Crítica: Morte Em Sarajevo

Uma parábola sobre sonhos e pesadelos políticos

Crítica: Mãe Só Há Uma

O Conceito Embate entre a moralidade-ética e a liberdade de ser como já se é

Crítica: O Que Está Por…

Um cinema que protege o próprio cinema e o universo francês

Crítica: Cartas da Guerra

A Hipérbole definidora de um futuro não existente

Crítica: Destino Especial

Cérebro abduzido pela hiperativa edição

Crítica: O Abraço da Serpente

A história "selvagem" que ganha força

Crítica: Taxi Teerã

Um Taxi com cartão de memória

Crítica: Ponte dos Espiões

O classicismo típico de Spielberg

Crítica: Ralé

A utopia livre, libertária e de hipérbole atemporal

Crítica: Para Minha Amada Morta

O fuga-refúgio para retardar o sofrimento do presente-real

Crítica: Aracati

A autoralidade do humanismo psicológico