha sonora da vida:
"O Anjo Nasceu"

Posts