Anuncie no Vertentes do Cinema

Noite de Seresta

Pros males espantar

Por Vitor Velloso

Durante o Olhar de Cinema 2020

Dirigido por Sávio Fernandes e Muniz Filho “Noite de Seresta” é um documentário que acompanha Kátia, que dedica parte de sua vida ao Karaokê, a música e a necessidade de se expressar e espantar os males da vida. A protagonista e seu carisma inabalável é o maior sustentáculo do filme, pois a obra não se propõe à criação no campo da linguagem, decide ir ao registro, à formalidade histórica. O curta se concentra em ampliar a visão que Kátia possui de seu ofício, ganhando um clipe neste processo, além de algumas falas de quem acompanha sua carreira de perto. O subdesenvolvimento é explícito, as dificuldades são tamanhas e a felicidade é o contraponto da dependência econômica e social. Aqui, a paixão supera o reconhecimento. E é a mesma façanha que encantou Orson Welles um dia. As entranhas do subdesenvolvimento são corroídas pelo capitalismo dependente defendido pelos liberais, de esquerda ou direita. 

Por fim, “Noite de Seresta” é uma obra que se concentra mais nas virtudes de seus personagens, ao passo que o espectador compreende que esse amor acima do sucesso, contagia a América Latina com as Kátias aqui presentes. Se nem sempre essa paixão é capaz de salvar, ao menos nos dá o alento de um povo que ainda é capaz de sonhar, aqui, pela música.

Trailer

Anuncie no Vertentes do Cinema

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *