Pierre Baitelli tem 26 anos. É ator. No teatro, fez “Despertar da Primavera”, “Anne Frank” e está em “Hair”. Na televisão fez “Cinquentinha”, o seriado global. E está no filme “Como esquecer”.

VC: Você escolhe os filmes baseando-se na crítica?
PB: De maneira nenhuma, principalmente trabalhando como ator, de teatro, você vê que o ponto de vista da crítica é muito particular. Tem coisas que eu amo e os críticos acabam. E tem coisas que não gosto e os críticos idolatram. É muito pessoal. Certamente, não vou pela crítica. Os amigos que eu confio, eu sigo a opinião, porque entendem de arte.
VC: Como funciona a sua escolha: pelo todo ou prefere elementos cinematográficos (roteiro, fotografia etc.)?
PB: O desejo de fazer cinema, o desejo de conhecer os diretores, os atores e saber o que está acontecendo no cinema brasieleiro e mundial.
VC: Qual foi o último filme que assistiu no cinema?
PB: Eu estou trabalhando muito. Faz muito tempo que eu não vou ao cinema de tanto trabalho que eu tô tendo. Engrenando um trabalho no outro. Eu quero muito assistir “Elvis e Madona”.
VC: OBRIGADO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *