Mostra Um Curta Por Dia mes 12

Tudo Sobre o Guarnicê Festival de Cinema 2024

Tudo sobre o Guarnicê Festival de Cinema 2024

Festival Guarnicê chega a sua 47ª edição de 7 a 14 de junho com o tema “Na Trama do Tempo” e homenagens às atrizes Bete Mendes e Zahy Tentehar

Por Pedro Sales

Um dos mais antigos festivais de cinema do país, o Festival Guarnicê de Cinema tem como tema neste ano “Na Trama do Tempo”, propondo-se a pensar o futuro do audiovisual sem esquecer a memória e a tradição do cinema brasileiro. A edição 47 do evento divide espaço com os festejos juninos de São Luís, Maranhão, entre os dias 7 e 14 de junho; com a edição especial do Festival São João da Thay; e com o Festival Cine PE, que acontece em Recife. Na programação do Guarnicê, serão exibidas cerca de 200 produções, entre filmes de longa e curta metragem, videoclipes e jogos digitais. As exibições ocorrem presencialmente, na capital maranhense, e virtualmente por meio do site guarnice.ufma.br. Além de exibições, o festival promove ações formativas como oficinas, palestras e cursos. Pelo quinto ano consecutivo, o Guarnicê será realizado em formato híbrido. O público poderá acompanhar o festival presencialmente em São Luís e virtualmente por meio da plataforma de streaming do site guarnice.ufma.br e do aplicativo Cine Guarnicê, disponível para Android ou Ios.

As exibições presenciais acontecem em quatro espaços ludovicenses. As cerimônias de abertura, com a apresentação cultural do Grupo Lamparina e com a exibição do longa “Estranho Caminho, de Guto Parente, e de encerramento, com o filme (essencialmente maranhense) Betânia, de Marcelo Botta, que foi exibido no Festival de Berlim deste ano, ocorrem no Teatro Arthur Azevedo, e o Teatro Napoleão Ewerton – SESC recebe as mostras paralelas e a mostra competitiva com recursos de acessibilidade para pessoas com deficiência. A mostra competitiva será exibida no Cineteatro Aldo Leite, e a mostra universitária, no CineSesc Deodoro.

Para a coordenadora do Guarnicê, Rosélis Barbosa Câmara, a escolha do tema “Na Trama do Tempo” representa o legado e a longevidade do festival que se aproxima de meio século de existência. “Na Trama do Tempo é uma máxima que nos permite entender como, apesar de muito longevo e tradicional, o Guarnicê possui um olhar atento para novos formatos e novas ferramentas no âmbito do audiovisual”, disse à coordenadora em notícia publicada no site do festival. “Cinema é, essencialmente, um jogo de imagens. Suas imagens fixas se fundem no movimento, que dá vida a personagens e histórias que nos informam, encantam e formam o nosso imaginário”, completa Rosélis. 

Baixe aqui o catálogo em .pdf do Guarnicê Festival de Cinema 2024 com a programação completa e diária

Ao todo, 69 trabalhos, entre longas, curtas-metragens nacionais e maranhenses e videoclipes, disputam o Troféu Guarnicê e as demais premiações do festival. A Seleção Oficial do Festival de Cinema Guarnicê é composta por oito longas-metragens maranhenses, seis nacionais, 18 curtas nacionais e 12 do estado, além de 25 videoclipes. Leia abaixo a lista completa dos filmes a serem exibidos! A avaliação, incluindo sua seleção dos longas, foi feita por um comitê formado por por Marcus Túlio (MA), Erika Cândido (RJ) e Flávia Abtibol (AM). Já o time de avaliadores dos curtas foi composto por Arthur Gadelha (CE), Taciano Brito (MA) e Flávia Cândida (RJ). Ambas equipes foram coordenadas por Stella Lindoso (MA).

Além dessas 69 obras em competição, o festival também traz mais 116 filmes em mostras paralelas. Neste ano, duas novas mostras fazem parte do evento, a mostra “Para Não Esquecer”, com obras que remetem aos 60 anos do golpe militar de 1964, e a mostra “Medo de Quê?”, focada em obras dos gêneros de terror, suspense e drama. Também faz parte do festival as já tradicionais mostras “Guarnicêzinho”, voltada para o público infantil, “Mostra Jovem”, destinada ao público juvenil, e a “Cinema Não Tem Idade”, que como o nome indica são para todos os públicos. Junto dessas, mais oito mostras compõem o festival. Todas as mostras paralelas ficam disponíveis na plataforma de streaming do Guarnicê durante todo o festival, que é realizado pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PROEC) da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). 

A missão de representar visualmente o mote do Guarnicê coube ao artista e grafiteiro ludovicense Romildo Rocha, conhecido nacionalmente por conta de trabalhos como o projeto Cores da Vila e por murais produzidos em diversas cidades do país.

JÚRIS OFICIAIS

Os membros do Júri Nacional e do Júri Maranhense têm a importante missão de avaliar as obras apresentadas no Festival Guarnicê. Na composição do Júri Nacional temos a professora, pesquisadora e cineasta com mais de 20 filmes dirigidos, Rosa Panet; o jornalista, crítico de cinema e o fundador-editor geral do Vertentes do Cinema, Fabricio Duque; e a cineasta e ativista amazônica, diretora da ZFilmes Produções e curadora do Festival PanAmazônico de Cinema, Zienhe Castro. No time do Júri Maranhense, o roteirista e diretor de cinema com diversos curtas premiados, Pedro Severien; o jornalista, documentarista e coordenador do Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro, Lúcio Vilar; e a crítica de cinema, fundadora da Cinemafilia, membro da Critics Choice Association e primeira mulher maranhense da Abraccine, Fabiana Lima.

A partir do dia 14 de junho, quando o festival finaliza sua programação presencial, em São Luís, entrará no ar na Itaú Cultural Play (itauculturalplay.com.br) uma mostra com sete curtas-metragens nacionais e maranhenses participantes do Guarnicê neste ano. As produções ficarão disponíveis on-line até dia 30 de junho e se juntarão a um catálogo de mais de 360 produções brasileiras de diversos gêneros, formatos e épocas.

HOMENAGENS

Nesta edição, para além das mostras, o Guarnicê homenageia o legado da atriz Bete Mendes (que inclusive foi uma das fundadores do Partido dos Trabalhadores). Com mais de 40 novelas e seriados na televisão, mais de dez filmes feitos, a artista, que esteve em “Eles Não Usam Black-Tie”, também teve atuação política. Bete foi deputada federal pelo Partido dos Trabalhadores (PT) entre 1983 e 1987. Nesta edição do Guarnicê, será exibido seu trabalho mais recente como atriz em Sessão special, o curta-metragem “Esta Noite Seremos Felizes” (2023, 35 minutos), dirigido pelo carioca Diego dos Anjos, e após, no dia 08 de junho, às 16:00, uma roda de conversa com Bete Mendes, mediada por Milena Carvalho. O Festival Guarnicê de Cinema também homenageia Zahy Tentehar, atriz, roteirista, diretora e ativista brasileira, nascida na aldeia Colônia, no território indígena Cana Brava, no Maranhão, e atualmente pode ser vista na novela da Rede Globo, “Rancho Fundo”. Zahy fez parte do elenco da série “Cidade Invísivel”, da Netflix. As duas homenageadas receberão hoje o Troféu Guarnicê na cerimônia de abertura, às 19:00, no Teatro Arthur Azevedo. 

Realizado pela Universidade Federal do Maranhão, o evento conta com patrocínio do Banco do Nordeste e Governo Federal, Instituto Cultural Vale, Sebrae, Governo do Maranhão via Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP) e Porto do Itaqui. Além de apoio institucional da Assembleia Legislativa do Maranhão, Ceuma, Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), Eduplay, Fundação Sousândrade, SESC, Canal Brasil, Secretaria de Estado da Educação, Escola de Cinema do IEMA, Fundação da Memória Republicana Brasileira, Prefeitura de São Luís via Secretaria Municipal de Educação, Canal e Canal Curta. O festival também tem apoio da TV UFMA, Rádio Universidade, Associação Maranhense de Desenvolvedores de Jogos (AMAGAMES) e Teatro Arthur Azevedo.


LISTA COMPLETA DOS FILMES DO GUARNICÊ FESTIVAL DE CINEMA 2024

Estranho Caminho
Cena de “Estranho Caminho”, longa de abertura do Festival Guarnicê

TROFÉU GARNICÊ

LONGAS MARANHENSES

Rei Zulu (de Markim Araújo), MA – Documentário

Maranhão 149 (de Sheury Manu Neves), MA – Documentário

José (de Beto Matuck e Celso Borges), MA – Documentário

Muleque Té Doido 4 – Morreu Maria Preá! (de Erlanes Duarte), MA -Ficção/Comédia/Aventura

Ma’e Ikwaw Paw: Além das Margens (de Heraldo Leão Guajajara e Dhiogo Rezende Gomes), MA – Documentário

Ginga Reggae na Jamaica Brasileira (de Naýra Albuquerque), MA – Documentário

A Curva dos 90 (de Felix Alberto), MA – Documentário

Tire 5 Cartas – Direção de Diego Freitas – MA – Ficção

LONGAS NACIONAIS

Sekhdese (de Graciela Guarani e Alice Gouveia), PE – Documentário

Transo (de Lucca Messer), SP – Documentário

A Serena Onda que o Mar me Trouxe (de Edson Ferreira), ES – Documentário

O Sonho de Clarice (de Fernando Gutiérrez Guto Bicalho), DF – Animação/Drama

Quando eu me Encontrar (de Amanda Pontes e Micheline Helena), CE- Ficção

No Caminho Encontrei o Vento (de Antônio Fargoni), PE – Ficção

CURTAS MARANHENSES

Antes de Partir (de Sheury Manu Neves), MA – Ficção/Drama

Clair de Lune (de Laísa Couto), MA – Ficção

É só Contar (de Werbeth Pereira, Victor Cravin, Joelma Baldez, Cledilson Rocha, Hemylly Mendes), MA – Ficção/Romance/Drama

Entre a Fé e a Tradição: Tenda de Senhor Ogum (de Cláudia Marreiros), MA – Documentário

Gonçalves Dias por Gonçalves Dias (de Joaquim Haickel e Beto Nicácio), MA – Ficção/Animação

João de Una tem um Boi (de Pablo Monteiro e LAB+SLZ/ LabMais SESC MA), MA – Documentário

Maria Parteira (de Marla Silveira), MA – Documentário

Mar.Ina (de Samyre Protázio, Renata Costa, Profana Vieira , Marcelo, Almeida, David Silva, Valdenira Baima, Allan Pereira, Jeyci Elizabeth Sousa), MA – Ficção

Mariô (de Brena Maria e Cadu Marques), MA – Experimental

Putas Mulheres (de Dário Gilson), MA – Documentário

Troncos (de Marcelo Cruz), MA – Documentário

XXXX (de Taíssa Monteiro), MA – Trash/Drama

CURTAS NACIONAIS

152 AB (de Daniel Jaber e Jelton), MG – Ficção/Drama

Água Doce (de Antonio Miano), SP – Drama/Fantástico

Bença (de Mano Cappu), PR – Ficção

Castanho (de Adanilo), AM – Ficção

Cabana (de Adriana de Faria), PA – Ficção

Cidade by Motoboy (de Mariana Vita), SP- Ficção

Deixa (de Mariana Jaspe), RJ – Ficção/Drama

Engole o Choro (de Fábio Rodrigo), SP – Ficção/Drama

Jussara (de Camila Ribeiro), BA – Animação/Fantástico

Lapso (de Caroline Cavalcanti), MG – Drama/Adolescente

Não Existem Mártires, Apenas Marketing (de João Luciano), MA – Ficção/Distopia

O Lado de Fora Fica Aqui Dentro (de Larissa Barbosa), MG – Ficção

O Último Rock (de Diego de Jesus), ES – Ficção

Pirenopolynda (de Tita Maravilha, Izzi Vitório e Bruno Victor), GO/DF/CE – Documentário

Por Favor Leiam Para que eu Descanse em Paz (de Anna Costa e Silva e Nanda Félix), RJ – Documentário/Experimental

Por que Não Ensinaram Bixas Pretas a Amar? (de Juan Rodrigues), BA – Documentário

Samuel Foi Trabalhar (de Janderson Felipe e Lucas Litrento), AL – Ficção/Comédia/Terror/Fantasia

Utopia Muda (de Julio Matos), SP – Documentário

VIDEOCLIPES MARANHENSES

Bora Chamegar – Tribo de Jah

Flor de Angelim – Banda Parabelo

Como se Fosse um Bolero – Aziz Júnior

Agora Têm – Yann Kaminski

Quanto Tempo – Yann Kaminski

Não Vou Ficar Louca – Becky Barros

Chorando se Foi – Catharina Bravin

A Flor do Beco da Mina – Jesiel Bives

Rio Cajari, Imperador da Baixada – Jesiel Bives

Saudade do Tempero – Rui Mario e Daniel Cavalcante

A Pureza – Rui Mario

Baculejo – O Shoock

Pretação – Ancestrais – Unidade Punho Forte

SE7E VELAS – Prod. Wuk – AfroPrata

VOGUEBIKE – Getulio Abelha

VENENO – Frimes

F3 INTERLUDE – Frimes

Madame do Réu – Jaísa Caldas

Meu Tesouro, Meu Torrão – Wesley Souza e Thaynara Oliveira

Feat Violento – Mano Magrão e Gustavo Mic

Em Cima da Hora – Choro Pungado/ Roberto Chinês

Enquanto Você Louva – Leandro Dias e Ronaldo Melonio

Agora é fácil – Jota SF

Vertigem ao Mar – Jadsuel Monteiro

Late Enough – Luiza Dam


MOSTRAS PARALELAS

GUARNICEZINHO – 12 FILMES

O xodó do Guarnicê! Uma das mostras mais tradicionais do festival, a Guarnicêzinho é voltada para o público infantil. Presencialmente, as sessões são destinadas às escolas de São Luís.

Kwat Jai – Direção de Clarice Cardell – DF – Ficção/Infantil – 20min – 2023 – Livre

Causos de Domingos: o Corpo-Seco – Direção de João Pedro Theodoro – MG – Animação/Drama/Infantil – 08 min – 2023 – Livre

Placa-Mãe – Direção de Igor Bastos – MG – Animação/ Infantil/ Ficção Científica – 105min – 2023 – Livre

De Dentro do Quarto – Direção de Paula M. Urbinati – SP – Animação/Infantil – 08min – 2023 – Livre

Menino Monstro – Direção de Guilherme Alvernaz – SP – Animação/Infantil/Aventura – 9min  – 2023 – Livre

Lucinéia – Direção de Luah Garcia – RJ – Animação/Comédia  – 30s – 2022 – Livre

Apenas Uma Sacola de Plástico – Direção de Luan Oliveira – CE – Animação/Drama – 07min – 2023 – 10 anos

Os Maluvidos – Direção de Gislandia Barros e Josenildo Nascimento – CE – Ficção/Infantil – 73min – 2023 – Livre

Era uma Noite de São João – Direção de Bruna Velden – PB – Animação – 11min – 2022 – Livre

Ester: O Sonho de Uma Ginasta – Direção de Waldemar Castro – MA – Documentário – 08min – 2024 – Livre

Bênhëkié – Direção de Jaiane Luna Kariú e Layo Amõkanewy Kariú – MA – Cinema indígena infantil – 07min – 2023 – Livre

As Aventuras de Tracajaré – O Filme – Direção de Joaquim Haickel e Sergio Martinelli – MA – Ficção/Animação/Infantil – 86min – 2024 – Livre

MOSTRA JOVEM – 11 FILMES

A mostra é destinada ao público juvenil e composta por filmes que retratam a realidade e o universo desse coletivo. Presencialmente, as sessões são destinadas a alunos da rede estadual de ensino.

Caboclo Manauara – Direção de  George Augusto – AM – Documentário

Dakobo – Direção de Felipe dos Santos – PE -Infantil – 06min – 2023 – Livre

Eu Queria Ter Um Vans – Direção de Caio de Paula Albuquerque – PA – Ficção 20min – 2023 – 16 anos

Ana e as Montanhas – Direção de Julia Araújo, Carla Villa-Lobos – GO – Ficção/Infantil -13min – 2024 – Livre

Pororoca – Direção de Fernanda Roque e Francis Frank  MG – Animação/Ficção/Aventura/Infantil -06min – 2024 – Livre

Fora da Caixa – Direção de Giovana Padovani – MG – Ficção/Infantil – 16min – 2022 – Livre

Vovô Joel – Direção de Douglas Gomes – RJ – Drama Infantil – 19min – 2023 – Livre

As Melhores – Direção de  Renata Mizrahi – RJ – Ficção/Infanto-juvenil – 20min – 2023 – Livre

Bonita de Rosto Direção de Ana Squilanti- SP – Ficção/Juvenil – 19min – 2023 – Livre

O Último é Mulher do Padre – Direção de Yasser Socarrás – SC – Ficção/Drama – 15min – 2024 – 10 anos

Pastrana – Direção de Gabriel Motta e Melissa Brogni – RS – Documentário/Drama – 14min – 2023 – Livre


CENÁRIO BR – 10 FILMES

Um panorama diverso – em forma e conteúdo – da produção audiovisual brasileira.

Noke Koi – Direção de Arthur Ribeiro – AC – Documentário – 30min – 2024 – Livre

O Último Livro – Isadora Clemente – PE – Drama – 20min – 2024 – 14 anos 

Yby Katu –  Direção de Jessé Carlos, Ladivan Soares, Kaylany Cordeiro, Geyson Fernandes e Rodrigo Sena – RN – Documentário – 18min – 2024 – Livre

Eu Não Vim aqui Para Correr Trecho  – Direção de Felippy Damian – MT – Documentário – 70min – 2024 – Livre

Dona Beatriz Ñsîmba Vita – Direção de Catapreta –  MG – Ficção – 20min – 2024 – 14 anos

Yãmî Yah-Pá -Direção de Vladimir Seixas – RJ – Ficção – 17min – 2023 – Livre

Mais um dia, Zona Norte – Direção de Allan Ribeiro – RJ – Híbrido (doc e ficção) – 81min – 2023 – Livre

Tiranossauro – Direção de Fausto Prieto e Ingrid Gaigher – SP – Ficção – 8min – 2024 – Livre

Onde as Ondas Quebram – Direção de Inara Chayamiti – SP – Documentário – 85min – 2023 – Livre

A Trilha Sonora de um Bairro – Direção de Betinho Celanex e Danilo Custódio – PR – Documentário – 13min – 2023 – 12 anos


CENÁRIO MA – 9 FILMES

Um panorama da produção audiovisual maranhense que abrange diversos gêneros, formatos e narrativas. Quais são as tendências, as histórias e os olhares do cinema maranhense contemporâneo? É o que a mostra se propõe a descobrir.

Os Warao de Upaon-Açu – Direção de Priscila Tapajowara – MA/SP – Documentário – 21min – Livre

Cazumbando – Direção de Ingrid Barros – MA – Documentário – 07min – Livre

Fora do Ar  – Direção de Igor Nascimento – MA – Comédia/Realismo Fantástico – 19min – 2023 – Livre

Digital Originário – Direção de – Jesús Pérez – MA – Documentário – 18min – 2024 – Livre

Carroceiro – Direção de Euclides Moreira Neto – Documentário – 15min – 2023 – Livre

Kub – Marcelo Cunha – MA – Experimental – 06min – 2024 – 14 anos

Dona Taquariana – Uma Cabocla Brasileira – MA – Direção de Abimaelson Santos – Documentário – 14min – 2023 – Livre

Chuva – Direção de Antônio Fabrício – MA/GO – Experimental – 13min – 2023 – Livre

Divinéia – Tempo e Espaço – Direção de Maycon douglas – MA – Documentário – 80min – 2023 – Livre


CINEMA NÃO TEM IDADE – 10 FILMES

No Guarnicê, todos os públicos são contemplados. Afinal, Cinema Não Tem Idade!

Ela Mora Logo Ali – Direção de Fabiano Barros e Rafael Rogante – RO – Ficção – 16min – Livre

daVIDAntônia – Direção de Tassio Soares – TO – Documentário – 24min – Livre

Desiré – Direção de Catarina Calungueira – RN – Documentário/Performance – 12 min – 2024 – 12 anos

Café Quente: Dona Ângela – Direção de  Heron Condor e Sophia Cabral – RN – Documentário – 14min – 2023 – Livre

Seu Cavalcanti  – Direção de Leonardo Lacca – PE –  Documentário/ Ficção – 78min – 2024 – Livre

As Marias – Direção de Dannon Lacerda – MS – Documentário – 16min – 2023 – Livre

Dalva da Rua Sete – Direção de Gab Lourenzato e Nanda Ferreira – SP  – Ficção – 15min – 2024 – Livre

Dona Irene –  Direção de Gustavo Campos – SP – Ficção – 17min – 2024 – Livre

O Prazer é Todo Meu – Direção de Vanessa Sandre – SC – Ficção/Drama/ Comédia – 19min – 2023 – 14 anos

A Próxima Estação de Tabajara Ruas – Direção de Boca Migotto – RS – Documentário – 29min – 2023 – Livre


(RE)EXISTÊNCIA – 8 FILMES

Uma mostra de filmes documentários sobre resistir para continuar existindo. Histórias da persistência de indígenas, de mulheres, de agentes do Estado, de ONGs e de comunidades inteiras desalojadas e desapropriadas. São filmes que retratam os desafios que o Brasil, de ontem e hoje, nos impõe. Falam de uma existência que incomoda e que é, por si só, uma manifestação de resistência.

Os 7 Campos – Direção de Flávio Alves – CE – Documentário – 84min – 2024 – 14 anos

Memórias da Chuva – Direção de Wolney Oliveira – CE – Documentário – 76min – 2022 – Livre

Notas de Yakecan – Direção de André Moura Lopes – CE -Ficção – 24min – 2023 – Livre

Sede de Rio – Direção de Marcelo Abreu Góis – BA – Documentário – 72min – 2024 – Livre

A Estética da Luta – Direção de Guillermo Planel – RJ – Documentário – 85min – 2022 – 12 anos

Retomada – Direção de Ricardo Martensen – SP – Documentário – 72min – 2024 – Livre

Sociedade de Ferro – A Estrutura das Coisas – Direção de Eduardo Rajabally – SP – Documentário- 72min – 2024 – 12 anos

Kunhã Karai e as Narrativas da Terra – Direção de Paola Mallmann – RS, SC, PR, SP, DF e AC – Documentário – 105min – 2023 – 12 anos


AFROPERSPECTIVAS – 9 FILMES

Essa mostra reúne diferentes narrativas que convergem para um ponto em comum: a afirmação positiva da negritude. São filmes que trazem pontos de vista, estratégias, sistemas e modos de pensar e viver, afrocentrados. Histórias que falam de ancestralidade, do reconhecimento integral da cidadania da pessoa negra, da afirmação identitária e da luta antirracista.

Afrofuturismo – Direção de Antonio Filho e Jefferson Soares – PI – Documentário – 20min – 2024 – Livre

A Luta de Nzinga –  Eduardo Cunha Souza – CE – Documentário – 74min – 2023 – Livre

Hábito – Direção de Fernando Santos – AL – Híbrido – 17min – 2023 – Livre

Matria Amada Kalunga – Direção de Lak Shamra e Thassio Freire – GO – Documentário – 70min – 2024 – Livre

Dessa Arte eu Sei um Pouco – Direção de Cled Pereira – DF – Documentário – 80min – 2023 – Livre

À Noite Todos os Gatos São Pardos – Direção de Matheus Moura – MG – Ficção – 17min – 2024 – 12 anos

Camorim – Direção de Renan Barbosa Brandão – RJ – Documentário – 17min – 2023 – Livre

Rio, Negro – Direção de Fernando Sousa e Gabriel Barbosa – RJ – Documentário – 98min – 2023 – 12 anos

Baobab – Direção de Bea Gerolin – PR – Ficção – 10min – 2024 – Livre


ELAS POR ELAS – 4 FILMES

Uma mostra que reúne filmes com diferentes narrativas sobre mulheres – todas contadas sob a perspectiva plural do olhar femenino.

Uma Mulher Comum – Direção de Debora Diniz – DF – Documentário – 20min – 2023 – 10 anos

Mulheres Maratimbas – Direção de Thais Helena Leite – ES – Documentário – 15min – 2024 – Livre

Ficção Suburbana – Direção de Rossandra Leone – RJ – Ficção/Drama – 18min – 2023 – 12 anos

Casulo – Direção de Aline Flores – SP – Drama – 28min – 2024 – Livre


EM COLAPSO O PLANETA GIRA – 10 FILMES

Com título que faz referência ao rapper paulistano Emicida, essa mostra é composta por filmes que discutem a preservação do meio ambiente e a sustentabilidade da vida na terra, de si e do povo. Às vezes de forma direta e às vezes por meio de personagens.

Menina Semente – Direção de Tulio Beat – PE -Ficção Infantil – 10min – 2023 – Livre

Das Águas – Direção de  Adalberto Oliveira e Tiago Martins Rêgo – PE – Documentário – 17min – 2023 – Livre

Seu Adauto – Direção de Edvaldo Santos – PE – Documentário Ambiental – 12min – 2023 – Livre

Nosso Território Tem História – Rio Siqueira- Direção de Josenildo Nascimento – CE – Documentário – 15min – 2023 – Livre

O Eco das Pedras – Direção de Pedro Célio Oliveira Nunes – CE – Documentário – 30min – 2024 – Livre

Aves Coloridas – Direção de Angelo Pignaton – DF – Documentário – 12min – 2023 – Livre

Cores Queimam – Direção de Felippy Damian – MT – Documentário/Ensaio – 09min – 2024 – Livre

De Onde Nasce o Sol – Direção de Gabriele Stein – ES – Ficção/Infantil – 19min – 2023 – Livre

Hélio Melo – Direção de Leticia Rheingantz – SP – Documentário – 25min – 2024 – 12 anos

Amar a Ilha – Direção de Isabela Alves – SP – Documentário – 4min – 2023 – Livre


FAZ ESCURO, MAS EU CANTO – 7 FILMES

Com título inspirado no poema do amazonense Thiago de Mello, essa mostra traz filmes que buscam um grito de liberdade – por meio da música – revelando lutas particulares e coletivas.

Terruá-Pará – Direção de Jorane Castro – PA – Documentário – 100min – 2023 – Livre

Miguel Damus – Direção de Beto Matuck e Celso Borges – MA – Documentário – 73min – 2023 – Livre

Meu amigo Lorenzo – Direção de André Luiz de Oliveira – DF – Documentário – 95min – 2023 – Livre

Canção ao Longe – Direção de Clarissa Campolina – MG – Drama – 75min – 2022 – 12 anos

Macaléia – Direção de Rejane Zilles – RJ – Documentário – 25min – 2023 – Livre

Nas Ondas de Dorival Caymmi – Direção de Locca Faria –  RJ – Documentário Musical – 90min – 2024 – Livre

Todo Mundo Morre Tentando Fazer uma Obra Prima – Direção de Gustavo Von Ha – SP/NY – Documentário Experimental – 92min – 2023 – 14 anos


FEITO DE COISAS LEMBRADAS E ESQUECIDAS – 10 FILMES

Parafraseando o poeta maranhense Ferreira Gullar, essa mostra reúne filmes que apresentam – com muito orgulho – pessoas, festas e costumes. Um mergulho em diferentes tradições populares.

Poetas do Tambor  – Direção de Ricardo Pereira e Roberto Pereira – PI – Documentário – 79min – 2023 – Livre

Um Lugar Chamado Zumbi – Direção de Carolina de Cássia – RN – Documentário – 19min – 2023 – Livre

Alumbrado  – Direção de Catarina Calungueira – RN – Documentário – 12min – 2023 – Livre

Rei da Ciranda Pesada – Direção de Cíntia Lima – PE – Documentário – 12min – 2023 – Livre

O Canto – Direção de Izabella Vitório e Isa Magalhães – AL – Documentário – 15min – 2023 – Livre

A Chuva do Caju – Direção de Alan Schvarsberg – GO – Documentário – 21min – 2023 – Livre

Dulce – Direção de Lucélia Benvinda – MG – Documentário – 15min – 2024 – Livre

Ògún, o Ferreiro do Mundo – Direção de Marcia Salgueiro – RJ – Documentário – 23min – 2023 – Livre

Pisa na Tradição – Direção de Coraci Ruiz – SP – Documentário – 24min – 2023 – Livre

Micelial – Raízes em Conexão – Sylvia Sanchez – SP – Documentário/Experimental – 30min – 2023 – Livre


MEDO DE QUÊ? – 8 FILMES

Uma mostra de cinema de gênero, composta por filmes de propostas cinematográficas bem diferentes, mas que permeiam os mesmos elementos do suspense, do horror, da fantasia, do mistério e, é claro, do medo.

Vão das Almas – Direção de Edileuza Penha de Souza e Santiago Dellape – DF/GO – 15min – Ficção/Terror/Fantasia – 2023 – 14 anos

Cáustico – Direção de Wesley Gondim – DF – 22min – Suspense/Terror – 2023 – 16 anos

Procuro Teu Auxílio Para Enterrar Um Homem – Direção de Anderson Bardot – ES – Ficção/Drama/Suspense – 20min – 2023 – 12 anos

O Poético Fim Das Mulheres Que Amei – Direção de Renan Amaral – RJ – Ficção/Suspense – 14min – 2022 – 12 anos

Caído – Direção de Alexandre Estevanato – SP – Ficção – 14min – 2023 – 16 anos

A Sombra Da Terra – Direção de Marcelo Domingues – SP – Ficção/Drama/Suspense – 20min – 2023 – 12 anos

Eles Não São Estrangeiros – Direção de Pedro Bughay ACeti – SC – Ficção – 12min – 2023 – Livre

Atena – Direção de Caco Souza – RS – Ficção/Ação/Suspense – 88min – 2024 – 12 anos


PARA NÃO ESQUECER – 4 FILMES

No ano em que completamos 60 anos da Ditadura Civil Militar do Brasil, essa mostra reúne filmes que retratam recortes de fatos que marcaram gerações. Um convite para não esquecermos o que aconteceu durante os 21 anos que interromperam o ciclo democrático no país.

A Portas Fechadas – Direção de João Pedro Bim – SP – Documentário – 70min – 2023 – 12 anos

Depois Deste Desterro – Direção de Renan Amaral – ES – Ficção/Drama – 25min – 2023 – 12 anos

Entrelinhas – Direção de Guto Pasko – PR – Ficção – 94min – 2023 – 16 anos

– Direção de Rafael Conde – MG – Ficção – 123min – 2023 – 12 anos


FICHA TÉCNICA DO GUARNICÊ FESTIVAL DE CINEMA 2024

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA
Reitor
Prof. Dr. Fernando Carvalho Silva
Vice-Reitor
Prof. Dr. Leonardo Silva Soares
PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA – PROEC
Pró-Reitora
Profa. Dra. Josefa Melo e Sousa Bentivi Andrade
DIRETORIA DE ASSUNTOS CULTURAIS – DAC
Diretora
Profa. Dra. Rosélis Barbosa Câmara
Coordenador de Assuntos Culturais
Saulo Simões da Silva
EQUIPE TÉCNICA
Design Gráfico
Nielly Aguiar Oliveira
Audiovisual
José de Jesus C. Guterres Filho
Lady Maria da Conceição Ferreira
Comunicação
Paulo Vinicius Coelho de Souza
Gabriela Moraes Oliveira
Mateus Jácome Castelo Gomes Torres
Produção Executiva
Jeremias Silva Abreu
Logística
Caroline Cristine Martins Serra
Terezinha de Fátima Vale Porto Smith
Direção Artística
Marlene Barros Ribeiro
EQUIPE DA DIRETORIA DE ASSUNTOS CULTURAIS – DAC
Angélica Vieira da Silva
Maria do Carmo Nunes
Plautilia Maria Serra dos Santos
Rosângela Araújo da Hora
Thalyson Bezerra Lima

Pix Vertentes do Cinema

Deixe uma resposta