Tudo Sobre o Cabíria Festival Audiovisual 2022

Cabíria Festival

Tudo Sobre o Cabíria Festival Audiovisual

Festival derivado de premiação de roteiro apresenta filmes escritos e protagonizados por autoras autoidentificadas mulheres

Por Ciro Araujo (baseado no release)

Entre os dias 27 de julho e 3 de agosto, realiza-se o Cabíria Festival Audiovisual, uma seleção de obras, derivada do Cabíria Prêmio de Roteiro, dedicado a premiar autoras autoidentificadas mulheres em um mercado machista e tradicional como o cinema. O evento, que é realizado de forma híbrida —  a tendência recente —, transitará entre o Centro Cultural São Paulo (CCSP), até o dia 30 de julho, presencialmente; e online, até o fim em agosto, ambas de forma gratuita. São diversas plataformas utilizadas para o regime, entre elas o streaming Cardume , YouTube, Instagram e TikTok.

A sessão de abertura do Cabíria apresenta um filme homenageado: “Feminino Plural”, longa de Vera Figueiredo, cineasta, arquiteta e artista plástica. A obra, de 1976, é um marco na história feminista do cinema brasileiro: filmado em contexto da ditadura militar, questiona temas sobre a liberdade feminina e o papel da mulher na sociedade moderna (e contemporânea) do país. Na exata noite, o 7º Prêmio de Roteiro acontecerá, entre eles uma parceria com a Telecine, cujos vencedores receberão consultoria com especialistas das equipes Elo Company e Telecine; O Prêmio Cardume Cabíria, patrocinado pelo streaming Cardume, premiará três roteiristas em função do desenvolvimento de seus respectivos projetos de curtas; E o Parafernalha Cabíria, uma colaboração entre o canal de esquetes de YouTube, de nome homônimo, para a produção e veiculação de obras vencedoras no gênero de comédia.

Indianara
Cena do filme “Indianara” — Leia a crítica aqui.

No segundo dia, chama a atenção o documentário “Indianara”, filme sobre a ativista transexual que dá nome ao filme e idealizadora da Casa Nem, um abrigo de pessoas LGBTI, dirigido pela dupla Aude Chevalier-Beaumel e Marcelo Barbosa. Em outra parceria, desta vez com a plataforma de streaming MUBI, “Faya Dayi”, uma pré-estreia em sessão única do longa-metragem que teve sua estreia mundial em Sundance de 2021 e ainda percorreu outros 25 festivais, quando aterrissa no Brasil.

No dia 29, “A Felicidade das Coisas” é um destaque da programação, com a diretora Thais Fujinaga presente para um bate-papo sobre seu primeiro longa-metragem. O filme “Pequena Mamãe”, da incrível e sensível cineasta Céline Sciammma também terá espaço aqui.

Chão de Fábrica
Cena do curta-metragem “Chão de Fábrica” — Leia a crítica aqui.

O último dia presencial do evento contará com uma seleção repleta de curtas-metragens. experimental “Curupira e A Máquina do Destino”, uma cooperação Brasil-França, também será apresentado na quinta-feira do Cabíria Festival Audiovisual. A obra foi previamente selecionada para os festivais de Tiradentes e Olhar de Cinema, em Curitiba. “Chão de Fábrica”, da diretora Nina Kopko, foi recentemente premiado em diversas mostras e irá compor a grade.

Na programação online, o foco estará entre quatro atrações: uma Mostra Foco Alemanha, com cinco curtas-metragens do país europeu; a Mostra Cabíria, levando os filmes presenciais mas para o circuito virtual; A Mostra Imaginários Possíveis, contendo quatro “microfilmes” de humor, com duração de até três minutos; e o Youtube do Cabíria Festival Audiovisual, que postará encontros com as cineastas que compõem toda a programação selecionada.


PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO CABÍRIA FESTIVAL AUDIOVISUAL

PROGRAMAÇÃO PRESENCIAL

QUARTA-FEIRA – 27/07

20:30

“Feminino Plural” de Vera de Figueiredo (Fic, 72’, Brasil, 1976) + Entrevista exclusiva com a cineasta

QUINTA-FEIRA – 28/07

14:00 – 15:30

ESTUDO DE CASO “JUNTOS A MAGIA ACONTECE” com: Cleissa Regina Martins

16:00

SESSÃO CURTA + LONGA:

“Uma Paciência Selvagem Me Trouxe Até Aqui” de Érica Sarmet (Fic, Drama, 26′, BR-RJ, 2021)

“Indianara” de Aude Chevalier-Beaumel e Marcelo Barbosa (Doc, 84′, Brasil, 2019)

19:00

SESSÃO MUBI ESPECIAL DE LANÇAMENTO:

“Faya Dayi” de Jessica Beshir (Doc, 118′, EUA/ETIOPIA, 2021) + ENTREVISTA JESSICA BESHIR (15′)

SEXTA-FEIRA- 29/07

14:00

WORKSHOP PRODUÇÃO E DISTRIBUIÇÃO com: Gabriel Cohen (Telecine), Barbara Sturm e Paula Garcia (ELO Company)

19:00

SESSÃO ESPECIAL PRÊMIO CABÍRIA:

“Per Capita” de Lia Letícia (Fic, P&B, 15’, BR-PE, 2021)

“A Felicidade das Coisas” de Thais Fujinaga (Fic, Drama, 87’, Brasil, 2021) + ENCONTRO COM THAÍS FUJINAGA

SÁBADO – 30/07

14:00 – 15:30

ESTUDO DE CASO “MANHÃS DE SETEMBRO” com: Alice Marcone

16:00

SESSÃO CURTA + LONGA:

“Curupira e a Máquina do Destino” de Janaina Wagner (Doc, Exp, 25’, BR-AM, 2021)

“Pequena Mamãe” de Céline Sciamma (Fic, Drama, 72’, França, 2021) + ENTREVISTA CÉLINE SCIAMMA (14′)

18:15

SESSÃO DE CURTAS:

“Uma Noite Sem Lua” de Castiel Vitorino Brasileiro (Doc, 28’, BR-SP/ES/Alemanha, 2020)

“Boa Sorte e Até Breve” de Bruna Schelb Corrêa (Fic, Fantasia, BR- MG, 2022, 9’)

“Chão de Fábrica” de Nina Kopko (Fic, Drama, 24’, SP, 2021)

“Transviar” de Maíra Tristão (Doc, 13’, BR-ES/Alemanha, 2021)

20:00

SESSÃO DE ENCERRAMENTO:

“Quando a Noite Chegar, Pise Devagar” de Gabriela Alcântara (Fic, Suspense, 21’, PE, 2021)

“Nũhũ Yãg Mũ Yõg Hãm: Essa Terra É Nossa!” de Isael e Sueli Maxakali, Carolina Canguçu e Roberto Romero (Doc, Cinema Indígena, 70’, Brasil, 2020) + ENTREVISTA COM Isael e Sueli Maxakali, Carolina Canguçu e Roberto Romero (15′)

Nũhũ yãg mũ yõg hãm: essa terra é nossa!

PROGRAMAÇÃO ONLINE

Plataforma Cardume – Todas as estreias são às 19h

QUARTA-FEIRA – 27/07

MOSTRA FOCO ALEMANHA

“As Moscas” (Die Fliegen, The Birds II) de Susann Maria Hempel (Exp, 8’, Alemanha, 2010)

“Mulheres de uma (da minha) família” (Frauen (m)einer Familie) de Alissa Larkamp (Doc, 12’, Alemanha, 2021)

“PAC 9000” de Minu Park (Exp, 7’, Alemanha, 2020)

“Um, Dois, Três” (Yksi Kaksi Kolme) de Dagie Brundert (Exp, 3’, Alemanha, 2020)

“Vai Chover Sapatos” (Es wird Schuhe regnen) de Mariola Brillowska (Fic, 18′, Alemanha, 2021)

MOSTRA CABÍRIA

“Feminino Plural” de Vera de Figueiredo (Fic, 72’, Brasil, 1976)

SEXTA-FEIRA- 29/07

MOSTRA CABÍRIA

“Uma Paciência Selvagem Me Trouxe Até Aqui” de Érica Sarmet (Fic, Drama, 26′, BR-RJ, 2021)

“Indianara” de Aude Chevalier-Beaumel e Marcelo Barbosa (Doc, 84′, Brasil, 2019)

SÁBADO – 30/07

“A Felicidade das Coisas” de Thais Fujinaga (Fic, Drama, 87’, Brasil, 2021)

“Per Capita” de Lia Letícia (Fic, P&B, 15’, BR-PE, 2021)

DOMINGO – 31/07

MOSTRA CABÍRIA

“Uma Noite Sem Lua” de Castiel Vitorino Brasileiro (Doc, 28’, BR-SP/ES/Alemanha, 2020)

“Boa Sorte e Até Breve” de Bruna Schelb Corrêa (Fic, Fantasia, BR- MG, 2022, 9’)

“Chão de Fábrica” de Nina Kopko (Fic, Drama, 24’, SP, 2021)

“Transviar” de Maíra Tristão (Doc, 13’, BR-ES/Alemanha, 2021)

“Quando a Noite Chegar, Pise Devagar” de Gabriela Alcântara (Fic, Suspense, 21’, PE, 2021)

“Nũhũ Yãg Mũ Yõg Hãm: Essa Terra É Nossa!” de Isael e Sueli Maxakali, Carolina Canguçu e Roberto Romero (Doc, Cinema Indígena, 70’, Brasil, 2020)

Uma Noite Sem Lua


SERVIÇO

Centro Cultural São Paulo – Circuito Spcine – CCSP (Sala Lima Barreto)

Endereço: Rua Vergueiro, 1000 – Liberdade, São Paulo/SP

Retirada de senha 1h antes de cada atividade. Programação gratuita.

Informações em https://www.cabiria.com.br/

Programação online gratuita:

Cardume – Mostra Cabíria e Mostra Foco Alemanha, https://cardume.tv.br/, conteúdo gratuito com acesso mediante cadastro simples na plataforma

Youtube Cabíria Festival – III Mostra Imaginários Possíveis, entrevistas exclusivas com Vera de Figueiredo, Jéssica Beshir, Céline Sciamma, Sueli Maxakali, Isael Maxakali, Carolina Canguçu e Roberto Romero, depoimentos diretoras, palestra com Maxa Zoller.

https://www.youtube.com/c/CabiriaFestival

Hysteria – III Mostra Imaginários Possíveis, Mostra de microfilmes

https://www.instagram.com/hysteriaetc/

Parafernalha – III Mostra Imaginários Possíveis, Mostra de microfilmes

https://www.tiktok.com/@parafernalha

Banner Vertentes Anuncio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.