Mostra de Cinema de Ouro Preto 2019 | O Quarto Dia

Por Vitor Velloso

O Quarto Dia

Por Vitor Velloso

Direto da Mostra CineOP 2019

No domingo, penúltimo dia da cobertura do Cine OP, tivemos diversos debates acontecendo e filmes, porém, com a urgente necessidade de entrevistar Edgard Navarro, homenageado da edição, e Sinai Sganzerla, diretora de “A mulher a Luz Própria”, não foi possível estar presente nas mesas, por isso, farei em apenas um texto a cobertura do penúltimo e último dia.

Neste dia, a apresentação de projetos que abriu o dia foi: As mulheres e a Terra. Alexia Melo da UFMG, apresentando Narrativas da Juventude do Quilombo Mato do Tição: Vozes, imagens e sons de jovens quilombolas. Sophia Pinheiro da Universidade Federal de Goiás, apresentando A imagem como arma: A trajetória da cineasta indígena Patrícia Ferreira Pará Yxapy. Thaylane Christina do Cinefronteira (MG) com um projeto chamado Cinefronteira. Felipe Barquete do Semente Cinematográfica (PB), Cinema no Lina. A coordenação por parte de Maria Leopoldina (Dina) Pereira, coordenadora da Rede Kino.

No mesmo horário o debate “O patrimônio Audiovisual na produção contemporânea”, com os convidados: Sinai Sganzerla (RJ), Claudia Nunes (GO) e Rodolfo Junqueira Fonseca (MG), cineastas, e mediado por Lila Foster – Curadora da Temática Histórica e pesquisadora (DF).

Em sequência “As mulheres indígenas e o cinema”, com as convidadas: Luísa Elvira Belaunde, antropóloga, PPGAS/Museu Nacional -UFRJ, Mari Corrêa, cineasta e diretora do Instituto Catitu (SP), Pará Yxapy, realizadora audiovisual indígena e professora na Aldeia Ko’enju (RS). Mediado por Oiara Bonilla, antropóloga (RJ).

Às 15h, “Cinematecas Regionais. O exemplo da Cinemateca da Bretanha”, com a convidada internacional: Cécile Petit-Vallaud, diretora da Cinemateca da Bretanha – França, com mediação do José Quental, curador da Temática Preservação (RJ).

Às 16h45, “Cineclubes e Coletivos: A experiência fomentadora dos anos 70 e 80”, com a presença de Dácia Ibiapina, professora de cinema da UNB e cineasta – DF, Fernando Severo, professor da FAP/Unespar e cineasta – PR, Marina da Costa Campos – Pesquisadora sobre o Cineclube Antônio das Mortes e sua produção cinematográfica – SP, mediado por Francis Vogner dos Reis, curador Temática Histórica – SP.

17h15, “Estudos de casos, filmes em exibição Mostra Preservação”

Case 1 – Rio da Dúvida

Convidados: Hernani Heffner – conservador – chefe da Cinemateca do MAM – RJ

Joel Pizzini – Cineasta – SP

Mauro Domingues – Arquivista e Especialista em Preservação Audiovisual – RJ

Patrícia Civelli – Diretora da Memória Civelli Produções e produtora de Rio da Dúvida – RJ

Case 2 – Canal Thomaz Farkas

Convidado: Tom Farkas – Thomas Farkas Estate – SP, com mediação de Débora Butruce – Vice-presidente da ABPA e preservadora audiovisual – SP

Ainda tendo sessões do Cine-Escola, Mostra Preservação, Mostra Histórica e Mostra Homenagem

Estamos chegando ao fim da programação, fique ligado para os últimos textos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *