Fernanda de Freitas Sahdo, nasceu em São José do Rio Preto, 25 de fevereiro de 1980, é atriz. No cinema, participou de “Cidade Baixa”, “Zuzu Angel”, “Tropa de Elite”, “A casa da mãe Joana”. Seu último filme, que está na mostra competitiva do Festival do Rio, é “Malu de Bicicleta”, interpretando a personagem principal.

VC: Você escolhe os filmes baseando-se na crítica?
DC: Eu prefiro o boca-a-boca, até porque a crítica é a opinião de uma pessoa só. Como já dizia Nelson Rodrigues, ‘A unanimidade é burra”. Eu prefiro ouvir a opinião de várias pessoas. Tem que ver para criar a própria opinião. A opinião de um crítico pesa, é óbvio. Se me chama a atenção, independente da crítica, eu vou assistir.
VC: Como funciona a sua escolha: pelo todo ou prefere elementos cinematográficos (roteiro, fotografia etc.)?
DC: Meryl Streep vai me levar ao cinema, independente de qual for a história, porque eu sou muito fã do trabalho dela. Qualquer um do Marlon Brando, mesmo sendo fraco, porque quero ver o trabalho do ator. Almodovar com seu “Volver”. Algumas pessoas me falaram mal, mas eu quis ver, porque eu gosto do cinema que este diretor faz.
VC: Qual foi o último filme que assistiu no cinema?
DC: “Sonhos de um sedutor”, que é um dos primeiros filmes que Woody Allen faz como ator. É um filme maravilhoso. Eu queria muito ter visto ontem “Vips”, mas estava no estúdio gravando S.O.S Emergência.
VC: OBRIGADO!

Anuncie no Vertentes do Cinema

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *