A Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro

Por Fabricio Duque


O Centro cultural é reconhecido internacionalmente, principalmente por seu acervo cinematográfico, que foi aumentado pelo apoio do Estação. A curadoria é do Jornalista Ricardo Cota, que sente na pele as dificuldades para manter o local funcionando e realizar uma programação diversa e multi-cultural. É um ato de resistência ajudado pela paixão incondicional do historiador Hernani Heffner. E na entrevista exclusiva ao Vertentes do Cinema, disse que em certos momentos, todo o engessamento, causa confusão e desânimo. Nosso site participa com o Cineclube Clássicos, já exibindo “O Demônio das Onze Horas”, de Jean-Luc Godard (no foco França) e “Os Boas Vidas” (foco Itália), de Federico Fellini.


VFXRio

Em sua quarta edição, a segunda realizada na Cinemateca, o evento dedicado aos efeitos especiais, pós-produção e novas tecnologias audiovisuais e imersivas traz grandes nomes da indústria hollywoodiana, assim como cases da televisão brasileira e um espaço maior para a realidade virtual, com destaque para o workshop a ser oferecido pela Super Viz para dois grupos de 15 pessoas no espaço ao lado da entrada para o auditório.

O workshop tem como tema Realidade Virtual e Novas Narrativas e abordará estruturas discursivas, experimentação e o uso de ferramentas tecnológicas. Os participantes se dividirão em grupos de até 4 pessoas para criar a narrativa de uma experiência 360º em realidade virtual, usando a ferramenta SuperViz online.


Programação Completa


sab 1
13h – II Encontro de Montagem edt. – Montagem e construção narrativa, mesa redonda.
Classificação indicativa Livre

17h – II Encontro de Montagem edt. – Montagem e som, mesa redonda.
Classificação indicativa Livre

dom 2
13h – II Encontro de Montagem edt. – Assistência de montagem: experiência e desafios, mesa redonda.
Classificação indicativa Livre

17h – II Encontro de Montagem edt. – Masterclass de montagem.
Classificação indicativa Livre

seg 3
9h – VFXRio 2018 – Credenciamento

10h – VFXRio 2018 – Abertura, com palavras de Matteo Moriconi (VFXRio) e Larry Bafia (Siggraph).
Classificação indicativa Livre

10h30 – VFXRio 2018 – Deus Salve o Rei, comunicação de Marcelo Nicacio e Marcelo Ambrosio (TV Globo).
Classificação indicativa Livre

11h30 – VFXRio 2018 – Interatividade e imersão, comunicação de Liana Brazil (SuperUber).
Classificação indicativa Livre

12h30 – VFXRio 2018 – Futuristic user interfaces in Sci Fi films and games, comunicação de Nida Fátima (Vancouver Film School).
Classificação indicativa Livre

15h – VFXRio 2018 – Globo Tech, comunicação de Pablo Bioni (TV Globo).
Classificação indicativa Livre

16h – VFXRio 2018 – Foundry, comunicação de Juan Salazar.
Classificação indicativa Livre

17h – VFXRio 2018 – The art of Thanos / Avengers: Infinity War, comunicação de Kelly Port (Digital Domain).
Classificação indicativa Livre

18h – VFXRio 2018 – Electronic Theatre, com apresentação de Larry Bafia (ACM Siggraph)
Classificação indicativa Livre

ter 4
9h – VFXRio 2018 – Credenciamento

10h – VFXRio 2018 – IMPA: Visgraph, comunicação de Luiz Velho.
Classificação indicativa Livre

11h – VFXRio 2018 – Técnicas avançadas para Mari, comunicação de Paul Paulino (Method Studios / Foundry).
Classificação indicativa Livre

12h – VFXRio 2018 – VFX & VR: Trends in Advertising, comunicação de nome a confirmar (Hogarth WPP).

14h – VFXRio 2018 – O papel dos efeitos visuais no novo mercado dxe entretenimento, comunicação de Thiago Pires, Luciana Fintelman e Claudio Peralta (Conspiração).
Classificação indicativa Livre

15h – VFXRio 2018 – Ilha de Ferro – Inovações Tecnológicas e Artísticas em 4K, comunicação de Uno de Oliveira e Wesclei Barbosa (TV Globo).
Classificação indicativa Livre

16h – VFXRio 2018 – Academia Brasileira de Cinema.
Classificação indicativa Livre

17h – VFXRio 2018 – O Quebra-Nozes e o os Quatro Reinos, comunicação de Max Wood (MPC).
Classificação indicativa Livre

qua 5
9h – VFXRio 2018 – Credenciamento

10h – VFXRio 2018 – O futuro do Unreal Engine, comunicação de Paulo Souza (Unreal).
Classificação indicativa Livre

11h – VFXRio 2018 – Unity para a indústria do cinema, comunicação de Alçexandra Kikuchi (Unity).
Classificação indicativa Livre

12h – VFXRio 2018 – Fotogrametria no Cinema, nos Games e no VR, comunicação de Nelson Porto (Studio Kwo).

14h – VFXRio 2018 – NVidia.
Classificação indicativa Livre

15h – VFXRio 2018 – Encontro XRBR.
Classificação indicativa Livre

16h – VFXRio 2018 – Academia Brasileira de Cinema.
Classificação indicativa Livre

17h – VFXRio 2018 – O Quebra-Nozes e o os Quatro Reinos, comunicação de Max Wood (MPC).
Classificação indicativa Livre

qui 6
18h30 – 2 X Cassavetes – Sombras (Shadows) de John Cassavetes. EUA, 1958. Com Ben Carruthers e Leila Goldoni. 81’. Legendas em português. Exibição em 35mm.
Classificação indicativa 14 anos.

sex 7
18h30 – 2 X Cassavetes – Uma mulher sob influência (A woman under the influence) de John Cassavetes. EUA, 1974. Com Gena Rowlands e Peter Falk. 155’. Legendas em português. Exibição em 35mm.
Classificação indicativa 14 anos.

sab 8
15h – CineMAM#15: Semana de Cinema – Temporada de André Novais Oliveira. Brasil, 2018. Com Grace Passô, Rejane Faria, Sinara Teles, Russo APR e Renato Novais. 113’. Exibição em DCP.
Classificação indicativa 14 anos

17h – CineMAM#15: Semana de Cinema – Sedução da Carne de Júlio Bressane. Brasil, 2018. Com Mariana Lima. 70’. Exibição em DCP.
Classificação indicativa 16 anos

19h – CineMAM#15: Semana de Cinema – El meraya de Melissa Dulius e Gustavo Jahn. Brasil, 2018. Com Melissa Dulius e Gustavo Jahn. 19’. + Eu, minha mãe e Wallace de Irmãos Carvalho. Brasil, 2018. Com Fabrício Boliveira, Sophia Rocha, Noemia Oliveira e Robson Santos. 22′. + Bem no meio do céu de Isabella Raposo e Thiago Brito. Brasil, 2018. Com Gláucia Brito Brandão. 13′. + Você não me conhece de Rodrigo Séllos. Brasil, 2017. Com Taís Alves. 14′. + João de Clementino Junior e Márcio Januário. Brasil, 2018. Com Márcio Januário. 3′. + A jornada de Jonathan Ferr. Brasil, 2018. Com Ana Paula Patrocínio, Bruno Silva, Isa Oliveira e Rubens Barbot. 10′. + Monocelular de Felipe Cataldo. Brasil, 2009. Com Felipe Cataldo, Júlia Shimura e Tati Furuse. 13’21”. Exibição em DCP.
Classificação indicativa 14 anos

dom 9
16h – CineMAM#15: Semana de Cinema – Sol Alegria de Tavinho Teixeira e Mariah Teixeira. Brasil, 2018. Com Tavinho Teixeira, Mariah Teixeira, Joana Medeiros e Mauro Soares. 90’. Exibição em DCP.
Classificação indicativa 14 anos

18h – CineMAM#15: Semana de Cinema – Acúmulo de Gilson Júnior e Sarah Duarte. Brasil, 2018. Com Léa garcia, Vino Cachorrão e Don Felipe. 15’. + Plano Controle de Juliana Antunes. Brasil, 2018. Com Marcela Santos, Uirá dos Reis e Katia Aracelle. 16′. + Vostok de Letícia Ramos. Brasil, 2014. Com Letícia Ramos. 7′. + A poeira não quer sair do esqueleto de Daniel Santiso e Max William Morais. Brasil, 2018. Documentário. 21′. + Perpétuo de Lorran Dias. Brasil, 2018. Com Rainha Timbuca, Gustavo Dias, Késia de Farias, Edna Toledo e Marilda Batista. 25′. + Silver dream de Jonathan Rodrigues. Brasil, 2008. Animação. 8′. + Sobre dormentes, estamos acordadas de Facção Feminista Cineclube. Brasil, 2018. Documentário. 5′. Exibição em DCP.
Classificação indicativa 16 anos

seg 10
19h – Pré-estréia – Desculpe interromper o silêncio de sua viagem de Maiara Astarte. Brasil, 2018. Documentário. 12’. Exibição em MP4 (H264). Sessão seguida de roda de conversa e coquetel.
Classificação indicativa Livre

ter 11
18h30 – Mostra 90 Anos de Titón: o cinema dialético de Tomás Gutiérrez Alea – O Mégano (El Mégano) de Julio García Espinosa e Tomás Gutiérrez Alea. Cuba, 1955. Documentário. 20’. Legendas em português. Exibição em MP4.
Curadoria da Mostra Fabián Nuñez e Candido Nicolas Rodrigues
Classificação indicativa 10 anos

19h – Mostra 90 Anos de Titón: o cinema dialético de Tomás Gutiérrez Alea – A morte de um burocrata (La muerte de un burócrata) de Tomás Gutiérrez Alea. Cuba, 1966. Com Salvador Wood, Manuel Estanillo, Silvia Planas, Gaspar de Santelices, Pedro Pablo Astorga e Miriam Ramos. 85’. Legendas em português. Exibição em MP4.
Classificação indicativa 14 anos

qua 12
14h – Brazil Cinefest – Mostra Infantil.
Classificação indicativa Livre

17h – Brazil Cinefest – Mostra Competitiva de Curtas, Videoclipes e Animações
Classificação indicativa 14 Anos

20h – Brazil Cinefest – A glória e a graça de Flávio R. Tambellini. Brasil, 2017. Com Sandra Corveloni, Carolina Ferraz e Vicente Kato. 94’. Exibição em DCP. Sessão seguida de coquetel.
Classificação indicativa 10 Anos

qui 13
19h – Mostra 90 Anos de Titón: o cinema dialético de Tomás Gutiérrez Alea – A última ceia (La última cena) de Tomás Gutiérrez Alea. Cuba, 1976. Com Nelson Villagra, Silvano Rey, Luis A. García, José Antonio Rodríguez, Samuel Claxton, Idelfonso Tamayo e Tito Junco. 120’. Legendas em português. Exibição em MP4.
Classificação indicativa 14 anos

sex 14
18h30 – Mostra 90 Anos de Titón: o cinema dialético de Tomás Gutiérrez Alea – Cineclube Sala Escura – Coumbite (Cumbite) de Tomás Gutiérrez Alea. Cuba, 1964. Com Teté Vergara, Lorenzo Louiz, Marta Evans, Luis Valera e Rafael Sosa. 82’. Sessão seguida de debate com o realizador e cineclubista Clementino Jr. Legendas em português. Exibição em MP4.
Classificação indicativa 14 anos

sab 15
15h – Mostra 90 Anos de Titón: o cinema dialético de Tomás Gutiérrez Alea – As doze cadeiras (Las doce sillas) de Tomás Gutiérrez Alea. Cuba, 1962. Com Enrique Santiesteban, Reynaldo Miravalles, René Sánchez e Silvia Planas. 97’. Legendas em português. Exibição em MP4.
Classificação indicativa Livre

17h – Mostra 90 Anos de Titón: o cinema dialético de Tomás Gutiérrez Alea – Memórias do subdesenvolvimento (Memorias del subdesarrollo) de Tomás Gutiérrez Alea. Cuba, 1968. Com Sergio Corrieri, Daisy Granados, Eslinda Núñez, Beatriz Ponchora, Gilda Hernández, René de la Cruz e Omar Valdés. 97’. Legendas em português. Exibição em 35mm.
Classificação indicativa 14 anos

19h – Mostra 90 Anos de Titón: o cinema dialético de Tomás Gutiérrez Alea – Os sobreviventes (Los sobrevivientes) de Tomás Gutiérrez Alea. Cuba, 1978. Com Enrique Santiesteban, Reynaldo Miravalles, Vicente Revuelta, Carlos Ruiz de la Tejera e Ana Viña. 130’. Legendas em português. Exibição em MP4.
Classificação indicativa 14 anos

dom 16
15h – Mostra 90 Anos de Titón: o cinema dialético de Tomás Gutiérrez Alea – Até certo ponto (Hasta cierto punto) de Tomás Gutiérrez Alea. Cuba, 1983. Com Oscar Álvarez, Mirta Ibarra, Omar Valdés, Carolina Veloz, Rogelio Blaín, Ana Viña e Claudio Tamayo. 88’. Legendas em português. Exibição em MP4.
Classificação indicativa 14 anos

17h – Mostra 90 Anos de Titón: o cinema dialético de Tomás Gutiérrez Alea – Uma peleja cubana contra os demônios (Una pelea cubana contra los demonios) de Tomás Gutiérrez Alea. Cuba, 1971. Com José Antonio Rodríguez, Raúl Pomares, Silvano Rey, Olivia Belizaire, Reynaldo Miravalles, Verónica Lynn e Carlos Ruiz de la Tejera. 130’. Legendas em português. Exibição em MP4.
Classificação indicativa 14 anos

seg 17
19h – Mostra Cinestesia – Memórias, Epifânias e a Perda da Inocência – Menina não solta pum de Yaminah Abayomi. Brasil, 2017. Com Bia Navegantes, Gabriela Campos e Maria Victorya Manzi. 15’. + Quem é Diva Gação de Arthur Born Portella e Goretti Smarandescu. Brasil, 2018. Com Goretti Smarandescu. 9’. + Preciosidade de Paloma palácio e Yuri Alves. Brasil, 2018. Com Clara Borges Fortes, Paula Sandroni. Carlos Rosário e André Regal. 12’. + O baleiro de Nádia Oliveira. Brasil, 2018. Com Nádia Oliveira. 5’. + O mundo é um moinho de Rubens Takamine. Brasil, 2018. Com Deborah Sargentelli. 12’. + Sublime luz da tua memória de João Veiga e Nádia Oliveira. Brasil, 2018. Com Angela Delphim, Lucélia Pontes e Claudia Mele. 17’. Exibição em mov (H264). Sessão seguida de roda de conversa e coquetel.
Classificação indicativa Livre

ter 18
20h – Réquiem para o ReCine – Funeral tradicional em New Orleans (When the saints go marching in) por realizador Anônimo. EUA, ?. Documentário. 4’. Exibição em MP4 (H264). + A degola fatal de Clóvis Molinari e Ricardo Favilla. Brasil, 2004. Documentário. 13’. Exibição em mov (H264). + [Funeral surpresa] um filme “di” Glauber Rocha por ele mesmo. Brasil, ?. Documentário. 16′. Exibição em 16mm.
Curadoria Ricardo Favilla
Classificação indicativa 16 Anos


ENTRADA FRANCA

Anuncie no Vertentes do Cinema

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *