Reviver

Tudo Sobre a II Semana Cavideo Online

A segunda edição acontece de 07 a 13 de maio na internet

Por Redação

A primeira edição da Semana Cavideo Online não só contribuiu com novidades para sobreviver na quarentena confinamento como estimulou um novo formato de divulgação e de exibição dos filmes em festivais na internet. A segunda edição acontecerá de 07 a 13 de maio, sempre às 18:00, na página de Cavi Borges no Facebook. O evento gratuito (e sem convite) contará também com uma LIVE Q&A sobre o filme, logo após, no mesmo dia às 20:00. Com SETE lançamentos de longas-metragens produzidos pela Cavideo. Nosso site lista a programação completa e as críticas de todos os filmes! Confira!

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

Sob Luz e sombras

DIA 07/05 – Quinta-feira, 18h

REVIVER (2019, Brasil, 65 minutos, de Patricia Niedermeier e Cavi Borges, CRÍTICA AQUI).

O escritor Greg é contratado para escrever um roteiro sobre a artista desaparecida Maria Guaranis. Identificando-se com a artista, perde-se no labirinto da criação. ““Reviver” é o acordar. Redescobrir a vida, a humildade de não exceder os limites conceituais, de que a “obra tem vontade própria” e que “o que passou, não volta”. Este é um filme de baixo orçamento, em que a criatividade e perspicácia são mais importantes que o dinheiro propriamente dito. E a frase “Há um tempo entre a liberdade da ação e a urgência de se fazer o novo” pode representar uma metáfora ao processo deste filme”.

DIA 08/05 – Sexta-feira, 18h

NERVOS DE AÇO (2016, Brasil, 90 minutos, de Maurice Capovilla, CRÍTICA AQUI) LIVE com Carlos Alberto Mattos.

Joel (Arrigo Barnabé) é o diretor encarregado da condução de uma peça teatral musical envolvendo as canções de Lupicínio Rodrigues, que ainda está em ensaios. Ele também atua na peça, assim como sua atual namorada, Maria Rosa (Ana Lonardi). Entretanto, o mau humor e as grosserias de Joel fazem com que Rosa se afaste cada vez mais dele e se aproxime de outro ator/músico do elenco, Carioca (Pedro Sol). “Algo muito interessante na construção do roteiro, de Maurice Capovilla é esta metalinguagem da arte.”

DIA 09/05 – Sábado, 18h

INCÓGNITA X (2016, Brasil, 75 minutos, de Vitor Damasceno e Leandro Franz, CRÍTICA AQUI)

Um filme sobre o poder e o perigo das manifestações em democracias modernas. “Dentro da militância resistência brasileira, existe um espectro de diretório do discurso, um eterno debate de como determinadas questões são passadas as pessoas. Seja de maneira direta, através do humor ou com parábolas infinitas que buscam um determinismo subjetivo da atual situação do país. O que a maioria possui em comum é a gangrena de pautar todas as questões em reverberações pragmáticas que apenas buscam apontar o dedo sem solucionar uma problemática.”

DIA 10/05 – Domingo, 18h

O PREFEITO (2016, Brasil, 70 minutos, de Bruno Safadi, CRÍTICA AQUI)

O prefeito da cidade do Rio de Janeiro quer entrar para a história. Para tanto, decide separar o Rio do Brasil e fundar um novo país. O filme integra o programa Tela Brilhadora, “um espírito-produtor de quatro longas-metragens, que se une a “Garoto”, de Julio Bressane, “Origem do Mundo”, de Moa Batsow, e “O Espelho”, de Rodrigo Lima. O filme em questão aqui faz referências de complemento aos outros citados, como a pedra que dialoga com a “Origem do Mundo”, o concreto para criar a alegoria de um “escritório” a céu aberto, no meio de uma “ruína” cosmopolita, ativa destruição e reconstrução.”

DIA 11/05 – Segunda-feira, 18h

SOB LUZ E SOMBRAS (2012, Brasil, 70 minutos, de Júlio César Siqueira, CRÍTICA AQUI)

“Dirigido por Júlio César Siqueira e produzido pela Cavídeo, retrata a vida, o processo criativo e a obra do fotógrafo J.M. Goes, que aborda o nu feminino, com um constante trabalho de conversa e consulta às suas modelos. O trabalho nos convida a acompanhar o dia a dia do artista em seu estúdio em seu apartamento, suas concepções, criações e ideias, suas opiniões e debates com as modelos, com quem ele sempre aprende, também, na hora de fazer seu trabalho. Ao longo da produção, J.M. Goes defende suas convicções e seus pontos de vista, que estão constantemente presentes em suas fotografias.”

DIA 12/05 – Terça-feira, 18h

MARCOS MEDEIROS – CODINOME VAMPIRO (2018, Brasil, 84 minutos, de Vicente Duque Estrada, CRÍTICA AQUI)

O documentário apresenta Marcos Medeiros, um personagem esquecido da nossa história que foi líder estudantil em 1968. Preso, torturado, cassado e exilado na Europa, Marcos começou a se dedicar ao cinema, tendo feito curtas com Chris Marker na França, um longa com Glauber em Cuba, e depois trabalhado na Itália com Rosselini. de volta ao Brasil, nos anos 80, com a anistia, Marcos inicia um trabalho pioneiro em vídeo, mas não encontra um espaço para viabilizar sua arte que não se identificava com o main stream.

DIA 13/05 – Quarta-feira, 18h

4X NÓS DO MORRO (2005, Brasil, 70 minutos, de Cavi Borges e Gustavo Mello, CRÍTICA AQUI)

O documentário mostra basicamente a preparação dos integrantes do projeto Nós do Morro, no Morro do Vidigal, Rio de Janeiro, para um evento do seu núcleo de cinema com o mesmo nome que dá título a ele. Os diretores percorreram a favela, mostrando a divulgação do evento e a sua apresentação em alguns cineclubes da cidade. Alguns alunos falam da experiência de trabalhar com o projeto. Algumas imagens de aulas e exercícios de teatro são exibidas também.

II Semana Cavideo Online

Reviver

SERVIÇO

II Semana Cavideo Online

De 07 a 13 de maio de 2020

Às 18:00, na página Cavi Borges no Facebook

Gratuito.

Anuncie no Vertentes do Cinema

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *