Premiados Gramado 2019

Os Vencedores do Festival de Cinema de Gramado 2019

A Cerimônia de Premiação

“Pacarrete” é o grande vencedor da noite com oito prêmios, incluindo Melhor Filme

Por Redação

Depois de oito dias no frio da Serra Gaúcha em Gramado (com sensação térmica de cinco graus), aquecidos pelo amor ao cinema, o público conhece hoje, 24 de agosto, os vencedores que receberão o Troféu Kikito. O tapete vermelho esquenta com o protesto contra o desmonte da cultura. Cada profissional do cinema segura cartazes e filmes favoritos, como Marcelia Cartaxo, que escolheu “Cidade de Deus”, de Fernando Meirelles. E todos foram recebidos com pedras de gelo jogados por simpatizantes de Jair Bolsonaro. Um acontecimento lamentável.

“A sorte está lançada”, disse a atriz, a mais cotada e já certa a vitória por seu papel em “Pacarrete”, de Allan Deberton. A arte como resistência. Quem ama a vida, ama o cinema, REF. Gramado é o palco democrático. De paz em guerra, sempre lutando para proteger o cinema brasileiro. Ícone de resistência do cinema brasileiro e por toda diversidade. Cinema é bonito, forte e indestrutível. A arte tem que ser de inclusão e a união com os festivais de cinema do Brasil. E foi anunciado que Marcos Santuário, Soledad Villamil e Pedro Bial serão os curadores do próximo ano. A música de abertura de Annadi, premiada em Las Vegas com o Grammy Latino em 2018, do lado de dentro e a do lado de fora, a banda Reverba Trio.

Lista Completa dos Vencedores

LONGAS BRASILEIRAS

O curador Marcos Santuário apresenta o premiado.

Kikito de Melhor Filme: “Pacarrete”, de Allan Deberton

A atriz Thaila Ayala apresenta os premiados.

Melhor Desenho de Som: Cauê Custódio e Rodrigo Ferrante por “Pacarrete”, de Allan Deberton

Melhor Trilha Musical: Sascha Kratzer por “O Homem Cordial”, de Iberê Carvalho

Melhor Direção de Arte: Tulé Peake por “Veneza”, de Miguel Falabella

Melhor Ator Coadjuvante: João Miguel por “Pacarrete”, de Allan Deberton

Melhor Atriz Coadjuvante: Carol Castro por “Veneza”, de Miguel Falabella, e Soia Lira por “Pacarrete”, de Allan Deberton

O ator Jean Pierre Noher apresenta os premiados.

Melhor Montagem: Fernanda Krumel e Joana Collier por “Hebe – A Estrela do Brasil”, de Maurício Farias

Melhor Fotografia: Edu Rabin por “Raia 4”, de Emiliano Cunha

Melhor Roteiro: Allan Deberton, André Araújo, Natália Maia e Samuel Brasileiro por “Pacarrete”, de Allan Deberton

Melhor Ator: Paulo Miklos por “O Homem Cordial”, de Iberê Carvalho

Melhor Atriz: Marcélia Cartaxo por “Pacarrete”, de Allan Deberton (“Mulher, artista, exemplo de resistência”)

Prêmio Especial do Júri: “30 Anos Blues”, de Andradina Azevedo e Dida Andrade

Prêmio do Júri Popular: “Pacarrete”, de Allan Deberton

Melhor Direção: “Pacarrete”, de Allan Deberton

Prêmio Júri da Crítica: “Raia 4”, de Emiliano Cunha

Apneia
Foto: Edison Vara / Agência Pressphoto

CURTAS BRASILEIROS

A atriz Danielle Winits apresenta o premiado.

Melhor Filme: “Apneia”, de Carol Sakura & Walkir Fernandes

O ator Lui Mendes apresenta os premiados.

Melhor Desenho de Som: Gustavo Soesi por “Um Tempo Só”, de Lane Alves

Melhor Trilha Musical: Marco Antônio Pereira por “Teoria sobre um planeta estranho”, de Marco Antônio Pereira

Melhor Direção de Arte: “Sangro”, de Tiago Minamisawa, Bruno H Castro e Guto BR

Melhor Montagem: “Invasão Espacial”, de Thiago Foresti

A atriz Cláudia Alencar apresenta os premiados.

Melhor Fotografia: Sebastián Cantillo por “A ética das hienas”, de Rodolpho De Barros

Melhor Roteiro: Renata Diniz por “O Véu de Amani”, de Renata Diniz

Melhor Ator: Rômulo Braga por “Marie”, de Leo Tabosa

Melhor Atriz: Cassia Damasceno por “A mulher que sou”, de Nathália Tereza

Menção Honrosa: Ester Amanda Schafer por “A Pedra”, de Luli Gerbase

Prêmio Especial do Júri: Divina Valéria por “Marie”, de Leo Tabosa (“Não ao Trans fake!” – “Protagonista da própria história”)

Prêmio Canal Brasil (Ivonete Pinto, a nova Presidente da Abbracine – “Uma boa crítica também pode produzir um bom cinema”): “Marie”, de Leo Tabosa

Dira Paes entrega o prêmio.

Melhor Filme do Júri Popular: “Teoria de Um Planeta Estranho”, de Marco Antônio Pereira

Melhor Direção: Diogo Leite por “Menino Pássaro”, de Diogo Leite (“Agradecer a mim mesmo por nunca ter desistido de mim. Viva o cinema negra brasileiro”)

Prêmio Júri da Crítica: “Marie”, de Leo Tabosa

LONGAS ESTRANGEIROS

A atriz Carol Castro apresenta o premiado.

Melhor Filme: “El Despertar de Las Hormigas” (Costa Rica), de Antonella Sudasassi Furnis

O ator Roberto Birindeli apresenta os premiados.

Melhor Fotografia: Rafael Antonaccio por “En El Pozo” (Uruguai), de Bernardo e Rafael Antonaccio

Melhor Roteiro: Bernardo e Rafael Antonaccio por “En El Pozo” (Uruguai), de Bernardo e Rafael Antonaccio

Melhor Ator: Fernando Arze por “Muralla” (Bolívia), de Gory Patiño

Melhor Atriz: Julieta Díaz por “La Forma de Las Horas” (Argentina), de Paula de Luque

Menção Honrosa: Alisarine Ducolomb pela Direção de Arte de “Dos Fridas” (México e Costa Rica), de Ishtar Yasin

Prêmio Especial do Júri: Isabella Moscoso e Avril Alpizar por Atriz Relevação de “El Despertar de Las Hormigas” (Costa Rica), de Antonella Sudasassi Furnis

Prêmio do Júri Popular: “Perro Bomba” (Chile), de Juan Caceres

Melhor Direção: “Perro Bomba” (Chile), de Juan Caceres

Prêmio Júri da Crítica: “El Despertar de Las Hormigas” (Costa Rica), de Antonella Sudasassi Furnis

Raia 4

LONGAS GAÚCHOS

O ator Thiago Lacerda apresenta o premiado.

Melhor Filme Longas Gaúchos: “Raia 4”, de Emiliano Cunha 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *