10˚CINEFOOT-FESTIVAL DE CINEMA DE FUTEBOL

De 05/09 a 10/09

65 filmes na programação geral do Festival

no Rio de Janeiro, Niterói, São Paulo e Belo Horizonte

CINEFOOT-FESTIVAL DE CINEMA DE FUTEBOL dá o pontapé inicial para a sua décima edição. No Rio de Janeiro o festival acontece de 5 a 10 de setembro, no Estação Net Botafogo, apresentando uma rara seleção de filmes com entrada franca. Dos 44 títulos que integram a programação no Rio de Janeiro, 24 filmes são brasileiros e 20 internacionais oriundos do França, Itália, Peru, Colômbia, Argentina, Venezuela, México, Catar, África do Sul, República Tcheca, Alemanha e uma coprodução México/Peru. “CORRENDO ATRÁS”, de JEFERSON DE é o filme de abertura no Rio de Janeiro.

O Peru é o país convidado e terá uma sessão especial de homenagem no dia 07/09, sábado, às 19h, com exibição de dois filmes peruanos e presença do Consulado Geral Peru no Rio de Janeiro.

A identidade visual da 10ª edição do CINEfoot incorpora a luta e o afeto. A batalha, a resistência, a genialidade de jogadores e jogadoras que vestiram a encantadora camisa número 10. Iluminados, iluminadas, endeusados, endeusadas, endiabrados, endiabradas, amados e amadas. Tudo isso emoldurado pela colagem e psicodelia criativa, introduzidas na arte do CINEfoot 10 pela diretora de Arte Daniela Fernandes e pela designer Marina Venancio.

“Celebrando as camisas 10 mais encantadoras do Brasil e do mundo, o CINEfoot segue firme na sua trajetória de abrir espaço para a difusão de uma cinematografia que raramente chega às telas e, ao mesmo tempo, promover a cultura do futebol, o respeito, além das manifestações que expressem as faces humanas, democráticas e libertárias do futebol”, declara Antonio Leal, idealizador e curador do festival.

Outra novidade é o CINEFOOT NIGHT SERIES, que traz pela primeira vez no festival obras seriadas.

Além do Estação Net Botafogo, o  CINEFOOT terá como sedes o CCBB-Centro Cultural Banco do Brasil,  CCJF-Centro Cultural Justiça FederalPonto Cine Guadalupe e Cine Arte UFF, em Niterói.

Correndo atras
Foto divulgação Globo Filmes “Correndo Atrás”, de Jefferson De

Programação Completa

SESSÃO ESPECIAL DE ABERTURA / ESTAÇÃO NET BOTAFOGO

Dia 5/9, quinta-feira, às 20h30

CORRENDO ATRÁS, Dir. Jeferson De (Fic, 78 min, Brasil, 2018)Protagonizado por Aílton Graça e pelo jovem Juan Paiva, tem Direção de Jeferson De. Na trama adaptada do livro “Vai na Bola, Glanderson!”, do casseta Helio de la Peña, o jovem Glanderson tenta um lugar ao sol no futebol com a ajuda de Paulo Ventania, um malandro boa praça.

SINOPSE: Paulo Ventania é brasileiro, um típico “sobrevivente do dia-a-dia”, sempre fazendo o melhor para trazer felicidade em sua vida e felicidade para ele significa dinheiro. Ao encontrar-se num beco sem saída, ele descobre a oportunidade de se tornar um empresário de jogador de futebol, levando um garoto do bairro a se tornar o novo grande jogador do futebol internacional. Atravessando os subúrbios do Rio ele encontra Glanderson, um jovem com um enorme talento para o futebol dada a ausência de dois dedos no pé direito. Com bom humor, grandes esperanças e muitos erros, a dupla quixotesca tenta o melhor para tornar o sonho realidade.

Direção: Jeferson De; Roteiro: Helio de La Peña, Jeferson De; Direção Musical: BNegão; Montagem: Jeferson De; Edição de Som: Ariel Henrique; Produção Executiva: Kiki Garcia; Produção Associada: Cacá Diegues; Direção de Arte: Marines Mencio; Direção de Fotografia: Cristiano Conceição; Figurino: Luciana Buarque; Produção de Elenco: Athenea Bastos, Vania Ferreira; Elenco: Aílton Graça; Juan Paiva; Juliana Alves; Tonico Pereira; Lázaro Ramos; Helio de la Peña; Rocco Pitanga; Dadá Coelho; Francisco Gaspar; Lellêzinha; Nicole Bahls; Teka Romualdo; Coprodução Raccord Filmes, RioFilme, Canal Brasil, Telecine, Globo Filmes.

06/09, SEXTA, ÀS 19h – “CINEFOOT NIGHT SERIES”

A produção de séries com temática futebolística tem crescido mundialmente e o Brasil segue firme no desenvolvimento de conteúdos neste formato. Numa iniciativa inédita, o 10˚ CINEFOOT realiza um sessão especial com episódios de obras seriadas brasileiras de futebol. Uma noite para curtir cinco séries na tela grande.

CHUTEIRA PRETA

Dir. Paulo Nascimento (Fic, 36 min, Brasil, RS, 2019)

O lado obscuro do submundo do futebol, a corrupção de alguns dirigentes, a influência religiosa no vestiário, o relacionamento com ex-mulheres, a família pedindo dinheiro, um drama que mostra o lado B de um universo desconhecido. Kadu tenta retomar sua carreira com ajuda do tio, mas uma descoberta do passado faz com entre em contato com uma realidade totalmente desconhecida. Ao mesmo tempo, seu empresário revela um acordo feito com a Máfia Russa que complica ainda mais sua situação.

ACHEI! MARCO ANTÔNIO BOIADEIRO

Dir. Gustavo Machado (Doc, 18 min, Brasil, RJ, 2019)

Marco Antônio Boiadeiro, ex-jogador de futebol. Aos 15 anos, fez um teste no Botafogo de Ribeirão Preto e passou. Depois foi para o Guarani, onde jogou com Tite. Em 1989, ganhou o Campeonato Brasileiro com o Vasco. No Cruzeiro, conquistou o bicampeonato da Supercopa Libertadores em 1991 e 1992. Até ser convocado para a Copa América de 1993.

RAIZ DO FUTEBOL – PRAIA

Dir. Paulo Junior (Doc, 10 min, Brasil, SP, 2019)

O Brasil ainda é o país do futebol mesmo depois do 7×1? Difícil dizer. O que dá, sim, para dizer, é que o caso de amor entre o brasileiro e a bola não acabou. Raiz do Futebol trata da paixão que o país tem pelo jogo. Em “Praia”, o futevôlei, a altinha, o beach soccer e a beira do mar na identidade do futebol brasileiro.

VERSUS: CORINTHIANS X FLUMINENSE

Dir. Dayyán Morandi (Doc, 10 min, Brasil, RJ, 2019)

“Versus” narra os bastidores do confronto entre Corinthians x Fluminense pelas Quartas de Finais da Copa Sul-Americana. A série foi gravada simultaneamente no Rio de Janeiro e São Paulo e mostra toda a emoção de um confronto de dois times brasileiros em uma competição internacional. Retrata, de maneira inovadora no esporte, as emoções dos bastidores de dois dos principais clubes de futebol do Brasil. A alegria e a dor, a vibração e o choro, sentimentos que são contrastados em um momento de decisão. Apenas um time segue trilhando seu caminho na Sul-Americana.

OS INDOMÁVEIS – PAULO CÉZAR CAJU

Dir. Marcelo Pizzi (Doc, 12 min, Brasil, RJ, 2019)

“Os Indomáveis” mostra vida e carreira de craques polêmicos do futebol brasileiro. Na primeira temporada, Paulo Nunes, Edílson Capetinha, Marcelinho Carioca e Vampeta. Na segunda, Djalminha, Romário, Paulo Cézar Caju, Serginho Chulapa e Luis Fabiano.

06/09, SEXTA, ÀS 21h

MILÉSIMO GOL-MUSEU DA PELADA

Produção Museu da Pelada (Doc, 15 min, Brasil, RJ, 2019)

O milésimo gol de Pelé na visão de dois personagens deste momento marcante da história do futebol.

O Museu da Pelada, espaço de irreverência e memória do futebol brasileiro, apresenta um filme curto sobre com personagens que estiveram em campo no jogo em que Pelé assinalou o seu milésimo gol. Na mesma sessão, o filme “O TEMPO E A BOLA”, de Pedro Asbeg, aborda as dificuldades  enfrentadas por vários craques para encarar a aposentadoria dos gramados.

Após a sessão, um bate-papo sobre os 50 anos do milésimo gol e a carreira do jogador de futebol com a presença de atletas, Pedro Asbeg,  Sergio Pugliese, idealizador do Museu da Pelada, Cacá, o bandeirinha da partida Santos x Vasco na qual o gol mil foi marcado e Pedro Asbeg.

07/09, SÁBADO, ÀS 19h – “PERU – PAÍS-HOMENAGEADO”

Sessão especial de homenagem ao Peru país convidado de 2019. Exibição de dois filmes reveladores da paixão dos torcedores peruanos pela sua Seleção: “O TORCEDOR” (Direção Chriss Porras Quintanilla) e “CONTIGO PERU” (Direção Eduardo Mendoza).

08/09, DOMINGO, ÀS 19h – “HOMENAGEM FUTEBOL FEMININO”

Lançamento do filme “RADAR, UM TIME! UMA NAÇÃO!” (Direção Douglas Lima e Jefferson Rodrigues) sobre o pioneirismo do futebol praticado pelas mulheres no Brasil através da história do RADAR, um clube saiu da praia para dominar os campos e a modalidade na década de 80, encheu o Maracanã e foi responsável pela formação da primeira Seleção Brasileira.

09/09, SEGUNDA, ÀS 19h – “100 ANOS DA CONQUISTA DO SUL-AMERICANO / 100 ANOS DO ESTÁDIO DAS LARANJEIRAS”

Sessão especial de homenagem ao centenário de dois fatos marcantes da história do futebol brasileiro: a conquista do Campeonato Sul-Americano pela Seleção Brasileira e a inauguração do Estádio das Laranjeiras, palco deste triunfo pioneiro.

Exibição do filme “A PRIMEIRA ESTRELA”

A PRIMEIRA ESTRELA, Dir. Giovanni Sanfilippo (Doc, 20 min, Brasil, RJ, 2019)

A Primeira Estrela revisita o a história do título que fundou a trajetória vencedora da Seleção Brasileira em 1919, recriando no videogame o gol de Artur Friedenreich que deu a vitória ao Brasil contra o Uruguai na final disputada no Estádio das Laranjeiras.

SESSÃO ESPECIAL DE ENCERRAMENTO E PREMIAÇÃO

ESTAÇÃO NET BOTAFOGO

Dia 10/9, terça-feira, às 20h30

Cerimônia de encerramento e premiação. Entrega das Taças Cinefoot de Melhor Curta e Melhor Longa-Metragem. Entrega do Troféu João Saldanha, destinado ao filme que melhor expressa as faces humanas, democráticas e libertárias do futebol.

Após a premiação, exibição hors concours deSANTOS DE TODOS OS GOLS” (leia nossa crítica AQUI), Direção Lina Chamie.

SANTOS DE TODOS OS GOLS, Dir. Lina Chamie (Doc, 84 min, Brasil, SP, 2019) – 12 anos

O gol é o momento mágico do futebol. Mas o que é o gol? É o instante em que uma boa atravessa uma linha? A catarse do torcedor, do jogador, o coração do jogo, êxtase, vitória, redenção, derrota, tragédia, orgasmo, alivio, vingança? Tudo isso e mais um pouco? A sensação do gol através do clube que mais marcou gols na história do futebol mundial.

Santos de Todos os Gols
Foto divulgação. Filme: “Santos de Todos os Gols”, de Lina Chamie

MOSTRA ESPECIAL “[email protected] & [email protected]

De 06 a 9 de setembro

CCBB – Centro Cultural Banco do Brasil

 A Mostra Especial “[email protected] & [email protected]” é um segmento não competitivo do CINEFOOT que reúne filmes que abordam a paixão dos torcedores, direitos humanos, questões de gênero, raça, memória, identidade, bem como as faces humanas, democráticas e libertárias do futebol. A Mostra concentra as atividades de reflexão organizadas pelo CINEFOOT realizando algumas sessões seguidas de debate com o público.

Em 2019, a coordenação destes encontros será de Leda Costa, Pesquisadora do LEME (Laboratório de Estudos em Mídia e Esporte) da UERJ e Professora do curso de Comunicação da Unicarioca.

21 filmes participam da mostra que terá bate-papo com o público após as seguintes sessões:

SEXTA, 06/09, 19h

Na sexta-feira, 06/09, às 19h, acontece no CCBB a sessão com acessibilidade. Filme programado:

SANTOS DE TODOS OS GOLS, Dir. Lina Chamie (Doc, 84 min, Brasil, SP, 2019)

O gol é o momento mágico do futebol. Mas o que é o gol? É o instante em que uma boa atravessa uma linha? A catarse do torcedor, do jogador, o coração do jogo, êxtase, vitória, redenção, derrota, tragédia, orgasmo, alivio, vingança? Tudo isso e mais um pouco? A sensação do gol através do clube que mais marcou gols na história do futebol mundial.

SÁBADO, 07/09, 19h

ÚLTIMA FINAL, Dir. Fernando Martinho (Doc, 24 min, Brasil, RJ, 2019)

O OUTRO SUPERCLÁSSICO, Dir. Santiago Dulce (Doc, 7 min, cor, Brasil/Argentina, 2014)

EM LA BOCA, Dir. Matteo Gariglio (Doc, 25 min, Suíça/Argentina, 2016)

DOMINGO, 08/09, 17h

GERAÇÃO PENEIRAS, Dir. Bárbara Bárcia, Claudia Alves, Fernanda Prestes (Doc, 12 min, Brasil, RJ, 2019)

NOS CHAMAM GUERREIRAS, Dir. Jennifer Socorro, Edwin Corona Ramos, David Alonso (Doc, 83 min, Venezuela, 2018)

SEGUNDA, 09/09, 19h

25 ANOS SEM DENER, Dir. Gustavo Werthein e Karin Duarte (Doc, 28 min, Brasil, RJ, 2019)

PELÉ, O ÚLTIMO SHOW, Dir. Emanuela Audisio e Matteo Patrono (Doc, 52 min, Itália, 2018)

CINEFOOT EM NITERÓI / CINE ARTE UFF

De 06 a 09 de setembro

O CINE ARTE UFF recebe o CINEFOOT em Niterói pelo terceiro ano consecutivo, apresentando uma seleção especial de filmes inéditos na cidade. Destaque para a produção niteroiense “RADAR, UM TIME! UMA NAÇÃO!” (Direção Douglas Lima e Jefferson Rodrigues), que fará a estreia dia 07/09, às 19h, no CINE ARTE UFF, com a presença dos Diretores.

SEXTA, 06/09, 19H

TRIUNFO, Dir. Kreshnik Jonuzi, Luftar Von Rama, Charlie Askew (Doc, 88 min, Estados Unidos, 2017) – 12 anos

Em relação ao futebol, a Albânia dificilmente está no mapa e quando se classifica para a UEFA Euro 2016 em um jogo contra a Sérvia, seus torcedores estão em êxtase. No entanto, as tensões étnicas fazem surgir conflitos acalorados e um drone sobrevoa o estádio com uma bandeira que ilustra a Grande Albânia. Este contexto político toca o futebol intensamente e vice-versa.

SÁBADO, 07/09, 19H

RADAR, UM TIME! UMA NAÇÃO!, Dir. Douglas Lima e Jefferson Rodrigues (Doc, 25 min, Brasil, RJ, 2019) – 12 anos

Quando o futebol feminino foi autorizado no Brasil em 1979, um clube saiu da praia para dominar os campos e a modalidade na década de 80. O RADAR E.C. foi o precursor do futebol feminino no Brasil, encheu o Maracanã, e foi responsável pela formação da primeira Seleção Brasileira. Uma história apaixonante de um clube que representou uma nação.

NOS CHAMAM GUERREIRAS, Dir. Jennifer Socorro, Edwin Corona Ramos, David Alonso (Doc, 83 min, Venezuela, 2018) – 12 anos

Em um país dilacerado pela agitação política e econômica, uma equipe de mulheres jovens refugia-se em um esporte que se eleva acima de sua pobreza pessoal e do status social de gênero. Quando a equipe Sub-17 fica invicta em toda a América do Sul, essas mulheres estão em posição de ganhar nova aceitação e voz.

DOMINGO, 08/09, 19H

O TORCEDOR, Dir. Chriss Porras Quintanilla (Fic, 7 min, México/Peru, 2018) – 12 anos

Inti de 7 anos vive a pior tarde da sua curta vida, como seu ídolo Paolo Guerrero, quando perde a partida que poderia levar a Seleção do Peru para a Copa do Mundo depois de 36 anos, tendo como único aliado a sua mãe-avó Lu, que parece ter uma enfermidade diante das jogadas da Nova Zelândia.

CONTIGO PERU, Dir. Eduardo Mendoza (Doc, 100 min, Peru, 2018) – 12 anos

A classificação histórica da seleção peruana para a Copa do Mundo de 2018 na Rússia e sua participação no olhar intimista dos jogadores, do comando técnico e dos torcedores peruanos que, com seu incessante e incondicional incentivo, se tornaram a melhor torcida do mundo.

SEGUNDA, 09/09, 19H

3 PÉS, Dir. Giselle Geney (Fic, 14 min, Colômbia, 2018) – 12 anos

A história de Gonzalo, um menino de 10 anos que mora numa cidade no campo colombiano e tem que chegar com os sapatos limpos na sua escola para evitar o pior castigo do mundo: que seu professor tire a sua bola até o final do ano.

YASMINA, Dir. Claire Cahen, Ali Esmili (Fic, 21 min, França, 2018) – 12 anos

Yasmina, de 15 anos, do Marrocos, é apaixonada pelo portão do clube de futebol Saint-Étienne. Porém um drama familiar pode interromper seu sonho.

PELÉ, O ÚLTIMO SHOW, Dir. Emanuela Audisio e Matteo Patrono (Doc, 52 min, Itália, 2018) – 12 anos

Em 1977 o Rei do Futebol deixou seu trono vago. Uma viagem pelo último jogo de Pelé. Portland, Oregon, diante de mais de 35.000 pessoas, Pelé faz sua última partida como profissional no final de uma carreira prodigiosa.

PONTO CINE GUADALUPE / SESSÃO DENTE DE LEITE

 Dia 06/09 – sexta-feira, às 14h

Um espaço particularmente dedicado às sessões voltadas para o público infantojuvenil.  Uma curadoria especialmente elaborada com filmes para esta faixa etária.

PROGRAMAÇÃO: O PRIMEIRO JOÃO Dir. André Castelão; O TORCEDOR Dir. Chriss Porras; GAÚCHOS CANARINHOS Dir. Renê Goya Filho; DOIS PÉS ESQUERDOS  Dir. Isabella Salvetti; A CULPA É DO NEYMAR Dir. João Ademir; 3 PÉS  Dir. Giselle Geney; ZIMBÚ Dir. Marcos Strassburger Souza; CRAQUE Dir. Julián Candón

AS MOSTRAS COMPETITIVAS DE CURTAS E LONGAS-METRAGENS

ESTAÇÃO NET BOTAFOGO

Para a MOSTRA COMPETITIVA DE LONGAS-METRAGENS no Rio de Janeiro, o CINEFOOT reúne oito filmes, todos inéditos no Brasil.

MOSTRA COMPETITIVA DE LONGA-METRAGEM

1) O Tempo e a Bola (Dir. Pedro Asbeg, Brasil);

2) Contigo Peru (Dir. Eduardo Mendoza, Peru);

3) Espírito da Bola (Dir. Murad Abu Eisheh, Alemanha);

4) Futebol Chamado Masopust (Dir. Jozef Horal, República Tcheca);

5) Nos Chamam Guerreiras (Dir. Jennifer Socorro, Edwin Corona Ramos e David Alon, Venezuela);

6) Pelé – O Último Show (Dir. Emanuela Audisio e Matteo Patrono, Itália);

7) La Superball (Dir. Agustín Sinibaldi, Argentina);

8) O Último Jogo (Dir. Roberto Studart, Brasil).

Para a MOSTRA COMPETITIVA DE CURTAS-METRAGENS no Rio de Janeiro, o CINEFOOT selecionou 10 filmes:

MOSTRA COMPETITIVA DE CURTA-METRAGEM

1) 3 Pés (Dir. Giselle Geney, Colômbia);

2) A Bola de Ouro (Dir. Martín Valverde Watson, México);

3) Al Kora (Dir. Amal Al Muftah, Catar);

4) Nefta Football Club (Dir. Yves Piat, França);

5) O Torcedor (Dir. Chriss Porras, México/Peru);

6) Yasmina (Dir. Claire Cahen e Ali Esmili, França);

7) 80 Legends-Fight (Dir. Orlando Pirates FC, África do Sul);

8) Radar, Um Time! Uma Nação! (Dir. Douglas Lima e Jefferson Rodrigues, Brasil);

9) NC5 Contra a Lei do Impedimento (Dir. Lucio Branco, Brasil);

10) Soccer Boys (Dir. Carlos Guilherme Vogel, Brasil).

O CINEFOOT premiará os melhores filmes de curta e longa metragens exclusivamente através do voto popular.

 

Programação completa: https://cinefoot.org/

Serviço

10º CINEFOOT – Festival de Cinema de Futebol (Rio de Janeiro)

ESTAÇÃO NET BOTAFOGO: Rua Voluntários da Pátria, 88 – Botafogo

De 5 a 10 de setembro.

Sala 1: 249 lugares.

CCBB-CENTRO CULTURAL BANCO DO BRASIL: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro

De 6 a 9 de setembro.

Capacidade: Sala 1: 98 lugares

CCJF-CENTRO CULTURAL JUSTIÇA FEDERAL: Av. Rio Branco, 241 – Centro

De 6 a 8 de setembro.

Capacidade: 56 lugares.

PONTO CINE GUADALUPE: Estrada Camboatá, 2300 – Guadalupe

6 de setembro.

Capacidade: 73 lugares.

CINE ARTE UFF: Rua Miguel de Frias, 9 – Icaraí, Niterói

De 6 a 9 de setembro, às 19h

Capacidade: 525 lugares.

*Todas as sessões possuem entrada franca e sujeita à lotação da sala.

Classificação: 12 anos

Entrada franca em todas as sessões.

Anuncie no Vertentes do Cinema

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *