CEARÁ 2015 – Notícias


ABERTURA DO CINE TEATRO SÃO LUIZ

A partir da próxima quinta-feira, dia 2 de julho, o Cineteatro São Luiz, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, dá início à sua programação regular, dentro da nova fase de funcionamento da casa. O cineteatro abrirá de quinta a domingo com atrações de todas as linguagens artísticas e voltadas a públicos variados, mas manterá a exibição de filmes como a âncora de sua grade de atrações.
Todas as sessões da primeira semana estarão disponíveis para compra online a partir do meio-dia desta segunda (29/06), no site Ingresso Rápido (AQUI)
Os ingressos para as sessões de cinema terão o valor de R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia), com exceção das sessões Maratona, que terá valores diferentes: R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia), por se tratar de um único passe para ver três ou mais filmes de uma série ou temática. Serão disponibilizados 1050 ingressos.
A bilheteria funcionará de terça a domingo, das 9h30min às 18h30min, ou até o horário de início de filmes e espetáculos acima deste horário.
PROGRAMAÇÃO RESUMIDA
02/07 | Quinta-feira
16h ‣ Cinema do Ceará – CINE HOLLIÚDY (2013) 
19h ‣ Nossos Clássicos – CINEMA PARADISO (1988)
03/07 | Sexta-feira
16h ‣ Cinema do Ceará – RÂNIA (2011) 
18h30 ‣ Sessão Sonora – CAUBY – COMEÇARIA TUDO OUTRA VEZ (2015)
04/07 | Sábado
11h ‣ Matinê Especial – ‘Viva o Centro Fortaleza’ – Entrada Franca – O MENINO E O MUNDO (2013) 
14h ‣ Maratona – MAD MAX: A ESTRADA DA FÚRIA 
17h ‣ Maratona – MAD MAX (1979)
19h30 ‣ Maratona – MAD MAX 2: A CAÇADA CONTINUA (1981)
05/07 | Domingo
10h30 ‣ Sessão Sonora (Reprise) – CAUBY – COMEÇARIA TUDO OUTRA VEZ (2015)
16h ‣ Matinê – O MENINO E O MUNDO (2013)
18h ‣ Nossos Clássicos – A DOCE VIDA / La Dolce Vita (1960)
09/07 | Quinta-feira
12h ‣ Café com Curtas, Programa 1 – Curtas Cearenses
13h ‣ Café com Curtas, Programa 1 (Reprise) – Curtas Cearenses
16h ‣ Cinema do Ceará – O GRÃO (2007) 
18h30 ‣ Sessão Especial – O CONTO DA PRINCESA KAGUYA / Kaguyahime no Monogatari (2013)
10/07 | Sexta-feira
12h ‣ Café com Curtas, Programa 2 – Curtas Cearenses
13h ‣ Café com Curtas, Programa 2 (Reprise) – Curtas Cearenses
16h ‣ Cinema do Ceará – OS ÚLTIMOS CANGACEIROS (2012)
18h ‣ Os Melhores Faroestes de Todos os Tempos – DJANGO (1966)
11/07 | Sábado
11h ‣ Matinê – UMA AVENTURA LEGO / The Lego Movie (2014) 
17h ‣ Mulheres na Direção – DE GRAVATA E UNHA VERMELHA (2014) 
20h ‣ Sábado Sinistro – KUNG FURY (2015) + NOSFERATU: O Vampiro da Noite / Nosferatu: Phantom der Nacht (1979)
12/07 | Domingo
10h30 ‣ Sessão Polytheama – ANTES, O VERÃO (1968) 
15h30 ‣ Matinê – UMA AVENTURA LEGO / The Lego Movie (2014) 
18h ‣ Nossos Clássicos – 8½ OITO E MEIO / Otto e Mezzo (1963)
16/07 | Quinta-feira
12h ‣ Café com Curtas, Programa 3 – Curtas Cearenses
13h ‣ Café com Curtas, Programa 3 (Reprise) – Curtas Cearenses
16h ‣ Cinema do Ceará – PATATIVA DO ASSARÉ – AVE E POESIA (2008)
19h ‣ Clássicos Restaurados do Cinema Francês – VIAGEM À LUA / Le voyage dans la lune (1903) + O DESPREZO / Le Mépris (1963)
17/07 | Sexta-feira
12h ‣ Café com Curtas, Programa 4 – Curtas Cearenses
13h ‣ Café com Curtas, Programa 4 (Reprise) – Curtas Cearenses
16h ‣ Cinema do Ceará – A MISTERIOSA MORTE DE PÉROLA (2014)
18h30 ‣ Clássicos Restaurados do Cinema Francês – OS OLHOS SEM ROSTO / Les yeux sans visage (1960)
18/07 | Sábado
11h ‣ Matinê – MEU AMIGO TOTORO / Tonari no Totoro (1988) 
16h30 ‣ Clássicos Restaurados do Cinema Francês – O DEMÔNIO DAS ONZE HORAS / Pierrot le Fou (1965) 
19h30 ‣ Clássicos Restaurados do Cinema Francês – OS GUARDA-CHUVAS DO AMOR
19/07 | Domingo
10h30 ‣ Sessão Polytheama – AMOR E DESAMOR (1966) 
15h ‣ Matinê – MEU AMIGO TOTORO / Tonari no Totoro (1988) 
17h ‣ Clássicos Restaurados do Cinema Francês – ZERO EM COMPORTAMENTO / Zéro de conduite (1933)
18h30 ‣ Clássicos Restaurados do Cinema Francês – O BATEDOR DE CARTEIRA / Pickpocket (1959)
23/07 | Quinta-feira
12h ‣ Café com Curtas, Programa 5 – Curtas Cearenses
13h ‣ Café com Curtas, Programa 5 (Reprise) – Curtas Cearenses
16h ‣ Cinema do Ceará – BOTIJA (2015)
18h30 ‣ Sessão Sonora – VOU RIFAR MEU CORAÇÃO (2011)
24/07 | Sexta-feira
12h ‣ Café com Curtas, Programa 6 – Curtas Cearenses
13h ‣ Café com Curtas, Programa 6 (Reprise) – Curtas Cearenses
Dia 24, sexta – 19h – Show “Eu vou rifar meu coração” – Tributo ao Brega, com direção artística de Mimi Rocha e participação de artistas cearenses.
25/07 | Sábado
19h – Espetáculo de teatro “Cabaré das Travestidas” – Direção de Silvério Pereira.
26/07 | Domingo
14h – Abertura do Cineteatro São Luiz, com acesso à exposição de memorabilia referente ao disco e ao filme “Help!” e a seu impacto na Fortaleza de 1965.
14h30 – Debate sobre o filme e o disco “Help!” e seu impacto na Fortaleza de 1965, além do interesse despertado nas novas gerações de “beatlemaníacos” no Ceará e no Brasil.
15h – Exibição do filme “Help!”, seguida de apresentação da banda cover Rubber Soul, executando todas as músicas do disco, e da apresentação do concerto “Rock in Concert”, da Orquestra Filarmônica do Ceará e da banda Rubber Soul.



HOJE (23/06): Edição Especial do Filme “Cine Holliúdy”)

Uma exibição especial de “Cine Holliúdy”, do diretor cearense Halder Gomes, acontecerá às 19h no telão da Praça do Ferreira (onde fica o Cineteatro São Luiz). A sessão foi idealizada como uma iniciativa social para os moradores de rua que ficam na praça, mas o convite se estende a todos os públicos.

Carta dos Cineastas

Pelo Diretor Halder Gomes (do “Cine Holliúdy”)
Nós, cineastas e diretores do setor audiovisual brasileiro, somos testemunhas dos empregos, benefícios e negócios originados pela Lei 12.485/11, a Lei do Serviço de Acesso Condicionado (SeAC), que criou espaço na TV por assinatura para as obras nacionais, num mercado até então ocupado pelo produto estrangeiro.
A lei gerou uma demanda de produção de conteúdo de qualidade para a TV paga possibilitando o acesso dos telespectadores brasileiros aos filmes, séries e programas realizados no seu próprio país, em sua própria língua, numa ação afirmativa da nossa identidade cultural. Esta demanda tem evitado o aumento ainda maior no volume de desemprego, neste delicado momento econômico em que vivemos, e proporciona o desenvolvimento da indústria do audiovisual nacional, um setor estratégico em que já somos exportadores.
A regulação do setor é prática corriqueira nos países de livre mercado, sendo que muitos deles, como a França e Canadá mantém um sistema e cotas de 50% de produção independente local no horário nobre. A Lei 12.485/11 institui a Ancine como autoridade reguladora e prevê 3h30 por semana de conteúdo nacional, o que equivale a apenas 2,08% da programação de cada canal, sendo somente metade desse tempo realizado por produtores independentes (1,04%). Tal presença, ainda que tímida, é um pleito histórico dos realizadores independentes e está garantindo um salto de qualidade na programação oferecida aos assinantes.
Por isso, contamos com o apoio dos Ministros do Supremo Tribunal Federal para garantir a continuidade da Lei 12.485/11, sem qualquer alteração, para seguir oferecendo um mínimo de conteúdo cultural nacional e, dessa forma, reafirmar a nossa vocação de criadores e produtores de obras audiovisuais que reflitam a nossa realidade e nosso imaginário nas telas e não nos delegue o papel único de meros consumidores de produtos estrangeiros.
Assinam:
  1. Aarón Fernández
  2. Aída Marques
  3. Alain Fresnot
  4. Alex Gabassi
  5. Allan Ribeiro
  6. Ana Maria Magalhães
  7. André Klotzel
  8. André Ristum
  9. Augusto Seva
  10. Aurelio Michiles
  11. Beatriz Seigner
  12. Beto Brant
  13. Cao Hamburger
  14. Carlos Cortez
  15. Carlos Gerbase
  16. Carolina Paiva
  17. Claudio Kahns
  18. Daniel Caetano
  19. Daniel Ribeiro
  20. Daniel Santiago
  21. Daniela Broitman
  22. David Kullock
  23. Eliana Fonseca
  24. Emanoel Freitas
  25. Eric Belhassen
  26. Eunice Gutman
  27. Evaldo Mocarzel
  28. Fabio Mendonça
  29. Fernando Andrade
  30. Fernando Meirelles
  31. Francisco Meirelles
  32. Frederico Cardoso
  33. Geraldo Moraes
  34. Giba Assis Brasil
  35. Gilson Padilha de Vargas
  36. Gisele Barroco
  37. Guilherme de Almeida Prado
  38. Gustavo Rosa de Moura
  39. Helena Solberg
  40. Henri Arraes Gervaiseau
  41. Hermano Penna
  42. Ícaro C. Martins
  43. Isa Albuquerque
  44. Ivo Branco
  45. Jaime Lerner
  46. Joana Nin
  47. Joao Daniel Tikhomiroff
  48. João Jardim
  49. Joel Zito Araújo
  50. Jorge Alfredo Guimarães
  51. Jorge Dúran
  52. José Araripe Jr.
  53. José Carone Júnior
  54. José Joffily
  55. Jurandir Müller
  56. Kiko Goifman (José Henrique Goifman)
  57. Laís Bodanzky
  58. Leopoldo Nunes
  59. Lucia Murat
  60. Luciana Burlamaqui
  61. Luciano Moura
  62. Luiz Alberto (Gal) Pereira
  63. Luiz Alberto Cassol
  64. Luiz Bolognesi.
  65. Luiz Carlos Lacerda.
  66. Luiz Villaça
  67. Manfredo Caldas
  68. Marcelo Machado
  69. Marcio Curi
  70. Maria Ramos
  71. Mauro Baptista Vedia
  72. Michel Tikhomiroff
  73. Murilo Salles
  74. Nando Olival
  75. Omar Fernandes
  76. Orlando Senna
  77. Oswaldo Caldeira
  78. Paulo Morelli
  79. Paulo Pélico
  80. Pedro Morelli
  81. Philippe Barcinski
  82. Rachel Monteiro
  83. Regina Jeha
  84. Reinaldo Pinheiro
  85. Renato Barbieri
  86. Renato Ciasca
  87. Renato Tapajós
  88. Ricardo Elias
  89. Ricardo Pinto e Silva
  90. Roberto Gervitz
  91. Rodolfo Nanni
  92. Rodrigo Meirelles
  93. Rogério Corrêa
  94. Rose La Creta
  95. Rosemberg Cariry
  96. Rossana Foglia
  97. Rubens Rewald
  98. Sergio Bianchi
  99. Sérgio Bloch
  100. Sérgio Roizenblit
  101. Silvio Da-Rin
  102. Silvio Tendler
  103. Solange Lima
  104. Sylvio Back
  105. Tânia Lamarca
  106. Tata Amaral
  107. Tatiana Lohmann
  108. Tetê Moraes
  109. Tizuka Yamasaki
  110. Toni Venturi
  111. Vera de Figueiredo
  112. Vicente Amorim
  113. Vicente Moreno
  114. Walter Carvalho
  115. Wolney Oliveira

Já estão disponíveis fotos da noite de ontem e debate de hoje no Flickr do festival.
AGUARDE O VÍDEO COMPLETO DO VERTENTES DO CINEMA!

O endereço é: https://www.flickr.com/photos/festivalcineceara/18333908384/in/photostream/

 A atriz Leandra Leal foi homenageada na primeira noite da 25ª edição do Cine Ceará – Festival Ibero Americano de Cinema. O prêmio foi entregue por sua mãe, a atriz Ângela Leal.

A atriz de 32 anos agradeceu o prêmio e relembrou o começo de sua carreira: “Obrigada ao Cine Ceará, qualquer prêmio que eu ganho premia muita gente, não só aos meus parceiros, mas também à minha família, minha mãe, meu avô, todas as pessoas com quem aprendi, que me formaram. Aqui no Ceará eu tive a oportunidade de conhecer, de descobrir o cinema através do filme ‘A Ostra e o Vento’ e se eu não tivesse feito este filme talvez eu nem tivesse seguido sendo atriz porque o Walter Lima a quem eu devo muito, me apresentou um universo, ele me apresentou não só a delícia que é fazer parte de uma trupe louca que é um set, mas também todas as referências, todos os filmes que eu deveria ver e eu volto aqui para receber esta homenagem, justamente quando estou começando um novo momento na minha vida, em que estou montando meu primeiro filme”, contou Leandra.

Com uma carreira que passa pelo cinema, teatro e televisão, Leandra já realizou 22 filmes, 29 projetos de TV, como novelas, seriados e minisséries, além de sete espetáculos musicais. Também trabalhou como diretora em peças de teatro e clipes musicais. Sua estreia na direção de cinema será com o documentário “Divinas Divas”, filme musical sobre a primeira geração de travestis brasileiros, que está em processo de finalização. Com sua produtora Daza Cultural, também realiza todo ano o Festival Adaptação, que explora a relação entre cinema e literatura.