Crítica: The Ballad Of Buster…

[Netflix] Onde os fracos não têm vez

Crítica: Cano Serrado

Bancada da Bala Cristã

Damsel

Integra a Competição oficial do Festival de Berlim 2018.

Crítica + Entrevista + Vídeo:…

Um faroeste moderno que une John Ford e Abbas Kiarostami

Crítica: A Luneta do Tempo

Por Fabricio Duque Antes de mais nada precisamos estabelecer que “A Luneta do Tempo” é um filme exponencialmente conceitual de elevada autoralidade “apaixonada demais” de seu músico-cantor e diretor estreante Alceu Valença, que levou quatorze anos para começar. Assistido no…

Crítica: Os Oito Odiados

Quentin Tarantino prova que descobriu a fórmula do ótimo cinema em seu oitavo filme

Crítica: O Regresso

Por Fabricio Duque Uma das características do cineasta mexicano Alejandro González Iñárritu (de “Amores Brutos”, “Babel”, que cada vez torna-se o queridinho da América) é definitivamente a forma que escolhe a fim de contar suas histórias, “fugindo” da padronização narrativa…

CRÍTICA CONVIDADA: O Cavaleiro Solitário

O Herói Mascarado e Seu Amigo Tonto Naufragam Em Uma  Paródia Perdulária Por Zeca Seabra “O Cavaleiro Solitário” começou como um programa de rádio nos anos 30 e consolidou-se como uma série popular para a TV dos anos 50/60. As…

Crítica: Django Livre

“Django é com o D mudo” Por Fabricio Duque É unânime a comprovação que o diretor americano Quentin Tarantino  (“Pulp Fiction”, “Bastardos Inglórios”, “Cães de Aluguel”) criou um gênero cinematográfico próprio e autoral, regado com violência visceral (física e psicológica),…

Crítica: Cowboys & Aliens

Um entretenimento alienígena

Crítica: Bravura Indômita

Comparações inevitáveis