Ága

Festival de Berlim 2018: “Ága”


Do diretor búlgaro Milko Lazarov (de “One Hundred Years of Solitude”, “Alienation”), 96 minutos. Com Mikhail Aprosimov, Feodosia Ivanova, Galina Tikhonova.


***** Fora de Competição. “Ága”, do diretor búlgaro Milko Lazarov, é um filme único, que nos mergulha completamente no tempo real na vida de um casal esquimós. Pensamos com nossos botões: o porquê deste não estar na competição oficial.


O caçador de renas Nanook e sua esposa Sedna vivem em algum lugar nos resíduos gelados do norte. Sua vida diária é árdua, mas eles nunca se queixam. Pelo contrário: contam as lendas antigas e seus sonhos. Não importa se eles estão descrevendo encontros imaginários com animais, humanos, vivos ou mortos, tudo tem seu significado.

Sedna está doente. Ela gosta de falar sobre Ága, sua filha que deixou a casa anos atrás para trabalhar muito longe em uma mina de diamantes. Ele pode falar sobre tudo com sua esposa, sobre fantasmas e sobre deuses, mas não sobre a filha. O que acontecerá com o velho quando Sedna partir para a eternidade?


“Ága” integra a seleção fora de competição do Festival de Berlim 2018.

5 Nota do Crítico 5 1

Banner Vertentes Anuncio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.