Cinema É Cachoeira

Não se assiste duas vezes ao mesmo filme

Por Chris Raphael

Festival Cavídeo em Berlim

Não se banha duas vezes no mesmo rio, diz o dito popular. Está certíssimo, visto que a água passou  e se foi, a caminho do mar e não retornará.  Por analogia, não se assiste duas vezes ao mesmo filme, visto que cada momento vivido é único e a experiência vivenciada naquela referida data e hora jamais poderá ser repetida. Mas está gravada, marcada, registrada. Se a vida fosse um livro que pudesse ser folheado, no dia 15 de outubro de 2019 às 15h, estaria marcada o momento em que assisti o filme “Cinema é Cachoeira” sempre que alguém folheasse esse livro na estante universal .

Cinema é Cachoeira” é um curta metragem produzido pela Cavídeo (2019), realizado com recursos do 5°Festival Ver e Fazer- edição Usina criativa de Cinema, Zona da Mata, MG. Retrata uma fala de Humberto Mauro, que diz “Cinema é cachoeira”. Com direção e roteiro de Cavi Borges, traz a atriz-bailarina Patricia Niedermeier na árdua tarefa de protagonizar um ritual bailado, ora em frente as águas da cachoeira, ora na beira do rio, projetando sombras, se banhando em luzes, refletindo brilhos. Um êxtase performático adaptado para a vida virtual,  habilmente registrado e pronto para ser contemplado por milhões de olhos, com inserção de cenas de fundo do filme “Ganga Bruta” (Humberto Mauro, 1933).  A experiência ímpar será revivida e transformada dentro de cada expectador. Sensação digna de ser reprisada, se possível, várias vezes, mentalmente repetida pelo público.

Cinema é Cachoeira”. Traduzindo livremente em minha própria concepção, cinema é como uma correnteza livre, que se faz por si só; já existe como uma ideia primordial, um pensamento constante, recorrente e falta apenas ser capturada e trabalhada  por uma câmera. Sem querer plagiar e já plagiando Glauber Rocha: uma ideia na cabeça e uma câmera na mão. Mas como aprisionar uma cachoeira? Deixo no ar esta demanda. Desta feita, por ideias antagônica, seguimos filmando e o regozijo é certo. Amém.

 

Anuncie no Vertentes do Cinema

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *