Anuncio zazie

Tudo sobre os Vencedores do Oscar 2022

Oscar 2022

Tudo sobre os Vencedores do Oscar 2022

“No Ritmo do Coração” vence Melhor Filme e Jane Campion ganha Melhor Direção por “Ataque dos Cães” na premiação mais famosa do mundo

Por Fabricio Duque

O Oscar 2022 chega a sua edição 94. A estatueta dourada é veterana na arte cinematográfica. E sobrevivente ao COVID e sem problemas de memória. O evento no Estação Net Rio, que transmite a cerimônia, além de realizar Quiz com perguntas sobre o Oscar, representa a volta. A ressocialização. Permitindo que cinéfilos (ah quem diga que não são cinéfilos, porque o Oscar é mais embalagem – ah os haters, nós os adoramos) troquem farpas fofa e cúmplices. Não há nada melhor que brigar por aquilo que se ama. E um Bolão de apostas que fechou a 1060 reais. Cinefilia com retorno financeiro. Sopa no mel. Sem Ataque-poder de nenhum cão.

A novidade do Oscar 2022 é que algumas categorias já serão anunciadas durante o tapete vermelha, o que gerou desconforto por parte dos profissionais. Compreensível né?

“Assistir ao Oscar no Estação é assistir ao mais importante prêmio da indústria cinematográfica no cinema mais importante do Rio de Janeiro”, disse a crítica repórter Janda Montenegro.

“Sentir a emoção do público vibrando ou vaiando (a cada “And Oscar Goes To”) é insubstituível”, disse Hsu Chien.

Leia também:

Tudo sobre os Indicados ao Oscar 2022 e nossas análises críticas

O lado sem coração das premiações de cinema

O Oscar é uma boa influência?

E a cerimônia começa. Com performance de Beyoncé. E as três “rainhas comediantes” hosts Regina Hall, Amy Schumer e Wanda Sykes. “Onde os cinéfilos se juntam para ver TV”. E “somos mais baratas que contratar um macho só”. Críticas ao Globo de Ouro e a não presença de negros e sobre a masculinidade tóxica. Cadê o musical Rent e comédia romântica com Samuel L. Jackson. Teremos uma noite gay, gay, gay.

Josh Brolin, Jacob Elordi, Jake Gyllenhaal, Jason Momoa, Jill Scott, J.K. Simmons, Serena Williams, Venus Williams, Rachel Zegler, Stephanie Beatriz, DJ Khaled, Jennifer Garner, H.E.R., Tiffany Haddish, Tony Hawk, Bill Murray, Elliot Page, Kelly Slater, Shaun White, Halle Bailey, Sean “Diddy” Combs, Jamie Lee Curtis, Woody Harrelson, Samuel L. Jackson, Shawn Mendes, Tyler Perry, Tracee Ellis Ross, Daniel Kaluuya, Mila Kunis, Lupita Nyong’o, Naomi Scott, Wesley Snipes, John Travolta, Ruth E. Carter, Anthony Hopkins, Lily James, John Leguizamo, Simu Liu, Rami Malek, Uma Thurman, Kevin Costner, Zoë Kravitz, Lady Gaga, Rosie Perez, Chris Rock e Yuh-Jung Youn também apresentaram prêmios.

E a “noite dos amantes” sobre Jake Gyllenhaal. Todos os meus heróis estão aqui. Estou intimidada. Disse Amy Schumer. Wanda Sykes faz um teste na cena.

Homenagem a James Bond, com um clip com cenas de filmes e os diferentes atores para comemorar os 60 anos. Encontro “propaganda” ao Museu do Oscar em Los Angeles. E outra homenagem aos 50 anos de “O Poderoso Chefão”. Al Pacino, Robert DeNiro e Francis Ford Coppola no palco, juntos. Aqui, todos se levantaram e aplaudiram. Arrepiante. “Foi Mario Puzzo que começou tudo e viva a Ucrânia”.

Na Globoplay, um dos apresentadores Fabio Porchat lança a seguinte máxima sobre o ator surdo no discurso: “E a Academia não pode nem abaixar o som, né?”, alguns aqui no evento já disseram: “Ih, olha a política do cancelamento”. O diretor de “Drive My Car” agradece a todos em japonês e Porchat de novo: “Família San tá em peso”.

A torcida brasileira também lutava que o filme indicado a Melhor Curta-metragem de Documetário, “Onde Eu Moro“, da dupla Pedro Kos e Jon Shenk, vencesse. Mas não foi desta vez!

E a atriz Mila Kunis, ucraniana, anuncia a própria canção a ser apresentada.

Sobre a questão da Ucrânia no Oscar 2022, o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky foi desconvidado há 6 dias da cerimônia. “Recentemente, eventos globais deixaram muitos de nós estripados”, disse Kunis em sua introdução. “No entanto, quando você testemunha a força e a dignidade daqueles que enfrentam tanta devastação, é impossível não se emocionar com sua resiliência. Não se pode deixar de estar em todos aqueles que encontram forças para continuar lutando em uma escuridão inimaginável.”

Gostaríamos de um momento de silêncio para mostrar apoio ao povo da Ucrânia, atualmente enfrentando invasão, conflito e preconceito dentro de suas próprias fronteiras”, diziam os cartões. “Embora o filme seja um caminho importante para expressarmos a humanidade em tempos de conflito, a realidade é que milhões de famílias na Ucrânia precisam de comida, assistência médica, água potável e serviços de emergência. Os recursos são escassos e nós – coletivamente como uma comunidade global – podemos fazer mais. Pedimos que você apoie a Ucrânia de qualquer maneira que puder. #StandWithUkraine”

Porchat sobre Judi Dench, “Quem não tem dente, tem que ri para baixo e não para cima”.

E teve climão da piada de Chris Rock com Will Smith (com soco e tudo no palco ao vivo) sobre uma referência da esposa de Will com o filme “G.I. Jane”, de Ridley Scott, que ficou com muita raiva, que gritou “não quero o nome da minha mulher em sua boca”.

Sobre “Flee”, “menores não vejam, é muito bom, mas tem cenas gráficas de violência”. “Para que a Lua se você pode passar uma noite no Harlem.

Outra brincadeira. os três de “Pulp Fiction – Tempo de Violência”, de Quentin Tarantino, Samuel L. Jackson, John Travolta e Uma Thurman  abriram a mala e o que tinha era Melhor Ator. E quando Andrew Garfield aparece, todas as meninas gritam muito, bem à moda Beatles. Kristen Stewart também. Ah, a Geração Nutella. E Jessica Chastain ao ganhar por “Os Olhos de Tammy Faye” como Melhor Atriz foi vaiada aqui no evento. Vocês concordam?

E para encerrar, o público nunca gritou tanto com a vitória de “No Ritmo do Coração” como Melhor Filme.

The Power of the Dog

Melhor Filme

Belfast” (cinemas)
Ataque dos Cães” (Netflix)
King Richard: Criando Campeãs” (HBO Max, Now, Oi Play, Apple iTunes, YouTube, Microsoft Store, Prime Video)
Licorice Pizza” (cinemas)
Duna” (HBO Max, Now, Apple iTunes, YouTube, Microsoft Store, Prime Video e cinemas)
No Ritmo do Coração” (Prime Video, YouTube, Apple iTunes) – VENCEDOR
Não Olhe Para Cima” (Netflix)
Amor, Sublime Amor” (Disney+)
Drive My Car” (cinemas)
O Beco do Pesadelo” (Star+)


Melhor Direção

Jane Campion, por “Ataque dos Cães” (Netflix) – VENCEDOR
Kenneth Branagh, por “Belfast” (cinemas)
Paul Thomas Anderson, por “Licorice Pizza” (cinemas)
Ryûsuke Hamaguchi, por “Drive My Car” (cinemas)
Steven Spielberg, por “Amor, Sublime Amor” (Disney+)


Melhor Ator

Will Smith, por “King Richard: Criando Campeãs” (HBO Max, Now, Oi Play, Prime Video, YouTube, Microsoft Store, Prime Video) – VENCEDOR “Fazer esse filme foi proteger as personagens, recebi um chamado para amar as pessoas e para ser um rio para meu povo, eu sei que para fazer o que a gente faz, temos que aceitar desrespeitos e xingamentos, mas não abaixe a cabeça, tome cuidado porque é aí que o diabo ataca, eu quero ser um receptáculo de amor e trazer luz a todas as pessoas e todo o elenco, mas o amor faz que a gente faça coisas loucas”, disse Will às lágrimas.
Benedict Cumberbatch, por “Ataque dos Cães” (Netflix)
Andrew Garfield, por “Tick, Tick… Boom!” (Netflix)
Denzel Washington, por “A Tragédia de Macbeth” (Apple TV Plus)
Javier Bardem, por “Apresentando os Ricardos” (Prime Video)


Melhor Atriz

Nicole Kidman, por “Apresentando os Ricardos” (Prime Video)
Jessica Chastain, por “Os Olhos de Tammy Faye” (sem previsão de estreia) – VENCEDOR
Olivia Colman, por “A Filha Perdida” (Netflix)
Penélope Cruz, por “Mães Paralelas” (cinemas e Netflix)
Kristen Stewart, por “Spencer


Melhor Ator Coadjuvante

Kodi Smit-McPhee, por “Ataque dos Cães” (Netflix)
Troy Kotsur, por “No Ritmo do Coração” (Prime Video, YouTube, Apple iTunes) – VENCEDOR “Agradeço a todos os palcos que me permitiram exercer minha arte por causa de meu deficit auditivo”
Ciarán Hinds, por “Belfast” (cinemas)
J.K. Simmons, por “Apresentando os Ricardos” (Prime Video)
Jesse Plemons, por “Ataque dos Cães” (Netflix)


Melhor Atriz Coadjuvante

Ariana DeBose, por “Amor, Sublime Amor” (Disney+) – VENCEDOR “Foi o verão da minha vida, há um lugar para a gente”
Kirsten Dunst, por “Ataque dos Cães” (Netflix)
Aunjanue Ellis, por “King Richard: Criando Campeãs” (HBO Max, Now, Oi Play, Apple iTunes, YouTube, Microsoft Store, Prime Video)
Judi Dench, por “Belfast” (cinemas)
Jessie Buckley, por “A Filha Perdida” (Netflix)


Melhor Roteiro Adaptado

Jane Campion, por “Ataque dos Cães” (Netflix)
Sian Heder, por “No Ritmo do Coração” (Prime Video, YouTube, Apple iTunes) – VENCEDOR
Maggie Gyllenhaal, por “A Filha Perdida” (Netflix)
Ryûsuke Hamaguchi, Takamasa Oe, por “Drive My Car” (cinemas)
Jon Spaihts, Denis Villeneuve, Eric Roth, por “Duna” (HBO Max, Now, Apple iTunes, YouTube, Microsoft Store, Prime Video e cinemas)


Melhor Roteiro Original

Kenneth Branagh, por “Belfast” (cinemas) – VENCEDOR
Adam McKay, por “Não Olhe Para Cima” (Netflix)
Paul Thomas Anderson, por “Licorice Pizza” (cinemas)
Zach Baylin, por “King Richard: Criando Campeãs” (HBO Max, Now, Oi Play, Apple iTunes, YouTube, Microsoft Store, Prime Video)
Eskil Vogt e Joachim Trier, por “A Pior Pessoa do Mundo” (cinemas)


Melhor Animação

Encanto” (Disney+) – VENCEDOR
“Os Mitchell contra as Máquinas” (Netflix, YouTube, Claro Video, Microsoft Store, Apple iTunes)
Flee – A Fuga
Luca” (Disney+)
“Raya e o Último Dragão” (Disney+)


Melhor Filme Estrangeiro

Drive My Car” (cinemas) – VENCEDOR 
Flee – A Fuga” (sem previsão de estreia)
A Pior Pessoa do Mundo” (estreia nos cinemas em 24/3)
A Mão de Deus” (Netflix)
A Felicidade das Pequenas Coisas” (Belas Artes a La Carte)


Melhor Documentário

Summer of Soul (…ou, Quando a Revolução Não Pôde Ser Televisionada)” – VENCEDOR
Flee – A Fuga
“Ascension” (Paramount+)
Attica
Writing with Fire” (Now, Apple iTunes, YouTube, Prime Video)


Melhor Fotografia

Duna” (HBO Max, Now, Apple iTunes, YouTube, Microsoft Store, Prime Video e cinemas) — Greig Fraser – VENCEDOR
O Beco do Pesadelo” (Star+) — Dan Laustsen
Ataque dos Cães” (Netflix) — Ari Wegner
A Tragédia de Macbeth” (Apple TV Plus) — Bruno Delbonnel
Amor, Sublime Amor” (Disney+) — Janusz Kaminski


Melhor Design de Produção

Duna” (HBO Max, Now, Apple iTunes, YouTube, Microsoft Store, Prime Video e cinemas) — Patrice Vermette (designer de produção), Zsuzsanna Sipos (decoradora de set) – VENCEDOR
O Beco do Pesadelo” (Star+) — Tamara Deverell (designer de produção), Shane Vieau (decorador de set)
A Tragédia de Macbeth” (Apple TV Plus) — Stefan Dechant (designer de produção), Nancy Haigh (decoradora de set)
Amor, Sublime Amor” (Disney+) — Adam Stockhausen (designer de produção), Rena DeAngelo (decoradora de set)
O Ataque dos Cães” (Netflix)


Melhor Montagem

Não Olhe Para Cima” (Netflix) — Hank Corwin
Duna” (HBO Max, Now, Apple iTunes, YouTube, Microsoft Store, Prime Video e cinemas) — Joe Walker – VENCEDOR
Ataque dos Cães” (Netflix) — Peter Sciberras
King Richard: Criando Campeãs” (HBO Max, Now, Oi Play, Apple iTunes, YouTube, Microsoft Store, Prime Video) — Pamela Martin
Tick, Tick… Boom!” (Netflix) — Andrew Weisblum e Myron Kerstein


Melhor Figurino

Cruella” (Disney+), de Jenny Beavan – VENCEDOR
Duna” (HBO Max, Now, Apple iTunes, YouTube, Microsoft Store, Prime Video e cinemas), de Jacqueline West e Robert Morgan
O Beco do Pesadelo” (Star+), de Luis Sequeira
Amor, Sublime Amor” (Disney+), de Paul Tazewell
“Cyrano” (nos cinemas em 31/3), de Massimo Cantini Parrini e Jacqueline Durran


Melhor Maquiagem e Cabelo

Cruella” (Disney+), de Nadia Stacey, Carolyn Cousins
Duna” (HBO Max, Now, Apple iTunes, YouTube, Microsoft Store, Prime Video e cinemas), de Donald Mowat, Love Larson, Eva von Bahr
Os Olhos de Tammy Faye“, de Linda Dowds, Stephanie Ingram, Justin Raleigh – VENCEDOR
Casa Gucci” (Now, Apple iTunes, YouTube, Microsoft Store, Prime Video), de Jana Carboni, Giuliano Mariano, Göran Lundström
“O Príncipe Volta a Nova York” (Prime Video), de Michael Marino, Stacey Morris e Carla Farmer


Melhor Trilha Sonora

Não Olhe Para Cima” (Netflix), por Nicholas Britell
Duna” (HBO Max, Now, Apple iTunes, YouTube, Microsoft Store, Prime Video e cinemas), por Hans Zimmer – VENCEDOR
Encanto” (Disney+), por Germaine Franco
Ataque dos Cães” (Netflix), por Jonny Greenwood
Mães Paralelas” (cinemas e Netflix), por Alberto Iglesias


Melhor Canção

“Dos Oruguitas” em “Encanto” (Disney+)
“Somehow You Do” em “Quatro Dias a Teu Lado” (Now, YouTube, Claro Video, Apple iTunes)
“Be Alive” em “King Richard: Criando Campeãs” (HBO Max, Now, Oi Play, Apple iTunes, YouTube, Microsoft Store, Prime Video) – apresentado por Beyoncé
007: Sem Tempo Para Morrer” — “007: Sem Tempo Para Morrer” (Now, Apple iTunes, YouTube, Microsoft Store) – VENCEDOR
“Down To Joy” em “Belfast” (cinemas)


Melhor Som

Duna” (HBO Max, Now, Apple iTunes, YouTube, Microsoft Store, Prime Video e cinemas) – VENCEDOR
“007: Sem Tempo Para Morrer” (Now, Apple iTunes, YouTube, Microsoft Store)
Ataque dos Cães” (Netflix)
Amor, Sublime Amor” (Disney+)
Belfast” (cinemas)


Melhores Efeitos Visuais

Duna” (HBO Max, Now, Apple iTunes, YouTube, Microsoft Store, Prime Video e cinemas) – VENCEDOR
“Free Guy” (Star+)
“Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis” (Disney+)
“Homem-Aranha: Sem Volta para Casa” (cinemas, Now, YouTube, Microsoft Store, Apple iTunes, Prime Video)
“007: Sem Tempo Para Morrer” (Now, Apple iTunes, YouTube, Microsoft Store)


Melhor Animação Curta-Metragem

“Affairs of the Art”
“A Sabiá Sabiazinha” (Netflix)
The Windshield Wiper” – VENCEDOR
“Bestia”
“Boxballet”


Melhor Curta-Metragem

The Long Goodbye” – VENCEDOR
“Ala Kachuu – Take and Run”
“The Dress”
“On My Mind”
“Please Hold”


Melhor Documentário Curta-Metragem

The Queen of Basketball” (YouTube) – VENCEDOR
“Three Songs for Benazir” (Netflix)
“When We Were Bullies”
“Audible” (Netflix)
“Onde eu moro” (Netflix)

Banner Vertentes Anuncio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.