Mostra Um Curta Por Dia mes 12

Tudo Sobre o Festival Cine PE 2024

CINE PE 2024

Tudo Sobre o Festival Cine PE 2024

28ª Edição do Cine PE divulga programação completa com recorde de inscrições, abre com novo longa de Guel Arraes e homenageia Tânia Alves 

Por Clarissa Kuschnir

Retornando ao primeiro semestre novamente (como sempre ocorreu o festival durante muitos anos), o Cine PE – Festival do Audiovisual anunciou a relação completa dos filmes que farão parte da programação de sua 28ª edição, que ocorrerá entre os dias 06 a 11 de junho. Com o tema “Ver, Ouvir, Sentir”, o festival faz uma homenagem à conexão profunda e multifacetada entre a música e o cinema. Na noite de 6 de junho, além do filme de abertura, o palco do Teatro do Parque recebe um concerto sinfônico da Orquestra Bravo, trazendo releituras de músicas famosas da sétima arte sob a batuta do maestro Dierson Torres.

Com recorde de inscritos, o Cine PE recebeu 982 produções (entre curtas e longas-metragens) superando o ano de 2023, em que teve 752 filmes concorrentes. A programação deste ano, conta com um total de 38 filmes sendo 5 longas selecionados para: a Mostra Competitiva de Longas-Metragens; 8 curtas que integram a Mostra Competitiva de Curtas-Metragens Pernambucanos, e 15 curtas, que compõem a Mostra Competitiva de Curtas-Metragens Nacionais.

Os cinco longas nacionais selecionados para a Mostra Competitiva são: “Memórias de um Esclerosado”, de Thaís Fernandes e Rafael Corrêa; “Cordel do Amor Sem Fim”, de Daniel Alvim; “Invisível”, de Carolina Vilela e Rodrigo Hinrichsen; “Geografia Afetiva”, de Mari Moraga; e “No Caminho Encontrei o Vento”, de Antonio Fargoni.

O filme escolhido para abrir o festival, no dia 06 de junho na Mostra Hors-Concours é “Grande Sertão”, de Guel Arraes. Adaptação do clássico “Grande Sertão: Veredas”, de João Guimarães Rosa, o longa transpõe o universo da violência dos jagunços do sertão para o território das organizações criminosas de uma periferia urbana, cercada por muros gigantescos, em um tempo indeterminado. A história, narrada em tom épico, segue a trajetória de Riobaldo (Caio Blat), professor que ingressou no bando por amor a Diadorim (Luísa Arraes), uma das integrantes do grupo.

Como no último ano, o festival exibirá fora da competição, a Mostra Inquietações, que faz parte da programação paralela dentro do festival, ocupa o Cinema do Porto/Cinema da Fundação, no Bairro do Recife, nos dias 8 e 9 de junho. Ao longo dos dois dias serão exibidos 9 curtas-metragens: “Era uma Noite de São João”, de Bruna Velden; “Utopia Muda”, de Júlio Matos; “Estação Janga-Lua (O Segundo Mundo do Rádio)”, de Rui Mendonça; “Dinho”, de Leo Tabosa; “Adam”, de Ana Catarina; “Cida Tem Duas Sílabas”, de Giovana Castellari; “Lagrimar”, de Paula Vanina; “Seu Adauto”, de Edvaldo Florêncio dos Santos; e “Destino Brasília”, de Kalyne Almeida, Leandro Cunha e Sandro Alves de França.  As sessões são gratuitas e começam às 14h.

Tania Alves

A homenageada deste ano será a atriz e cantora Tânia Alves , uma multiartista de teatro, cinema e TV, que durante todos esses anos  esteve em inúmeros trabalhos de destaque como nos “Cabaré Mineiro” que lhe rendeu o Kikito de melhor atriz coadjuvante, em 1981, “Parahyba , Mulher Macho, onde recebeu diversos prêmios internacionais; O Olho Mágico do Amor que lhe valeu o prêmio de melhor atriz pela Associação Paulista d Críticos de Arte (APCA); Na Tv um dos seus papéis mais marcantes foi na minissérie “ Lampião e Maria Bonita” e no Teatro esteve a frente dos musicais” Ópera do Malandro”, E daí Isadora, sob a direção de Bibi Ferreira, Tieta do Agreste  e da peça “Monólogos da Vagina”, sucesso de Miguel Falabella.

Realizado por Sandra e Alfredo Bertini, o 28º Cine PE traz na curadoria dos filmes três profissionais ligados ao audiovisual: a crítica de cinema, jornalista, criadora e editora-chefe do site Nervos, Nayara Reynaud; o crítico e programador do circuito Cine Materna, Edu Fernandes; e, em sua primeira participação como curadora do Cine PE, a professora, consultora de roteiro e crítica de cinema Carissa Vieira, colunista do site Cinem(ação). De acordo com os curadores, dos 28 títulos selecionados para as Mostras Competitivas, 15 são inéditos no Brasil. São 6 curtas nacionais e 4 curtas pernambucanos, além dos 5 longas-metragens, que fazem sua estreia oficial no festival.

O Júri Oficial de cada categoria das Mostras Competitivas de longas nacionais será composto por: Carol Castro, Edson Celulari, o diretor, produtor, roteirista e artista visual Marcus Ligocki Jr., o cineasta Joel Zito Araújo e a escritora Adriana Falcão. O de curtas: a produtora Julia Barreto, Marilha Naccari, diretora-presidente da ONG Panvision, que atua em prol do desenvolvimento e integração do audiovisual na América Latina; Marlom Meirelles, diretor da produtora Eixo Audiovisual e idealizador do Curta na Serra – Festival de Cinema ao Ar Livre; a atriz, diretora e roteirista pernambucana Pally Siqueira e o cineasta paraibano André da Costa Pinto. Todos eles responsáveis por indicar os vencedores do Troféu Calunga. As categorias de longa-metragem incluem Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Atriz Coadjuvante, Melhor Roteiro, Melhor Fotografia, Melhor Direção de Arte, Melhor Trilha Sonora, Melhor Edição de Som e Melhor Montagem, enquanto as categorias de curta-metragem premiam Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Roteiro, Melhor Fotografia, Melhor Direção de Arte, Melhor Trilha Sonora, Melhor Edição de Som e Melhor Montagem.

Além das categorias premiadas pelo Júri Oficial, cabe ao público selecionar os vencedores do Júri Popular. Ao final de cada noite de exibição, os espectadores poderão entrar no site oficial do festival, o festivalcinepe.com.br, para votar em seus favoritos. A plataforma servirá como um agregador de informações sobre o evento e contará com a ficha técnica de todos os filmes.

No âmbito educacional, como de costume, o festival reunirá alunos de escolas públicas municipais e estaduais para duas sessões especiais dentro da programação do evento. A Mostra Infantil, fora da competição, acontece nos dias 13 e 14 de maio, no cinema do Teatro do Parque, e exibe os filmes “A Fada do Dente”, de Caroline Origer e “Coração de Fogo”, de Laurent Zeitoun e Theodore Ty.

O QG do festival será no hotel Beach Class Convention, localizado na Rua Maria Carolina, 661, em Boa Viagem, onde acontecem as coletivas de imprensa do evento. O hotel também recebe os convidados e imprensa especializada de todo o Brasil. Os debates sobre os filmes ocorrerão sempre na manhã seguinte à exibição.

Lançamento de livro

O educador e economista Cristovam Buarque traz para o Recife seu livro “Conversa com Edmar Bacha”. Em 2022, Buarque e Bacha participaram do seminário “Cenários Econômicos, Políticos e Sociais para 2023: O que Será do Brasil?”, que integrou a programação do 26º Cine PE; um dos resultados desse encontro foi a decisão de escrever este livro. Nesta edição, os dois economistas se reencontram para debater sobre a obra e os desafios e oportunidades para o desenvolvimento do país. Nascido no Recife, Cristovam Buarque foi reitor da UnB, governador do Distrito Federal, senador da República e Ministro da Educação, quando criou o programa Bolsa-Escola. O mineiro Edmar Lisboa Bacha foi um dos integrantes da equipe econômica que criou o Plano Real e atualmente ocupa a cadeira de número 23 da Academia Brasileira de Letras, cujo patrono foi José de Alencar.

Troféu Calunga

O Troféu Calunga é oferecido aos vencedores das mostras competitivas de curtas e longas-metragens. A Calunga é a boneca carregada pela sacerdotisa dos cultos afro-brasileiros durante a apresentação do maracatu. Ela faz parte das cerimônias religiosas, onde recebe o nome de uma princesa e representa uma divindade, expressando um objeto de força e proteção. O Troféu Calunga é uma criação da artista plástica Juliana Notari. Os homenageados do Cine PE são contemplados com a Calunga de Ouro e os filmes vencedores, com a Calunga de Prata.

Premiações

De acordo com o regulamento do Cine PE, são 12 categorias de prêmios para a Mostra Competitiva de Longas-Metragens: Melhor Filme, Direção, Roteiro, Fotografia, Montagem, Edição de Som, Trilha Sonora, Direção de Arte, Ator Coadjuvante, Atriz Coadjuvante, Atriz e Ator. Os filmes das Mostras Competitivas de Curtas-Metragens Nacionais e Pernambucanos são julgados em dez categorias: Melhor Filme, Direção, Roteiro, Fotografia, Montagem, Edição de Som, Trilha Sonora, Direção de Arte, Ator e Atriz.

Além da premiação oficial, o Canal Brasil oferece o Prêmio Canal Brasil de Curtas, no qual um júri composto por jornalistas e críticos de cinema escolhe o melhor filme de curta-metragem em competição. O vencedor recebe o Troféu Canal Brasil e um prêmio de R$ 15 mil, além de ser exibido na grade de programação.

Ingressos

Por mais um ano, a entrada em todas as sessões será gratuita. Em comum acordo com a Prefeitura do Recife, gestora do Cinema do Teatro do Parque, a realizadora Sandra Bertini optou mais uma vez pela gratuidade, para “demarcar o cinema como um espaço de todos e para todos”. Durante o festival, a bilheteria do cinema estará aberta diariamente, a partir das 17h, para retirada dos ingressos. A distribuição das entradas estará sujeita à lotação da sala.

A Fada do dente

PRÉVIAS DO FESTIVAL

13 DE MAIO (segunda-feira)

MOSTRA INFANTIL DE CINEMA

Hora: 14h00

Local: Cinema do Teatro do Parque

Acesso: Inscrição prévia da Secretaria de Educação da Prefeitura da Cidade do Recife (alunos da rede pública de ensino)

“A Fada do Dente”, Animação, Direção: Caroline Origer, 85’

14 DE MAIO (terça-feira)

MOSTRA INFANTIL DE CINEMA

Hora: 14h00

Local: Cinema do Teatro do Parque

Acesso: Inscrição prévia da Secretaria de Educação da Prefeitura da Cidade do Recife (alunos da rede pública de ensino)

“Coração de Fogo”, Animação, Direção: Laurent Zeitoun e Theodore Ty, 92’

O Grande Sertao

PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO FESTIVAL CINE PE 2024

6 DE JUNHO (quinta-feira)

ABERTURA OFICIAL

Hora: 19h00

Local: Cinema do Teatro do Parque

Acesso: Gratuito (retirada de pulseira na bilheteria antes da sessão)

Concerto sinfônico da Orquesta Bravo

Regente: Maestro Dierson Torres

Programa: “Música para Cinema”

MOSTRAS DE FILMES

Hora: 19h00

Local: Cinema do Teatro do Parque

Acesso: Gratuito (retirada de pulseira na bilheteria antes da sessão)

Mostra Hors-Concours

“Grande Sertão” (SP), Ficção, Direção: Guel Arraes, 114’


7 DE JUNHO (sexta-feira)

COLETIVA DE IMPRENSA – REALIZADORES

Entrevista coletiva com o realizador do longa-metragem exibido no dia 6 de junho.

Hora: 9h00

Local: Hotel Beach Class Convention (Rua Maria Carolina, 661 – Boa Viagem)

Coordenação: Edu Fernandes (Curador do Cine PE – SP)

Acesso: Gratuito

COLETIVA DE IMPRENSA – HOMENAGEADO(A)

Entrevista coletiva com o(a) homenageado(a) da edição.

Hora: 11h00

Local: Hotel Beach Class Convention (Rua Maria Carolina, 661 – Boa Viagem)

Coordenação: Edu Fernandes (Curador do Cine PE – SP)

Acesso: Gratuito

MOSTRAS DE FILMES

Hora: 19h00

Local: Cinema do Teatro do Parque

Acesso: Gratuito (retirada de pulseira na bilheteria antes da sessão)

Mostra Competitiva de Curtas-Metragens Pernambucanos

“Descarrego” (PE), Documentário, Direção: Joana Claude,10’

“Nova Aurora” (PE), Animação, Direção: Victor Jiménez, 18’

Mostra Competitiva de Curtas-Metragens Nacionais

“Zagêro” (RS), Ficção, Direção: Victor Di Marco e Márcio Picoli, 15’

“Dependências” (RJ), Ficção, Direção: Luisa Arraes, 19’

“Solange Não Veio Hoje” (BA), Ficção, Direção: Hilda Lopes e Klaus Hastenreiter, 21’

“Dentro de Mim” (AL), Documentário, Direção: Dayane Teles, 18’

Mostra Competitiva de Longas-Metragens

“Memórias de Um Esclerosado” (RS), Documentário, Direção: Thaís Fernandes e Rafael Corrêa, 75’


8 DE JUNHO (sábado)

COLETIVA DE IMPRENSA – REALIZADORES

Entrevistas coletivas com os realizadores dos curtas e do longa-metragem exibidos no dia 7 de junho.

Hora: 9h00

Local: Hotel Beach Class Convention (Rua Maria Carolina, 661 – Boa Viagem)

Coordenação: Edu Fernandes (curador do Cine PE – SP)

Acesso: Gratuito

LANÇAMENTO DE LIVRO COM DEBATE

Título: Conversa com Edmar Bacha (*)

Autor: Cristovam Buarque

Debatedores: Cristovam Buarque e Edmar Bacha

Hora: 13h30

Local: Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano – IAHGP (R. do Hospício, 130 – Boa Vista)

Acesso: Gratuito

(*) O livro foi consequência de um encontro entre os dois economistas no Cine PE 2022.

SESSÃO MATINÊ – Mostra Inquietações

Hora: 14h00

Local: Cinema do Porto / Cinema da Fundação (Rua Cais do Apolo, 222 – 16º andar – Bairro do Recife)

Acesso: Gratuito

“Era uma Noite de São João” (PB), Animação, Direção: Bruna Velden, 11’

“Utopia Muda” (SP), Documentário, Direção: Júlio Matos, 20’

“Estação Janga-Lua (O Segundo Mundo do Rádio)” (PE), Documentário, Direção: Chia Beloto e Rui Mendonça, 78’

MOSTRAS DE FILMES

Hora: 19h00

Local: Cinema do Teatro do Parque

Acesso: Gratuito (retirada de pulseira na bilheteria antes da sessão)

Mostra Competitiva de Curtas-Metragens Pernambucanos

“Das Águas” (PE), Documentário, Direção: Adalberto Oliveira e Tiago Mastins Rêgo, 17’

“Náufrago” (PE), Ficção, Direção: Vitória Vasconcellos, 11’

“Emocionado” (PE), Ficção, Direção: Pedro Melo, 15’

Mostra Competitiva de Curtas-Metragens Nacionais

“Hoje Eu Só Volto Amanhã” (PE), Animação, Direção: Diego Lacerda, Luan Hilton, Chia Beloto, Marila Cantuária, Juliette Perrey, Marcelo Vaz, Yuri Shmakov, Raul Souza, Gio Guimarães, Gabriel de Moura, Rubens Caetano, 8’

“Sertão América” (ES/RS/PI), Documentário, Direção: Marcela Ilha Bordin, 18’15”

“Sempre o Mesmo” (SP), Ficção, Direção: João Folharini,19’

“A Chuva Não Me Viu Passar” (SC), Ficção, Direção: Leonardo Gatti, 19’

Mostra Competitiva de Longas-Metragens

“Cordel do Amor Sem Fim” (SP), Ficção, Direção: Daniel Alvim, 75’


9 DE JUNHO (domingo)

COLETIVA DE IMPRENSA

Entrevistas coletivas com os realizadores dos curtas e do longa-metragem exibidos no dia 8 de junho.

Hora: 9h00

Local: Hotel Beach Class Convention (Rua Maria Carolina, 661 – Boa Viagem)

Coordenação: Edu Fernandes (Curador do Cine PE – SP)

Acesso: Gratuito

SESSÃO MATINÊ – Mostra Inquietações

Hora: 14h00

Local: Cinema do Porto / Cinema da Fundação (Rua Cais do Apolo, 222 – 16º andar – Bairro do Recife)

Acesso: Gratuito

“Dinho” (PE), Ficção, Direção: Leo Tabosa, 20’

“Adam” (PR), Ficção, Direção: Ana Catarina, 14’

“Cida Tem Duas Sílabas” (SP), Ficção, Direção: Giovana Castellari, 19’

“Lagrimar” (RN), Animação, Direção: Paula Vanina, 14’

“Seu Adauto” (PE) Documentário, Direção: Edvaldo Santos, 12’

“Destino Brasília” (PB), Documentário, Direção: Kalyne Almeida, Leandro Cunha e Sandro Alves de França, 18’

MOSTRAS DE FILMES

Hora: 19h00

Local: Cinema do Teatro do Parque

Acesso: Gratuito (retirada de pulseira na bilheteria antes da sessão)

Mostra Competitiva de Curtas-Metragens Pernambucanos

“Chão” (PE), Ficção, Direção: Philippe Wollney, 14’

“Moagem” (PE), Documentário, Direção: Odília Nunes, 16’

“Mãe” (PE), Ficção, Direção: Natália Tavares, 22”

Mostra Competitiva de Curtas-Metragens Nacionais

“Flores de Macambira” (ES), Animação, Direção: Crianças Adolescentes da Comunidade de Macambira, 9’

“O Silêncio Elementar” (MG), Documentário, Direção: Mariana de Melo, 15’

“Resistência” (RO), Documentário, Direção: Juraci Júnior, 9’

“Jogo de Classe” (SP), Ficção, Direção: Quico Meirelles, 17’

Mostra Competitiva de Longas-Metragens

“Invisível” (RJ), Documentário, Direção: Carolina Vilela e Rodrigo Hinrichsen, 87’


10 DE JUNHO (segunda-feira)

COLETIVA DE IMPRENSA

Entrevistas coletivas com os realizadores dos curtas e do longa-metragem exibidos no dia 9 de junho.

Hora: 9h00

Local: Hotel Beach Class Convention (Rua Maria Carolina, 661 – Boa Viagem)

Coordenação: Edu Fernandes (Curador do Cine PE – SP)

Acesso: Gratuito

MOSTRAS DE FILMES

Hora: 19h00

Local: Cinema do Teatro do Parque

Acesso: Gratuito (retirada de pulseira na bilheteria antes da sessão)

Mostra Competitiva de Curtas-Metragens Nacionais

“Cacica – A Força da Mulher Xavante” (MT), Documentário, Direção: Jade Rainho e Carolina Rewaptu, 20’

“Vermelho-oliva” (RJ), Documentário, Direção: Nina Tedesco, 10’

“Guaracy” (SP), Animação, Direção: Eliete Della Violla e Daniel Bruson, 12’

Mostra Competitiva de Longas-Metragens

“Geografia Afetiva” (SP), Documentário, Direção: Mari Moraga, 89’

“No Caminho Encontrei o Vento” (PE), Ficção, Direção: Antonio Fargoni, 70’


11 DE JUNHO (terça-feira)

COLETIVA DE IMPRENSA

Entrevistas coletivas com os realizadores dos curtas e longas-metragens exibidos no dia 10 de junho.

Hora: 9h00

Local: Hotel Beach Class Convention (Rua Maria Carolina, 661 – Boa Viagem)

Coordenação: Edu Fernandes (Curador do Cine PE – SP)

Acesso: Gratuito

SOLENIDADE DE ENCERRAMENTO

Hora: 19h00

Local: Cinema do Teatro do Parque

Acesso: Gratuito (retirada de pulseira na bilheteria antes da sessão)

Premiação

Entrega do Troféu Calunga de Prata aos vencedores do Cine PE 2024.

Entrega dos prêmios das empresas parceiras do Cine PE 2024.

Pix Vertentes do Cinema

Deixe uma resposta