Vencedores da Mostra de Cinema de Gostoso 2023

Mostra de Cinema de Gostoso 2023

Vencedores da Mostra de Cinema de Gostoso 2023

Confira os premiados na categoria voto popular e crítica do festival mais gostoso do Brasil

Por Fabricio Duque

É tão bom quando um festival de cinema consegue despertar ansiedades. A da chegada, a de um filme esperado, a de fazer e/ou reencontrar amigos.  A Mostra de Cinema de Gostoso 2023 é assim. Gera na gente uma camada emocional atrás da outra. Imagine um festival que as pessoas usam chinelo, bermuda e camiseta para participar das sessões de gala dos filmes em uma  praia totalmente equipada com tela boa e som ótimo! Sim, é ser muito livre, elegante, orgânico e genuíno na simplicidade. É vivenciar a plenitude da cinefilia, retirar a embalagem e aproveitar o conteúdo em sua totalidade, como um respiro-resgate a nossa essência de inocência perdida, de sentir a vida acontecendo em um cotidiano-meio propício e receptivo a transmitir com sinestesia uma cartela de histórias reais e/ou inventadas (os famosos causos). A mostra celebrou dez anos e entregou um trabalho enriquecedor e com muito jogo de cintura ao lidar com as adversidades inevitáveis do caminho. A chuva, por exemplo, que “bagunçou” as estruturas e precisou de readaptações. E é quando dá sorte, o tempo melhora e tudo volta ao normal, é que vemos quanto a Mostra de Cinema de Gostoso 2023 emana boa energia. 

A Cerimônia de Encerramento aconteceu então sem percalços. Foi Só Alegria (fazendo inclusive um trocadilho com o nome da pousada que eu fiquei aqui). A entrega dos prêmios aos vencedores foi realizada na noite de ontem, desta terça-feira (28), cheio de celebração e agradecimentos, dos profissionais que fizeram a mostra até o público (“sem vocês, nada aconteceria”, disse Eugênio Puppo, diretor e curador da Mostra de Cinema de Gostoso 2023, sempre ao lado de Matheus Sundfeld, na sala de cinema montada ao ar livre nas areias da Praia do Maceió, em São Miguel do Gostoso/RN. Ao todo foram cinco dias de exibições, além da realização de seminários, debates e palestras. A edição comemorativa dos 10 anos contou com convidados nacionais e internacionais, além de maior participação do público popular.  O anúncio dos prêmios foi feito pelos diretores da Mostra, Eugênio Puppo e Matheus Sundfeld, para uma plateia formada por atores, cineastas, diretores, jornalistas, estudantes, turistas, convidados e a própria comunidade “gostosense”.

O filme “O Dia Que Te Conheci”, de André Novais Oliveira, foi escolhido o melhor longa-metragem pelo júri popular. E o filme “As Marias”, de Dannon Lacerda, o melhor curta-metragem.

Na categoria Menção Honrosa do Júri Popular, o prêmio foi para “Estranho Caminho”, de Guto Parente. O filme teve uma diferença mínima de seis votos. Então, também podemos creditá-lo como vencedor. 

O Troféu da Crítica (com o time votante de jornalistas críticos: Fabricio Duque (este que vos fala; Neusa Barbosa; Flávia Guerra; Raphael e Juliana Camacho; Inácio Araújo; Luiz Zanin e Maria do Rosário Caetano; Simone Zuccolotto; Thiago Stivaletti; Victor Hugo Furtado; Orlando Margarido; e Vitor Búrigo) foi para o filme “Saudade fez Morada Aqui Dentro”, de Haroldo Borges, na categoria Longa-metragem; e o filme “A Edição do Nordeste”, de Pedro Fiuza, na categoria curta-metragem.

O Prêmio Mistika oferta R$ 35 mil reais em serviços de finalização de imagem para o filme “O Deserto de Akin”, além de mais 25 horas de estúdio de pós-produção de som aos filmes “O Deserto de Akin” e “A Voz de Deus”. Já o Prêmio DOT, com 35 mil reais de serviços de finalização de imagem será entregue ao filme “A Voz de Deus”. 

A sessão de encerramento exibiu o filmes “Samuel e a Luz”, de Vinícius Girnys, que venceu o Prêmio do Júri de Melhor Documentário na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo deste ano. E “Mãri Hi – A Árvore do Sonho”, Documentário, Morzaniel Ɨramari, que faz parte do projeto de filmes de cinema indígena organizado por Eryk Rocha da Gata Maior e Aruac Filmes.

A Mostra de Cinema de Gostoso 2023 aconteceu entre os dias 24 e 28 de novembro. A programação da 10ª edição contou com nove longas-metragens e 17 curtas-metragens de 11 estados brasileiros, distribuídos entre as mostras Competitiva, Panorama, Coletivo Nós do Audiovisual e Sessão Especial. 

Neste ano, a parceria com a Petrobras viabilizou a inauguração de um novo espaço de exibição para a Mostra Panorama, batizado de Sala Petrobras. Localizada na praia do Maceió, em uma tenda climatizada em formato geodésico, a sala recebeu quatro longas e sete curtas-metragens.

“Chegarmos a 10ª edição é sem dúvida memorável e gratificante. Em uma década foram muitas as transformações que a Mostra passou, sempre para melhor e com muito trabalho e desafios. Encerrar essa edição, com as presenças de tantas pessoas, como realizadores, atores, diretores, jornalistas, críticos, público em geral, sendo muitos de vários estados brasileiros e que elogiaram muito a programação, é sensacional”, comemora Eugênio Puppo. 

De acordo com Matheus Sundfeld, a Mostra de Cinema de Gostoso é uma das últimas mostras que acontecem no final do ano.  “Nosso maior desafio é manter o olhar para a produção independente, não só para os filmes escritos, mas os que são exibidos em outros festivais e principais produtoras, de modo que essa é uma curadoria sempre mais complexa de se fazer por conta disso, por conta desse olhar para toda a produção do cinema independente brasileiro do ano”, declarou Matheus Sundfeld.

A 10ª Mostra de Cinema de Gostoso foi apresentada pela Petrobras e Salinor, através da Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cultura. Contou com o patrocínio da Coca-Cola, Governo do Rio Grande do Norte, Fundação José Augusto, Lei Câmara Cascudo, Grupo Banco Mundial, Governo Cidadão e Governo do Rio Grande do Norte – Secretaria de Turismo. Com apoio institucional da Prefeitura Municipal de São Miguel do Gostoso e também o apoio da Interjato, Maxillusion, Visite RN, Emprotur, Pousada dos Ponteiros, Restaurante Balica, Sebrae-RN, Serveng, Inter TV, BrLab, DOT e Mistika. Realização: Heco Produções e CDHEC.

CONFIRA OS VENCEDORES DA 10ª EDIÇÃO DA MOSTRA DE CINEMA DE GOSTOSO 2023

O Dia que te conheciJÚRI POPULAR

Melhor Longa-metragem – “O Dia Que Te Conheci”, de André Novais Oliveira

Melhor Curta-metragem – “As Marias”, de Dannon Lacerda

JÚRI DA CRÍTICA

Melhor Longa-metragem – “Saudade Fez Morada Aqui Dentro”, de Haroldo Borges

Melhor Curta-metragem – “A Edição do Nordeste”, de Pedro Fiuza

MENÇÃO HONROSA

“Estranho Caminho”, de Guto Parente

Banner Vertentes Anuncio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *