Fogo Baixo, Alto Astral

Humores do Isolamento

Por Daniel Guimarães

Ao abraçar um curta-documentário do cotidiano no isolamento, Helena Ignez faz de “Fogo Baixo, Alto Astral”, um curioso e até mesmo cômico retrato de um artista em momento em que as notícias beiram a distopia no país. Na eficiente montagem, alterna-se humores como forma de representar, a nível pessoal, a condição da atriz e diretora no Brasil de Jair Bolsonaro, em meio a pandemia do coronavírus.

Em seus intervalos, porém, busca-se o poético no discurso, através da narração. Nos momentos inspirados, alterna-se a rotina com a ideologia de Ignez. Ir em direção a cozinha torna-se manifestação com panelas contra o governo. Uma forma simples, que soa óbvia como crítica, mas que simboliza ideais em meio a um confinamento. Em outros, danças performáticas e animadas alternam, em cortes secos, com reflexões melancólicas sentada no chão do apartamento. Já nas ocasiões mais “calmas”, “Fogo Baixo, Alto Astral” apela a uma retórica de chavões anti-sistêmicos batidos e vazios. Mesmo em nível de descobrimento pessoal, não gera envolvimento em uma narração que se sobressai a imagem, sem nunca se demonstrar contundente ou reflexiva, mas uma repetição de discursos da classe artística.

O potencial deste uso da narração guarda a expectativa de elevar o curta de apenas cinco minutos a algo além de uma representação do dia-a-dia enclausurado. “Elena“, longa-metragem documental de Petra Costa, é ótimo exemplo do uso deste recurso para alcançar o poético. Lá, a documentarista utiliza do cinema como janela para uma jornada de autoconhecimento. A influência de sua irmã, através de sua própria voz, se juntam para revelar quem é, de fato, Petra. “Fogo Baixo, Alto Astral”, porém, não encontra essa força em seu texto. No entanto, se revela como uma interessante personificação das alternâncias de humores de uma parte da população no momento. Revoltas e indignações políticas, reflexões internas, crises de personalidade e tudo se extravasa no ambiente de seu apartamento.

 

Assista aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *