NC5 contra a lei do impedimentoNC5

Divagações de um  peripatético sobre a vida

Por Chris Raphael

Durante o Festival Cinefoot 2019

NC5 contra a lei do impedimento” (2019) é o título deste curta-metragem, que de certa forma, teve origem no longa-metragem “Barba, Cabelo & Bigode”, e que traz à tona, com leveza e bom humor , as impressões de Nei Conceição  sobre vida, morte, futebol e outras coisas cotidianas. Produção de 2018, esta película  possui  direção, roteiro, pesquisa e produção de Lúcio Branco, que também assina o argumento, junto com Nei Conceição.

Ressaltamos que a narração do filme é do próprio Nei Conceição, o que o  torna mais informal, aumentando o grau de apreensão da informação. Podemos ver fotografias antigas de outros craques como Mané Garrincha e Ademir da Guia. Observamos  também recortes de alguns filmes de partidas de futebol de outrora. Uma sessão nostálgica e bem trabalhada, de um passado glorioso do futebol brasileiro.

Nei Conceição é um ex-futebolista brasileiro, que atuava como meia (cabeça de área) no Botafogo . Seu nome de batismo é Nei da Conceição Moreira e nasceu no dia de N.Sa da Conceição, em São João de Meriti,  dentro de uma família já agraciada por outros atletas no mesmo esporte, como seu pai e seu tio.

Aos que puderam assistí-lo em ação, consta que foi craque em sua época, chegando mesmo a ser convocado por Zagallo  para integrar a seleção brasileira de 1970. Infelizmente foi cortado, com alegação de “temperamento difícil”. Esta homenagem será muito bem recebida pelos amantes do futebol, já que este atleta caiu no ostracismo por se rebelar contra as regras dos cartolas que comandavam os clubes.

Então, neste filme “NC5 contra a lei do impedimento” , integrante da seleção do Festival Cinefoot 2019,  que o celebra, ouvimos suas divagações , suas opiniões sobre  vida, morte,  dinheiro e principalmente sobre futebol, acrescidas ainda de comparações com o futebol-arte, mais antigo , e o futebol atual, mais exigente na performance, seus comentários sobre alguns outros colegas de esporte e até mesmo sobre a lei do impedimento, que, na sua opinião, deveria ser impedida.

Desta maneira, este peripatético dos dias de hoje externa suas impressões singelas e ingênuas e estas  vão sendo disseminadas e espalhadas ao vento, como sementes. Oxalá floresçam um dia.

Anuncie no Vertentes do Cinema

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *