Charly Braun é formado em Cinema e Letras pela Emerson College, em 2000. Dirigiu o primeiro filme interativo live action da internet, 17 Life Fables (2000). Seus curtas Quero Ser Jack White (2004) e Do Mundo Não Se Leva Nada (2005) foram exibidos e premiados em festivais, como Rotterdam, Tribeca e Festival do Rio (prêmio de Melhor Curta para Quero Ser Jack White). Esta apresentando o seu novo filme “Além da Estrada” na mostra competitiva nacional de ficção.

VC: Você escolhe os filmes baseando-se na crítica?
CB: Depende do crítico e depende do filme. Se é um filme que eu quero ver por uma razão específica, dane-se a crítica. Mas se estou na dúvida, eu vou a ela. Como eu leio todas, eu me baseio na opinião de alguns críticos.
VC: Como funciona a sua escolha: pelo todo ou prefere elementos cinematográficos (roteiro, fotografia etc.)?
CB: Tudo. O assunto, a temática, se tem algo específico. Se é da Sophia Coppola, eu vejo por causa dela, se é uruguaio, eu vejo porque é uruguaio.
VC: Qual foi o último filme que assistiu no cinema?
CB: “Tropical Malady”, de Apichatpong Weerasethakul (filme que ganhou o Prêmio do Juri do Festival de Cannes 2004). Vi em São Paulo, semana passada.
VC: OBRIGADO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *