Anuncio zazie

Tudo Sobre a Mostra Terry Gilliam – o Onírico Anarquista

Terry Giliam

Tudo Sobre a Mostra Terry Gilliam – o Onírico Anarquista

Cultuado diretor ganha retrospectiva no CCBB Rio de Janeiro a partir de 5 a 31 de janeiro

Por Redação (baseado no release oficial)

O CCBB Rio de Janeiro começará o ano de 2022 com um petardo cinematográfico:  de 5 a 31 de janeiro a mostra Terry Gilliam – o onírico anarquista ocupará o Cinema I, sendo esta a mais abrangente retrospectiva realizada no Brasil sobre o diretor, ator e animador americano naturalizado inglês, e que integrou o importante grupo de humor Monty Python. Além das 28 produções em sessões presenciais, em formato digital, também acontecerão atividades paralelas em formato on-line, e a exibição on-line de 3 filmes, sendo 2 deles com recursos de acessibilidade – toda a programação será gratuita. Ainda este ano mostra acontecerá também nas unidades do CCBB de São Paulo e Brasília.

Sob curadoria do diretor, produtor, roteirista, escritor e crítico de cinema Eduardo Reginato e do cineasta e editor Christian Caselli, amostra vai contar a história cinematográfica de Terry Gilliam, de 81 anos – um panorama fidedigno pelo olhar de icônicos filmes como “Brazil – o Filme” (1985), “Os doze Macacos” (1995) e “Monty Python em Busca do Cálice Sagrado” (1975), que se juntam aos curtas “Storytime” (1968), “O Milagre do Vôo” (1975) e “The Wholly Family” (2011), entre outros. Documentários assinados por diferentes diretores sobre Terry Giliam completam a programação. A mostra traz ainda um catálogo especial onde cada autor escreveu um texto por filme –a publicação será a primeira no Brasil em língua portuguesa, e estará disponível gratuitamente para download em blgentretenimento.com.br/terrygilliamrj.

Terry Gilliam é um dos mais cultuados criadores de sonhos e pesadelos no mundo do cinema, uma lenda da cultura pop, um dos realizadores cinematográficos mais cultuados desde o início dos anos 1980, um dos mestres da animação experimental desde o final dos anos 1960 e, por fim, um dos integrantes – o único americano – do grupo inglês de humor Monty Python. Seu trabalho é uma visão assustadora, hilária, dramática, poética e arrebatadora de um mundo carregado de realismo fantástico, flanando entre distopias, loucura, poesia, amor e destruição.

Segundo Eduardo Reginato, Gilliam é fascinado pelo período Barroco por conta da pronunciada luta entre espiritualidade e ecletismo dicotômico. A partir disso, seu cinema é dado a justaposições incongruentes de beleza e fealdade ou antiguidade e modernidade. “Os filmes de Gilliam têm uma aparência distinta, não apenas em mise-en-scène, mas ainda na fotografia para criar uma atmosfera surreal de inquietação psicológica e um mundo fora de equilíbrio, sendo frequentemente usados ângulos incomuns de câmera. O famoso crítico americano Roger Ebert disse que o mundo de Gilliam é sempre alucinatório em sua riqueza de detalhes”, explica.

As influências barrocas não são apenas teóricas; o cinema de Terry Gilliam é o cinema do gigantismo. “São imensos cenários, uma arquitetura abrangente, decadente e opressora, são essas as representações fílmicas de Gillian: dos sistemas infinitos e burocráticos, das instituições que aniquilam a liberdade do indivíduo, mas onde o indivíduo ainda tem uma última possibilidade de sonhar ou lutar tentando destruir um sistema autocrático”, diz Christian Caselli.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

The Man Who Killed Don Quixote

CCBB RIO DE JANEIRO

05 de janeiro – quarta-feira

16:30 – The do-it-yourself animation show – Terry Gilliam + Curtas-metragens Terry Gilliam (Storytime; O milagre do vôo; The crimson permanent assurance; Wholly family; A lenda de Hallowdega) – 90 min – 14 anos

19:00 – E agora para algo completamente diferente – 98 min – 12 anos

06 de janeiro – quinta-feira

19:00 – Jabberwocky, um herói por acaso – 105 min – 14 anos

07 de janeiro – sexta-feira

19:00 – Monty Python em busca do cálice sagrado – 91 min – 12 anos

08 de janeiro – sábado

16:00 – Monty Python – O sentido da vida – 107 min – 14 anos

18:30 – Os 12 macacos – 129 min – 14 anos

09 de janeiro – domingo

15:00 – Os bandidos do tempo – 116 min – Livre

18:00 – O pescador de ilusões – 137 min – 14 anos

10 de janeiro – segunda-feira

19:00 – Monty Python’s flying circus – Terry Gilliam’s personal best + Monty Python and holy grail: Revisited – 86 min – Livre

12 de janeiro – quarta-feira

18:30 – Contraponto – 120 min – 14 anos

13 de Janeiro – quintafeira

18:30– Osirmãos Grimm – 118 min – Livre

14 de Janeiro – sexta-feira

16:00 – Teorema zero – 107 min – 14 anos

18:15 – O homem que matou Dom Quixote – 132 min – 14 anos

15 de janeiro – sábado

15:00 – Palestra A ANIMAÇÃO DE TERRY GILLIAM – palestrante Christian Caselli –  evento on-line – 90 min –14 anos

15:30 – E agora para algo completamente diferente – 98 min – 12 anos

18:30 – Monty Python – O sentido da vida – 107 min – 14 anos

16 de Janeiro – domingo

16:00 – Jabberwocky, um herói por acaso – 105 min – 14 anos

18:30 – Monty Python em busca do cálice sagrado – 91 min – 12 anos

17 de janeiro – segunda-feira

19:00 – Life of Python – 57 min – 12 anos

19 de janeiro – quarta-feira

19:00 – Curtas-metragens Terry Gilliam (Storytime; O milagre do vôo; The crimson permanent assurance; Wholly family; A lenda de Hallowdega) – 65 min – 14 anos

20 de janeiro – quinta-feira

18:30 – Contraponto – 120 min – 14 anos

21 de janeiro – sexta-feira

13:00 – Brazil, o filme – 122 min – 14 anos

Disponível on-line de 21 de janeiro, às 13h, até 24 de janeiro, às 23h59, gratuitamente na plataforma wurlak.com.br ou pelo aplicativo disponível para IOS e Android.

15:30 – Medo e delírio – 118 min – 14 anos

18:30 – Teorema zero – 107 min – 14 anos

22 de janeiro – sábado

15:30 – O mundo imaginário do Doutor Parnassus – 123 min – 12 anos

18:30 – Brazil, o filme –122 min – 14 anos

19:30 – Debate MOINHOS OU GIGANTES: A GRANDILOQUÊNCIA NA OBRA DE TERRY GILLIAM E OUTROS CINEASTAS, mediação Eduardo Reginato com os debatedores Luiz Carlos Oliveira Jr. e Sergio Alpendre – Evento on-line com transmissão no canal do Youtube do Banco do Brasil – Livre

23 de janeiro – domingo

14:30 – O homem que matou Dom Quixote – 132 min – 14 anos

18:00 – As aventuras do Barão de Münchausen – 126 min – Livre

24 de janeiro – segunda-feira 

17:15 – Getting Gilliam – 45 min – 14 anos

19:00 – The madness and misadventures of Münchausen – 73 min – Livre

25 de janeiro – terça-feira

Sessões inclusivas:

AUDIODESCRIÇÃO – OS IRMÃOS GRIMM

LEGENDA DESCRITIVA – AS AVENTURAS DO BARÃO DE MÜNCHAUSEN

Disponíveis on-line de 25 de janeiro, às 13h, até 31 de janeiro, às 23h59, gratuitamente na plataforma wurlak.com.br ou pelo aplicativo disponível para IOS e Android.

26 de janeiro – quarta-feira

19:00 – The battle of Brazil: A video history – 60 min – 12 anos

27 de janeiro – quinta-feira

18:30 – Medo e delírio – 118 min – 14 anos

28 de janeiro – sexta-feira

15:00 – O pescador de ilusões – 137 min – 14 anos

18:30 – Os bandidos do tempo – 116 min – Livre

29 de janeiro – sábado

15:00 Aula magna AS INFLUÊNCIAS E REFERÊNCIAS NA OBRA DE TERRY GILLIAM – professor e convidado de honra Bráulio Tavares – evento on-line – 120 min – 14 anos

15:00 – O mundo imaginário do Doutor Parnassus – 123 min – 12 anos

18:00 – As aventuras do Barão de Münchausen – 126 min – Livre

30 de janeiro – domingo

15:00 – Os 12 macacos – 129 min – 14 anos

18:00 – Brazil, o filme – 122 min – 14 anos

31 de janeiro – segunda-feira

15:30 – Perdido em La Mancha – 93 min – 12 anos

18:00 – Os irmãos Grimm – 118 min – Livre

Teorema Zero

ATIVIDADES PARALELAS ONLINE

TERRY GILLIAM – O ONÍRICO ANARQUISTA

PALESTRA

A ANIMAÇÃO DE TERRY GILLIAM

Professor: Christian Caselli

Data e horário: 15 de janeiro, às 15h

Carga horária: 90 minutos

Classificação indicativa 14 anos

Evento gratuito e on-line.

Inscrições a partir de 5 de janeiro pela plataforma Sympla: sympla.com.br/produtor/blgentretenimento

O curador da mostra Christian Caselli abordará sobre esta importante vertente da fase inicial da carreira do cineasta, que foi fundamental para a construção de seu estilo futuro. Será esmiuçado como ele desenvolvia suas animações através de técnicas mistas (colagens e desenho animado) e a importância que este período teve para criar a identidade visual e conceitual do grupo Monty Python.

DEBATE

MOINHOS OU GIGANTES: A GRANDILOQUÊNCIA NA OBRA DE TERRY GILLIAM E OUTROS CINEASTAS

Mediação: Eduardo Reginato

Debatedores: O professor e crítico de cinema Luiz Carlos Oliveira Jr. e o crítico de cinema Sérgio Alpendre

Data e horário: 22 de janeiro, às 19h30

Carga horária: 90 minutos

Classificação indicativa livre

Evento gratuito e on-line.

Exibição via canal do Youtube do Banco do Brasil

“Gigantismo” é um termo muito usado por críticos e estudiosos de cinema para denominar determinadas produções cinematográficas que se destacaram positivamente ou negativamente pela grandiloquência de sua realização. Por exemplo, Terry Gilliam mandou construir cenários monumentais e minuciosamente detalhados nos estúdios da Cinecittà baseados na arquitetura do Oriente Antigo e da Europa do séc. XIX para o filme As Aventuras do Barão de Munchausen. Não só Gilliam é adepto do “gigantismo”. Cineastas como Jacques Tati que construiu uma cidade funcional inteira para o filme “Playtime” e ou o diretor Victor Fleming que utilizou 1500 figurantes e mais 1000 manequins em uma cena de E o vento levou… para simular a devastação da guerra cívil americana. O time não para, Abel Gance, D. W. Griffith, Charles Chaplin, Francis Ford Coppola, James Cameron, são outros que veem gigantes no lugar de moinhos tal como Terry Gilliam.

AULA MAGNA

AS INFLUÊNCIAS E REFERÊNCIAS NA OBRA DE TERRY GILLIAM

Professor: Braulio Tavares

Data e horário: 29 de janeiro, às 15h

Carga horária: 2 horas

Evento gratuito e on-line.

Inscrições a partir de 5 de janeiro pela plataforma Sympla: sympla.com.br/produtor/blgentretenimento

Sinopse:

O tema proposto é a relação da obra de Terry Gilliam com o barroco, gótico, os elementos alegóricos e o realismo fantástico encontrados em seus filmes.

SERVIÇO

Mostra Terry Gilliam – O Onírico anarquista

Local: Centro Cultural Banco do Brasil – Cinema I

Endereço: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro – 20010-000 / Rio de Janeiro (RJ)

(21) 3808-2007 | [email protected]

Funcionamento:

De quarta a segunda de 9h às 20h. A entrada do público é permitida apenas com apresentação do comprovante de vacinação contra a COVID-19 e uso de máscaras. Não é necessária a retirada de ingresso para acessar o prédio, os ingressos para os eventos podem ser retirados na bilheteria do CCBB ou previamente no site Eventim.

Data: de 5 a 31 de janeiro de 2022

Horários: consultar programação em eventim.com.br

Entrada Gratuita

Lotação: 98 lugares

Todos os ingressos serão disponibilizados no site eventim.com.br

Classificação: ver programação

Acesso para pessoas com deficiência: Sim

Patrocínio: Banco do Brasil

Realização: CCBB

SITE: www.bb.com.br

Twitter: twitter.com/CCBB_RJ

Facebook: www.facebook.com/CCBB .RJ

Instagram: @ccbbrj

E-mail: [email protected]

Banner Vertentes Anuncio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.