Anuncio zazie

City Island

Ficha Técnica

Diretor: Raymond De Felitta
Roteiro: Raymond De Felitta
Elenco: Andy Garcia, George Alloi, Alan Arkin, Vernon Campbell, Lora Chio, Joseph Cintron, Ezra Miller, Chris Miskiewicz.
Produção: Raymond De Felitta, Andy Garcia, Zachary Matz, Lauren Versel
Fotografia: Vanja Cernjul
Direção de arte:Sorangel Fersobe
Figurino:Tere Duncan
Edição:David Leonard
Trilha Sonora: Jan A.P. Kaczmarek
Distribuidora: Imagem Filmes
Duração: 100 minutos
Ano: 2009
País: Estados Unidos
COTAÇÃO: BOM

A opinião

“Há os que sugam ostram e os que catam ostras” diz-se como parte inicial da narrativa explicativa sobre os habitantes de um lugar de Nova Iorque, próximo ao Bronx. Os estereótipos são externalizados por aqueles que utilizam a defesa da sobrevivência pessoal, ambientado por diálogos e ações impacientes.

A vida de uma família ‘dita’ normal, como qualquer outra, tem seus segredos. O pai, Vince (Andy Garcia), guarda penitenciário, tem um filho fora do casamento e depois de 20 anos terá que traze-lo para morar com ele. A filha, uma suposta aluna aplicada na Universidade mas, nas horas vagas vira uma stripper. Até o caçula Vinnie Jr. que aparenta ser o único “normal” da família esconde um grande fetiche.

As teorias conspiratórias e de soluções são abordadas com a estranheza da solidão e da irritabilidade da convivência de pessoas muito próximas, porém tão diferentes que criam o distanciamento e a indiferença para preservar a busca do eu-sozinho. Quando um começa a vivenciar o seu segredo comporta-se como um imã absorvendo os dos outros.

As brigas, picardias agressivas e discussões da família são apimentadas pelos comentários afiados, revoltados e maldosos do filho. “Não comece com auto flagelação”, diz-se quando um sabe que o outro aumenta as ações pela carência da atenção.

“Você finge ser outra pessoa, ser marionete”, questiona o existencialismo de forma sóbria, realista e condescendente. O jazz standart revela aos poucos o que era para ser guardado, por ingenuidade e medo da reação dos outros. “Por que você atua? – Que outra profissão poderia resolver meus problemas de comportamento?”, divaga-se.

“Vamos acabar com as pausas”, diz o professor de teatro criando a metalinguagem entre o viver e o interpretar. Atores aprendendo a ser atores que trocam segredos entre si. As referências ao filme de Martin Scorsese interferindo na vida da família, com livro de Marlon brando e tudo, é muito interessante.

Tudo é mais simples do que é, porém as pessoas complicam e criam reviravoltas de dúvida e incerteza no entendimento alheio. “Ele se sente inferior com as suas ambições”, pode ser uma explicação para o porquê.

O acaso e a facilidade de resolução de situaçõesatrapalham a trama dando a impressão de um amadorismo do roteiro que é observado explicitamente na parte final com seus clichês óbvios, patéticos e sentimentais transmitindo uma falta de experiência de direção. O filme pode ser dividido em duas partes. A primeira é inteligente. A segunda não respeita em nada o espectador. Porém os questionamentos de suas frases de efeito e o tom debochado o transformam em um longa bom. Portanto aconselho a esquecer a experiência do término.

O Diretor

Raymond De Felitta nasceu em 30 de junho 1964 é um cineasta independente de Nova Iorque.

Filmografia

1990 – Bronx Cheers
1995 – Cafe Society
2000 – Dois Family House
2005 – The Thing About My Folks
2006 – Tis Autumn: A Busca por Jackie Paris

O Ator

Andy Garcia, nome artístico de Andrés Arturo García Menéndez, (Havana, 12 de abril de 1956) é um ator norte-americano.

Nascido em Cuba, fugiu com a família para os EUA em 1961. É casado e pai de três meninas e um menino.
Milita no movimento anticastrista e, em 2000, se pronunciou publicamente, ao lado da cantora Gloria Estebán, a favor da permanência do menino Elián González nos Estados Unidos, após sua mãe ter morrido afogada ao tentar alcançar Miami em uma balsa. A Justiça norte-americana determinou a volta de Elián para Cuba, em companhia do pai.
Além de papéis em filmes de ação, como os recentes Onze Homens e Um Segredo (2001), sua seqüência de 2004 e Confidence (2003), estrelou o filme de 2004 sobre a vida do pintor italiano Amedeo Modigliani.
Sua primeira atuação como diretor foi em The Lost City / Cidade Perdida.

Filmografia

2007 – Treze homens e um novo segredo
2007 – A última Cartada
2007 – The Air I breathe
2006 – A cidade perdida
2004 – A marca
2004 – Doze homens e outro segredo
2004 – The Lazarus child
2004 – Modigliani
2003 – Just like Mona
2003 – Blackout
2003 – Confidence – O Crime Perfeito
2002 – Missão perigosa
2001 – Onze homens e um segredo
2001 – Confissões de um sedutor
2001 – No limite do silêncio
2000 – Lakeboat
1999 – Meu adorável sonhador
1998 – Medidas Desesperadas
1997 – Homens Perigosos
1997 – O desaparecimento de Garcia Lorca
1997 – Sombras da lei
1995 – Disputa em família
1995 – Coisas para fazer em Denver quando você está morto
1994 – Quando um homem ama uma mulher
1992 – Herói por acidente
1992 – Jeniffer 8 – A próxima vítima
1991 – Voltar a morrer
1990 – O Poderoso chefão III
1990 – Justiça Cega
1990 – Assassinato sob duas bandeiras
1989 – Chuva negra
1988 – American Roulette
1987 – Os intocáveis
1987 – O preço do desafio
1986 – Morrer mil vezes
1985 – Temporada sangrenta
1984 – Rapaz Solitário
1983 – A Grande jogada
1983 – Clube das mulheres
1979 – Guaguasi

Banner Vertentes Anuncio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *