Marcus Paulo Rocha

Marcus Paulo Rocha

Crítico que já passou pelo Vertentes do Cinema e agora galga outros caminhos. Reza a lenda que aquarianos são inventivos e pensam mil anos à frente. Por esses motivos a arte os domina de uma forma que se torna um único corpo: orgânico e vivo! Então, como bom aquariano, sempre fui guiado pelas propostas imagéticas que as artes propunham. O caminho até a sétima arte era apenas uma questão de tempo. Um vício em sair da minha realidade e mergulhar em uma outra, que de alguma forma passa a viver em mim.