O Festival do Rio 2010 está nos preparativos iniciais. A equipe desta maratona cinematográfica se desdobra para que os cinéfilos de plantão fiquem satisfeitos e enlouquecidos com as novidades da sétima arte. Imagine mais de trezentos filmes em apenas duas semanas. E não só de filmes o festival vive. Há a presença de diretores e ou atores. Muitos fizeram a cultura de cinema de cada um. Então, esse apaixonado pelo escuro da tela de cinema e querendo ver de perto o ídolo que “sai” do filme para estar no mundo real, ali pertinho, não tem opção. O espectador, rotulado de cinemaníaco, só porque assiste mais de três filmes por dia, terá que espremer horário e engarrafar o tempo para que o objetivo seja conquistado.

O Vertentes do Cinema nasceu no dia 17 de setembro de 2009, no calor do Festival do Rio, para o que respira a arte cinematográfica. É um blog de opiniões, já que não concordo com a palavra crítica. Editado e formulado por um apaixonado desta parte cultural, Fabricio Duque, que na verdade é quem escreve essas linhas, que como metalinguagem posso transpassar a vocês leitores e seguidores.

As opiniões curtas deram voz a análises mais aprofundadas. Quem ganha tudo isso é quem lê. Eu estudo mais para que a informação seja verdadeira e técnica. É uma troca de informações. Portanto obrigado a todos os que acompanham este blog! E muitos obrigado a aqueles que proporcionaram este veículo a crescer!

LEIA A PRIMEIRA MATÉRIA –> “Preâmbulo” e o ARTIGO “Corram Cinéfilos Corram”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *