Conheça os Vencedores do Cine Ceará 2021

Cine Ceará 2021Conheça os Vencedores do Cine Ceará 2021

O documentário “5 Casas” é o grande vencedor do 31º Cine Ceará

Por Ciro Araujo

Ocorreu, na noite desta sexta-feira, dia 3 de dezembro, o encerramento do 31º Cine Ceará, ou Festival Ibero-americano de Cinema. A cerimônia aconteceu no Cineteatro São Luiz, em parceria com o Instituto Dragão do Mar. O anúncio dos vencedores ocorreu durante o evento, entre eles do prêmio principal da noite, o Troféu Mucuripe. Após a premiação foi exibido em sessão hors concours o longa-metragem O Marinheiro das Montanhas, de Karim Aïnouz. Fortaleza é a cidade natal do diretor, que no filme apresentou uma espécie de diário de viagem filmado em sua primeira ida à Argélia, país em que seu pai nasceu.

Leia também o nosso Tudo Sobre o Cine Ceará 2021

O festival, que apresentou longa-metragens variando entre o ficcional e documental, resultou em um balanço da cultura latino-americana e sua produção tanto pré como durante a pandemia e suas dificuldades. A escolha de “5 Casas” como melhor filme pela Mostra Competitiva Ibero-americana é um ótimo indicativo para a produção de documentários instropectivos, cujo foco esteja em representar o mundo através dos próprios olhares. Pelo Prêmio da Crítica, o longa-metragem de Petrus Cariry, A Praia do Fim do Mundo foi o vencedor. No universo dos curtas, “Chão de Fábrica” foi o agraciado e levou não apenas o prêmio do Canal Brasil de Curtas, como o melhor filme da Mostra Competitiva. Também tiveram anunciados os vencedores de ambas as Mostras Sociais.

A Praia do Fim do Mundo
Still do filme “A Praia do Fim do Mundo”, ganhador do Prêmio da Crítica de melhor filme – Leia a crítica aqui.

LISTA COMPLETA DOS VENCEDORES DO CINE CEARÁ 2021

MOSTRA COMPETITIVA IBERO-AMERICANA DE LONGA-METRAGEM

Melhor Longa-metragem (Troféu Mucuripe)

5 Casas”, de Bruno Gularte Barreto

Melhor Direção

Alicia Cano Menoni, por “Bosco”

Melhor Atuação Feminina

Clebia Sousa, por “Fortaleza Hotel”

Melhor Atuação Masculina

Vanderlei Bernardino, por “Fortaleza Hotel”

Melhor Roteiro

Bruno Gularte Barreto e Vicente Moreno, por “5 Casas

Melhor Fotografia

Petrus Cariry, por “A Praia no Fim do Mundo

Melhor Montagem

Guillermo Madeiro, por “Bosco”

Melhor Trilha Sonora Original

Giorgio Ferrero e Rodolfo Mong, por “Bosco”

Melhor Som

Emil Klotzsh, por “5 Casas

Melhor Direção de Arte

Sergio Silveira, por “A Praia do Fim do Mundo

Prêmio da Crítica – ABRACCINE

A Praia do Fim do Mundo”, de Petrus Cariry

MOSTRA COMPETITIVA BRASILEIRA DE CURTA-METRAGEM

Melhor Curta-metragem (Troféu Mucuripe)

Chão de Fábrica”, de Nina Kopko

Melhor Direção

Pedro Gonçalves, por “O Resto”

Melhor Roteiro

Carlos Segundo, por “Sideral”

Prêmio da Crítica – ABRACCINE

“O Durião Proibido”, de Txai Ferraz

Prêmio Canal Brasil de Curtas

Chão de Fábrica”, de Nina Kopko

Troféu Samburá Melhor Curta-metragem

“Sideral”, de Carlos Segundo

Troféu Samburá de Melhor Direção

Júlia Fávero e Victoria Negreiros, por “Como Respirar Fora d’Água”

MOSTRA OLHAR DO CEARÁ

Melhor Longa-metragem

“Minas Urbanas”, de Natália Gondim

Melhor Curta-metragem

“Sebastiana”, de Cláudio Martins

Prêmio Unifor de Audiovisual

“Sebastiana”, de Cláudio Martins

PRÊMIO ÁGUA E RESISTÊNCIA

“Jeanstopia”, de Gabriel Viggo E Murilo Da Paz, eleito pelo Júri Olhar Universitário

MOSTRA PONTES CRIATIVAS

“Eu sou as cores, você é a praça”, de Paulo Ribeiro e Anio Tales Carin

“Eu não sou daqui”, de Leandro Olímpio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *