Festival de Cannes | Queer Palm 2019

Facebook
Twitter
WhatsApp
Pinterest
LinkedIn

Queer Palm 2019

O Júri do Prêmio LGBTQ+ anunciou nesta sexta-feira, dia 24/05, o vencedor. O longa-metragem “Portrait de la jeune fille en feu”, de Céline Sciamma, que concorre na categoria oficial a Palma de Ouro. Este é o primeiro ano que o prêmio foi concedido a uma mulher, em dez edições.

” O filme que escolhemos para recompensar (…) não é apenas uma história lésbica, mas, antes de mais nada, um grande filme “, justificou o júri presidido pela atriz Virginie Ledoyen e composto pelo diretor Claire Duguet, a atriz e cantora Kee-Yoon Kim, os diretores Marcio Reolon e Filipe Matzembacher (de “Tinta Bruta”).

” O júri ficou impressionado com a maestria artística do cineasta e pela forma como ela olha para a criação artística, o coração ardente deste filme, e fomos também movidos pela irmandade que habita este trabalho: destino dos personagens para trabalhar com as atrizes e até mesmo na equipe técnica e artística “, complementou-se.

Criado em 2010 pelo crítico Franck Finance, o prêmio trata temas altersex (homossexual, bissexual, transexual), e é equivalente ao Teddy do Festival de Berlim.

O júri 2019 também premiou o curta-metragem “La distance entre le ciel et nous”, do grego Vasilis Kekatos.

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *