Nacionalidade: Noruega

Críticas

Crítica: In Natura

Por Fabricio Duque “In Natura” é aquele típico filme que um crítico não consegue esperar para traçar linhas analíticas. Talvez em um primeiro momento, o

Críticas

Crítica: O Cidadão do Ano

Por Fabricio Duque O longa-metragem norueguês “O Cidadão do Ano”, título brasileiro do original Kraftidioten (que pode ser traduzido literalmente como “Poder Idiota”), foi exibido

Críticas

Crítica: Blind

Por Fabricio Duque  “Blind” representa a estreia em um longa-metragem diretor norueguês Eskil Vogt (que roteirizou “Oslo, 31 de Outubro”, “Começar de Novo”). Neste, ele

Críticas

Crítica: Happy Happy

Por Fabricio Duque “Happy Happy”, ou na tradução “Insanamente Feliz” é a estreia na direção da norueguesa Anne Sewitsky (de “Jørgen + Anne = sant”),

Críticas

Crítica: Mil Vezes Boa Noite

“Eu levei a minha própria história, foi muito pessoal, todo o filme é contar uma história que é quase autobiográfica. É quase meu diário. É

Colunista Convidado

Crítica: 1001 Gramas

Por Philippe Torres A escolha da Noruega para representa-la na premiação de melhor filmes estrangeiro, 1001 Gramas, traz a história de Marie, uma cientista que

Críticas

Crítica: Kon-Tiki

A Aventura Antropológica de Um Tiki Norueguês Por Fabricio Duque “Kon-Tiki” é a escolha da Noruega para concorrer a estatueta de Melhor Filme Estrangeiro no

Críticas

Crítica: Oslo, 31 de Agosto

Um dia a Menos na Carreira de  Um Ator Sem Carisma Por Fabricio Duque “Oslo 31 de Agosto” tem sotaque norueguês e tema depressivo-existencialista, abordando