BLAKE EDWARDS juntou-se aos cineastas François Truffaut, Eric Rohmer, Antonioni, e tantos outros que vivem em um mundo próprio cinematográfico. A passagem ocorreu na noite de quarta-feira, dia 15 de dezembro de 2010, aos 88 anos de idade, após complicações provocadas por uma pneumonia. Famoso pela “Pantera cor-de-rosa”, também assinou a adaptação do livro de Truman Capote Bonequinha de Luxo (1961), que ajudou a lançar Audrey Hepburn para o estrelato. Casado com Julie Andrews. Em 2004, Edwards foi reconhecido pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas pela qualidade de seu trabalho tanto dirigindo, quanto escrevendo e produzindo, e recebeu um Oscar especial pelo conjunto da obra.

Filmografia

1993 – O Filho da Pantera Cor-de-Rosa
1991 – Switch, Trocaram Meu Sexo
1989 – Skin Deep
1988 – Assassinato em Hollywood
1987 – Encontra ás Escuras
1986 – Assim é a Vida
1986 – A Fine Mess
1984 – Micki + Maude
1983 – O Homem que Amava as Mulheres
1983 – A Maldição da Pantera Cor-de-Rosa
1982 – Na Pista da Pantera Cor-de-Rosa
1982 – Victor ou Vitória?
1981 – S.O.B.
1979 – Mulher Nota 10
1978 – A Vingança da Pantera Cor-de-Rosa
1976 – A Pantera Cor-de-Rosa Ataca Outra Vez
1975 – A Volta da Pantera Cor-de-Rosa
1974 – Sementes de Tamarindo
1972 – The Carey Treatment
1971 – Wild Rovers
1970 – Lili, Minha Adorável Espiã
1968 – Um Convidado Bem Trapalhão
1967 – Gunn
1966 – What Did You Do in the War, Daddy?
1965 – A Corrida do Século
1964 – Um Tiro no Escuro
1963 – A Pantera Cor-de-Rosa
1962 – Vício Maldito
1962 – Escravas do Medo
1961 – Bonequinha de Luxo
1960 – Dizem que é o Amor
1959 – Anáguas a Bordo
1959 – De folga para amar
1958 – Tudo pelo teu amor
1957 – Hienas do pano verde
1956 – He Laughed Last
1955 – Bring Your Smile Along

  • Avatar

    Esse fim de ano está demais! Mais um nome que nos deixa. Gosto de Blake Edwards, mas acho que não soube manter a unidade em sua carreira. Fez filmes excelentes, depois medianos e alguns bem ruins.
    Gosto demais de Vício maldito, Um tiro no escuro, Vitor ou Vitória e, claro, Um convidado bem trapalhão. Acho A corrida do século e Encontro Às escuras bem divertidos.
    Que descanse em paz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *