Fabricio Duque

Fabricio Duque

Crítico | Editor Geral

Um jornalista apaixonado por cinema que resolveu criar um espaço com o objetivo de mostrar subjetividades a quem também é louco por filmes. Um crítico que sempre busca o melhor do cinema e assim tenta semear no mundo um pensamento mais questionador. É um completo extra-terrestre. Um chato fofo e um vertenteiro inveterado. Um nostálgico que ama 35mm e que acredita na pureza do som do LP. Que se encanta com o novo e que com psicanálise e filosofia tenta traduzir os meandros da alma humana.

Melhor filme da vida:
2001 - Uma Odisseia no Espaço

Melhor trilha sonora da vida:
"2001 - Uma Odisseia no Espaço"

Vitor Velloso

Vitor Velloso

Crítico

Buscando sinceridade e uma fagulha de vida que me foi proporcionado por alguns filmes ao longo da minha vida. Fagulha esta que busco criar nas pessoas que me leem e assistem. Estou a procura do sentido da vida, me falaram que é um tal de Cinema. Não sei se faz bem ou faz mal. Prometo um dia ser uma pessoa melhor, mas hoje sou crítico de cinema e faço de meus textos um palco para a realidade nacional, na medida do possível. Ou até onde a sanidade permitir. De Kinema Brazyleiro.

Melhor filme da vida:
A Idade da Terra

Melhor trilha sonora da vida:
"A Noite do Espantalho"

Julhia Quadros

Julhia Quadros

Crítica

Com experiências prévias com Dança e Poesia, tendo alguns poemas publicados em antologias, Julhia Quadros é cineasta, pesquisadora, preservadora e crítica de Cinema e busca, com seus textos trazer um olhar próprio e diferenciado para os filmes. Formada em Cinema pela UFF, acredita que assistir e discutir filmes amplia a visão de mundo de quem o faz e busca, assim, criar um registro de impressões e textos sobre as obras produzidas. E também fiz a revisão das cópias em película da mostra "Truffaut - Uma Semana de Cinefilia", que aconteceu no MAM-Rio.

Melhor trilha sonora da vida:
Alô, Alô Carnaval