Cabíria Festival: Mulheres & Audiovisual e Plataforma Hysteria promovem “Mostra Imaginários Possíveis”

Até 30 microfilmes serão exibidos e as inscrições para participar de 08 a 12 de outubro

Por Redação (release oficial)

O Cabíria Festival – Mulheres & Audiovisual e a Plataforma Hysteria se uniram e juntas lançam a Mostra Imaginários Possíveis, uma das ações da segunda edição do festival, que ocorre em ambiente online entre 18 e 29 de novembro em razão da pandemia de Covid-19. Destinado à participação de mulheres e pessoas de identidade de gênero diversas, realizadorxs amadores ou profissionais, Imaginários Possíveis exibirá microfilmes com duração mínima de 30” (segundos) e máxima de 3’ (minutos). Serão selecionados até 30 títulos a serem disponibilizados nos canais digitais da Hysteria e do festival. Interessadxs podem se inscrever, gratuitamente, entre os dias 8 e 12 de outubro no link do festival: https://linktr.ee/cabiria

O requisito principal para participar é a criatividade. O objetivo da mostra é provocar formas de invenção para além da viabilidade no modelo imposto e incentivar realizadorxs a criarem relatos audiovisuais, produzidos com smartphones à câmeras profissionais, sobre os imaginários possíveis de habitar, de criar, de conviver, de ser, de ser livre, de viver, de sonhar, de inventar, de romper ciclos de violência.

Para a comissão de curadoria do festival, composta por Graciela Guarani, Julia Katherine, Thamires Vieira, Vanessa Fort e Yolanda Barroso, “o Cabíria Festival é um espaço de debate, reflexão e criação em busca da transformação de processos e da construção de um lugar para a pluriversalidade. Desejamos com essa mostra reforçar a vontade de estarmos juntes, compartilhando a diversidade de modos de fazer e expressar imaginários possíveis. Entendemos que cinema, arte, vida e política têm uma intimidade profunda com a ruptura urgente dos processos de produção, dos espaços de escuta, dos direitos econômicos. E fazer cinema sendo mulher e pessoa de identidade de gênero diversa, é, em si, parte seminal dessa ruptura.”

“A Hysteria tem orgulho de abrir sua janela e sua plataforma para compartilhar o trabalho e o talento de realizadorxs novos e experientes na mostra Imaginários Possíveis. Junto do Cabíria e de criadorxs que embarcarão nessa jornada, podemos amplificar nossas vozes e descobrir modos de se fazer e expressar esses novos imaginários possíveis”, diz a head da Hysteria, Isabel De Luca.

O FESTIVAL

Cabíria Festival – Mulheres & Audiovisual, em razão da pandemia de Covid-19, terá a sua segunda edição em ambiente online, de 18 a 29 de novembro. Com isso, o evento amplia seu alcance e estará disponível em todo o país. No mesmo formato virtual, acontece em seguida o Cabíria LAB de 30 de novembro a 5 de dezembro, ação voltada para as finalistas do Cabíria Prêmio de Roteiro, que reúne quatro categorias: Piloto de série documental; Longa-metragem de ficção; Argumento infantojuvenil de longa ficção; Piloto de série de ficção. Toda a programação será gratuita.

O evento é uma expansão do Cabíria Prêmio de Roteiro, que desde 2015 incentiva a valorização de roteiristas mulheres e protagonistas inspiradoras. Criado para somar ao debate e ações em prol à igualdade de gênero e diversidade na cadeia produtiva do audiovisual, em consonância com diversas iniciativas ao redor do mundo, sua primeira edição foi realizada em 2019, no Rio de Janeiro, com financiamento coletivo, parcerias e voluntariado. Desafiadora, a edição resultou em cinco dias de atividades gratuitas, com uma rede de 70 cineastas, 35 filmes, seminário com painéis, oficinas e masterclass, envolvendo 16 instituições/empresas do setor.

A linha curatorial do festival se orienta pela ampliação da representatividade em termos de gênero, raça, cor, sexualidade e território, do ponto de vista do conjunto de obras e atividades, e da sua audiência, no intuito de estimular imaginários possíveis. Ao público será oferecida uma ampla programação de obras de cineastas mulheres com sessões de longas e curtas-metragens, debates com as realizadoras, além de painéis, oficinas e masterclasses diversas, voltados para estimular a rede de cineastas mulheres, enriquecer a formação profissional das participantes e provocar reflexões.

PARCERIAS

O festival conta com diversas parcerias, entre elas: Embaixada da França no Brasil, Goethe Institut, Instituto Alana, Videocamp, Spcine, Projeto Paradiso, Tertúlia Narrativa, ETC Filmes, Capital Cinema Cultural Exchange, Cardume Curtas, FRAPA – Festival do Roteiro Audiovisual de Porto Alegre, ROTA – Festival do Roteiro Audiovisual, Serie_Lab, Diáspora Conecta, MIMB, Selo ELAS, Hysteria, MUBI, LATC, Final Draft, ABRA, Wifit Brazil, Canal Curta!, Canal Brasil, Imprensa Mahon, entre outras.

SOBRE HYSTERIA

Hysteria é um hub de criação, produção e distribuição de conteúdo comandado por mulheres dentro da Conspiração. A iniciativa tem o objetivo de ampliar a inserção de mulheres no mercado audiovisual e além, ao fortalecer sua atuação e abrir um espaço exclusivo para narrativas contemporâneas tendo o olhar feminino na concepção e na realização dos projetos. Além do site www.hysteria.etc.br – que traz ambientes para Ver (vídeos), Ler (textos) e Ouvir (podcasts e playlists) – e de uma produção de conteúdo diária para as redes sociais, o núcleo atua em diversas áreas. O braço de branded content tem como clientes dezenas de marcas, como Google, Facebook e Natura. No entretenimento, depois da série “Desnude”, exibida no GNT, estão em finalização os longas documentais “Mulheres Radicais”, sobre artistas latino-americanas que produziram entre as décadas de 60 e 80, e “Viúvas do Samba”, que joga luz sobre o papel das esposas de baluartes do samba carioca.

SOBRE O PRÊMIO CABÍRIA

Idealizado por Marília Nogueira sob o lema “Por mais mulheres nas telas e atrás das câmeras”, o Prêmio Cabíria foi lançado em 2015. Seu nome resgata uma célebre personagem de Federico Fellini no filme “Noites de Cabíria”, eternizada pela atriz Giulietta Masina. Sua criação colocou em pauta três objetivos principais: estimular roteiristas a criarem histórias com protagonistas mulheres relevantes, diversas e inspiradoras; converter o prêmio em um selo de qualidade para os projetos premiados, visando a ampliação das suas chances de encontrar financiamento e chegar às telas; e contribuir para o aumento de oportunidade e visibilidade a roteiristas mulheres. Em suas quatro edições (2016-2019), o prêmio recebeu inscrições de 427 roteiros protagonizados por mulheres, realizou duas bem-sucedidas campanhas de financiamento coletivo e distribuiu R$40 mil em prêmios.

LARANJEIRAS FILMES

Foco na produção criativa de conteúdos originais e projetos audiovisuais que conciliem excelência estética, impacto social e potencial de comunicação. Com sede no Rio de Janeiro, aberta para o mundo, a produtora, sob as perspectivas de renovação de processos produtivos e no impulsionamento de novas vozes, se organiza em dois núcleos: a Laranjeiras Filmes atende demandas de perfil executivo, consultivo e gerencial de projetos, enquanto o selo Fruto Conteúdo é direcionado para o desenvolvimento criativo e estratégico de conteúdos para todas as mídias e telas. Acredita nos potenciais transformadores da soma de experiências plurais e do trabalho colaborativo para a realização de projetos relevantes, diversos e inspiradores. www.laranjeirasfilmes.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *