Leonardo Sbaraglia Kikito
Foto: Edison Vara / Agência Pressphoto

O ator argentino Leonardo Sbaraglia recebe Kikito de Cristal e mimo do Vertentes do Cinema

Por Marcelo Velloso

Durante o Festival de Cinema de Gramado 2019

O ator Leonardo Sbaraglia, homenageado com o Troféu Kikito de Cristal (expoente do cinema latino-americano) na noite de ontem no Palácio dos Festivais, participou da coletiva de imprensa na Cristais de Gramado durante a tarde. Na ocasião o ator conversou com os jornalistas presentes e o “Vertentes do Cinema” acompanhou tudo de perto.

O argentino que iniciou a carreira aos 16 anos de idade no filme “A Noite do Lápis” (1986) de Héctor Olivera, participou da confecção do Kikito de cristal que será entregue no ano que vem ao próximo homenageado, isso tudo na Cristais de Gramado, momentos antes do início da coletiva de imprensa. Já virou uma tradição. Lá ele fez questão de enfatizar: “Foi um caminho lindo. É uma profissão maravilhosa porque há um dinamismo em relação ao crescimento pessoal”.

Aos 49 anos de idade, Leonardo Sbaraglia que já coleciona mais de 40 filmes em sua carreira, dentre eles o filme recente “Dor e Glória” dirigido por Pedro Almodóvar. Ele disse que ainda tem muitos projetos. “Esse é o momento a começar a ver o mundo como criança” disse o ator sobre o momento que vive. Dentre os seus projetos futuros tem a série “Maradona, Sueño Bendito” (prevista para ser lançada pela Amazon Prime Video), na qual ele vai interpretar um dos empresários do jogador.

Leonardo Sbaraglia falou também sobre a experiência de trabalhar com o ator brasileiro Wagner Moura. Ele disse que conheceu o trabalho de Wagner através do filme “Tropa de Elite” e de “Narcos” e expressou sua admiração pelo brasileiro. O filme é o “Wasp network” que é uma adaptação do livro “Os últimos soldados da Guerra Fria” do escritor brasileiro Fernando Morais. E além de Wagner Moura e Leonardo Sbaraglia, o filme traz Penélope Cruz e Gael García Bernal no elenco.

E à noite, antes da exibição dos últimos filmes da mostra competitiva do 47° Festival de Cinema de Gramado, o ator Leonardo Sbaraglia recebeu o kikito de Cristal da mão do ator (e amigo de Set) também argentino Jean Pierre Noher, e falou: “Estou muito comovido. Espero que seja uma aventura que recém começa, pois agora, com esta idade, me sinto mais seguro para seguir aprendendo”.

“Na quinta-feira à noite Leonardo Sbaraglia estava em cena em Córdoba. Saiu do teatro direto para o aeroporto. Chegou ao Rio de Janeiro por volta das 3h, pegando em seguida um voo para Porto Alegre e, de lá, chegou a Gramado no fim da manhã de sexta. Um esforço recompensando pela alegria e emoção de receber à noite, no Palácio dos Festivais, o Kikito de Cristal”, nota do Festival de Cinema de Gramado.

O Vertentes do Cinema nutre um carinho muito especial por Leonardo. Foi o filme “Plata Quemada” (2000), de Marcelo Piñeyro, que incentivou o Vertentes ser o Vertentes, principalmente por sua interpretação de entrega total sem medo da volta. Há no ator uma forma muito particular em encarnar seus papéis. Nós não perdemos a chance e perguntamos isso ao homenageado. Confira o vídeo completo!

Anuncie no Vertentes do Cinema

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *