vii-semana-realizadores


VII Semana dos Realizadores 2015

TROFÉU DO VERTENTES DO CINEMA:
Longa: “Proxy Reverso”, de Guilherme Peters e Roberto Winter

De 19 a 25 de novembro, o Rio de Janeiro recebeu a VII Semana dos Realizadores, importante festival dedicado ao cinema brasileiro contemporâneo. Contando novamente com o patrocínio da Petrobras e da RioFilme, o evento mais uma vez, ocupou o Espaço Itaú de Cinema de Botafogo com uma programação variada. Além da exibição de 50 filmes (entre longas, médias e curtas-metragens) e uma mostra competitiva, a sétima edição trouxe programações especiais, debates, videoinstalações e uma masterclass com o cineasta francês Sylvain George, que veio ao Brasil para uma retrospectiva de sua carreira a convite do Institut Français du Brésil.

 Confira AQUI a entrevista com o Realizador, estreante em um longa-metragem, Bernardo Nabuco, de “Urutau”.



MOSTRA COMPETITIVA E SESSÕES ESPECIAIS

A maioria dos filmes exibidos, inédita na cidade, foi apresentada ao público pelos próprios realizadores, presentes para conversas após as sessões. A mostra competitiva traz 20 filmes, selecionados entre quase 700 inscritos, na disputa por premiações que incluem, além de apoios para futuros filmes, convite para exibição nos festivais IndieLisboa e no Festival Cinematográfico Internacional del Uruguay, prêmio-aquisição do Canal Curta! e proposta de distribuição em salas independentes do México e da Colômbia pelo Cine Tonalá.

Sessões especiais apresentaram longas e curtas aguardados e ainda inéditos no Rio, como os novos de André Novais de Oliveira (vencedor do prêmio de melhor longa-metragem na última edição do festival), Maria Augusta Ramos (que teve retrospectiva realizada dentro da Semana em 2013), Júlio Bressane e Bruno Safadi (apresentando seu projeto Tela Brilhadora), entre outros.

OBRAS DA BERLINALE FORUM E RETROSPECTIVA DE DIRETOR FRANCÊS

Uma das principais novidades desta edição do festival, a seção Semana Convida apresenta mostras exibidas em outros festivais que dialogam com a Semana dos Realizadores. Em Semana convida: Cine Esquema Novo Expandido – BerlinaleExpanded Forum 2015, o público assistirá uma seleção de oito obras da Mostra Forum do Festival de Berlim 2015, espaço de radicalidades de um dos maiores festivais de cinema do mundo. Dentre a programação, destacam-se os filmes The Forbidden Room, último trabalho do diretor canadense Guy Maddin e IEC Long,media metragem da dupla de portugueses João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata. Essa mostra é realizada com o apoio do Goethe-Institut.

Semana convida: Fronteira Festival – Retrospectiva Sylvain George é uma oportunidade única de conhecer a obra deste diretor francês e suas obras, que tratam de temas como a imigração entre países em conflito e os chamados de Primeiro Mundo, tão atual nos dias de hoje. A mostra, que tem curadoria de Rafael Castanheira Parrode e Toni D’Angela, contará com a presença do próprio diretor, que ministrará ainda a masterclass gratuita Memória que queima, além de pessoalmente apresentar uma retrospectiva essencial de seus filmes como elemento-chave para se entender e refletir sobre algumas das crises do nosso tempo e sobre o papel do audiovisual nestas pautas.

Oura novidade é mostra Realizações do Rio, que reúne trabalhos inéditos produzidos por cineastas cariocas ou que vivem no Rio, fomentando e multiplicando os espaços de diálogo da cena local.

DEBATES E VIDEOINSTALAÇÕES DE ARTISTAS−CINEASTAS

Mais do que um festival de cinema, a Semana dos Realizadores é tradicionalmente um lugar de encontro. E para expandir as reflexões propostas nos filmes, no cinema, na criação e na vida, esta edição promove, além dos debates que seguem as sessões da nossa programação,dois encontros especiais em torno de temas fundamentais do nosso tempo.

“A imagem em movimento no cinema e na arte contemporânea – contaminações e potências” proporcionará uma conversa entre realizadores, programadores e curadores para pensar os usos, formas e funções da imagem em movimento no cinema e na arte contemporânea. O encontro terá participação de Fred Benevides, Carlos Adriano, Gustavo Spolidoro e Pedro França,com mediação de Patricia Mourão.

Já o “Construção e desconstrução do feminino/ masculino no cinema brasileiro contemporâneo” questionará como a construção de personagens e narrativas no cinema brasileiro contemporâneo pode desafiar os estereótipos de gênero. Participam Anita Rocha da Silveira, MaeveJinking, Ilana Feldman, Joana Gatis e Yasmin Thayná, mediadas por Amanda Gabriel.

Um dos destaques desta edição da Semana dos Realizadores é uma exposição no Espaço Cultural Olho da Rua, que durante o sábado, dia 21, recebe quatro videoinstalações, duas delas vindas da Berlinale: Viventes, de Frederico Benevides e Je proclame ladestruction, de Arthur Tuoto. A exposição conta ainda com Não é sobre sapatos, investigação de Gabriel Mascaro, autor do premiado filme “Boi Neon”, sobre abordagem policial a manifestantes, trabalho que integrou a seleção da última Bienal de São Paulo. Para fechar a seleção, Vertières I, II, III, de Louise Botkay, volta à programação em novo suporte e fruição após vencer a Semana dos Realizadores em 2014, na categoria curta metragem.

 


FILMES EM COMPETIÇÃO NA VII SEMANA DOS REALIZADORES

LONGAS-METRAGENS

O ESPELHO, de Rodrigo Lima . 2015 . RJ

A MORTE DIÁRIA, de Daniel Lentini . 2015 . RJ

PROXY REVERSO, de Guilherme Peters e Roberto Winter . 2015 . SP

O QUE EU PODERIA SER SE EU FOSSE, de Bruno Jorge . 2015 . SP

O TOURO, de Larissa Figueiredo . 2015 . PR

TROPIKAOS, de Daniel Lisboa . 2015 . BA

 

CURTAS E MÉDIAS-METRAGENS

ALUGUEL: O FILME, Lincoln Péricles . 2015 . SP

CORDA, de Pablo Lobato . 2014 . PA/MG

DIGITARIA EX MACHINA, de Gabraz . 2015 . RJ/MG

ENTRETEMPOS, de Frederico Benevides e Yuri Firmeza . 2015 . CE/RJ

HISTÓRIA DE UMA PENA, de Leonardo Mouramateus . 2015 . CE

IMHOTEP, de Leo Pyrata . 2015 . MG

MAIN PROPES, de Louise Botkay . 2015 . RJ

OCCIDENTE, de Ana Vaz . 2014 . Brasil/França

PALACE HOTEL, de Cao Guimarães . 2015 . MG

RITUAL PAM PAM PAM, de Ramon Mota Coutinho . 2014 . BA

SÀO PAULO COM DANIEL, de Deborah Viegas e Nicolas Thomé Zetune . 2015 . SP

SEM TÍTULO #2: LA MER LARME, de Carlos Adriano . 2009-2015 . SP

SOLEDAD, de Flávia Vilela, Joana Gatis e Daniel Bandeira . 2015 . PE/SP/MG

TORÉ, de João Vieira e Tanawi Xucuru Kariri . 2015 . Brasil/França

 

SESSÕES ESPECIAIS

[sessão de abertura]

QUINTAL, de André Novais Oliveira . 2015 . MG

MAIS DO QUE EU POSSA OFERECER, de Allan Ribeiro . 2015 . RJ

 

TELA BRILHADORA

GAROTO, de Julio Bressane . 2015 . RJ

O PREFEITO, de Bruno Safadi . 2015 . RJ

ORIGEM DO MUNDO, de Moa Batsow . 2015 . RJ

 

HORS-CONCOURS

PORFÍRIO, de Henrique Borela . 2015 . GO

SECA, de Maria Augusta Ramos . 2015 . RJ

TEOBALDO MORTO, ROMEU EXILADO, de Rodrigo de Oliveira . 2014 . ES

 

REALIZAÇÕES DO RIO

BEING BORING, de Lucas Ferraço Nassif . 2015 . RJ

GLÓRIA ILUMINADA, de Will Domingos . 2015 . RJ

MULHER SEM BANDOLIM, de Fabiano Mixo . 2015 . Brasil/Alemanha

PLUTÃO, de Daniel Nolasco . 2015 . RJ

PRA MORRER BASTA TÁ VIVO, de Ian Capillé . 2015 . RJ

SATAN SATIE OU MEMÓRIAS DE UM AMNÉSICO, de Juruna Mallon e Lucas Parente . 2015 . Brasil/França

URUTAU, de Bernardo Cancella Nabuco . 2015 . RJ

VOZERIO, de Vladimir Seixas . 2015 . RJ

 

SEMANA CONVIDA

FRONTEIRA FESTIVAL – RESTROSPECTIVA SYLVAIN GEORGE

Vers Madrid, Dir. Sylvain George . 2014 . França

Qui’ils reposent en révolte (des figures de guerres I), Dir. Sylvain George . 2010. França

No Border (Aspettavo Che Scendesse La Sera), Dir. Sylvain George . 2008. França

L’impossible – pages arrachés, Dir. Sylvain George . 2009. França

Les Éclats (Ma Gueule, Ma Revolte, Mon Nom), Dir. Sylvain George . 2011. França

 

CINE ESQUEMA NOVO EXPANDIDO – BERLINALE FORUM 2015

Iec Long, Dir. João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata . 2014 . Portugal

[sessão de encerramento]

La Maldad, Dir. Joshua Gil . México. 16 anos

The Forbidden Room, Dir. Guy Maddin e Evan Johnson . 2015 . Canadá

A Field guide to the ferns, Dir. Basma Alsharif . 2015 . Estados Unidos

Hotline, Dir. Silvina Landsmann . Israel/França

Twenty-eight nights and a poem, Dir. Akram Zaatari . 2015 . Líbano/França

 

VÍDEO-INSTALAÇÕES

Não é sobre sapatos, Dir. Gabriel Mascaro 2014 . PE

Vertières, I, II, II, Dir. Louise Botkay . 2014 . RJ

Viventes, Dir. Frederico Benevides . 2014 . RJ/CE

Je proclame la destruction, Dir. Arthur Tuoto . 2014 . SP


A Premiação da VII Semana dos Realizadores 2015

Foram 7 dias, 50 filmes, 28 sessões e cerca de 2500 pessoas assistindo, refletindo e debatendo sobre o que de mais vibrante, fresco, arriscado e inovador há no novíssimo cinema contemporâneo – sobretudo, o produzido no Brasil.E encerrando mais uma jornada de exibição e troca sobre esta produção, a VII Semana dos Realizadores apresenta, com orgulho, os premiados de sua edição 2015:
JÚRI OFICIAL

Melhor Filme
São Paulo com Daniel, de Deborah Viegas e Nicolas Thomé Zetune

Prêmio Especial do Júri
Proxy Reverso, Direção de Guilherme Peters e Roberto Winter

Melhor Dramaturgia
História de uma pena, Direção de Leonardo Mouramateus

Melhor pesquisa de linguagem
Imhotep, Direção de Leo Pyrata

Melhor composição de imagem e som
Occidente, Direção de Ana Vaz

Menção Honrosa
Entretempos, Direção de Fred Benevides e Yuri Firmeza

Além de troféu assinado pela artista Clara Moreira, os cinco filmes premiados pelo júri oficial receberão apoio de finalização da Afinal Filmes. Os vencedores na categoria Melhor Filme e Prêmio Especial do Júri receberão um apoio de finalização de até 30 horas de serviço de correção de cor para uma nova produção. Os demais premiados pelo júri oficial receberão como apoio um vale de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para utilização em serviços de finalização na casa.O longa vencedor do prêmio de melhor filme ou Prêmio Especial do Júri será automaticamente convidado para exibição no Festival Cinematográfico Internacional del Uruguay e terá ainda proposta para distribuição em salas independentes do México e da Colômbia pelo Cine Tonalá.

PRÊMIO EDT. DE MONTAGEM DE INVENÇÃO

Melhor Longa-Metragem
Proxy Reverso, Direção de Guilherme Peters e Roberto Winter

Melhor Curta ou Média-Metragem
São Paulo com Daniel, Direção de Deborah Viegas e Nicolas Thomé Zetune

PRÊMIO ABD – AUDIOVISUAL INDEPENDENTE

Melhor Longa-Metragem

Proxy Reverso, Direção de Guilherme Peters e Roberto Winter; e O que eu poderia ser se eu fosse, Direção de Bruno Jorge

Melhor Curta ou Média-Metragem
Mains Propres, Direção de Louise Botkay

Menção Honrosa
Aluguel, o filme, Direção de Lincoln Péricles

PRÊMIO AQUISIÇAO CANAL CURTA!

História de uma pena, Direção de Leonardo Mouramateus

Prêmio-aquisição para exibição no Canal Curta! no valor de R$ 7.000,00 (sete mil reais) para filmes de 25 a 69 minutos.

PRÊMIO INDIELISBOA

Toré, Direção de João Vieira Torres e Tanawi Xucuru Kariri

Em seu terceiro ano como parceiro da Semana dos Realizadores, o IndieLisboa International Film Festival irá exibir em sua programação o filme selecionado por sua equipe de curadoria.

Críticas Relacionadas

Crítica: Proxy Reverso

Uma Crítica à Superficialidade Conectada

Crítica: O Touro

Um reencontro de coincidências com as próprias raízes

Crítica: Tropykaos

Uma oportunidade de questionar nossas ações perante esta sociedade “terminal”

Crítica: Mais Do Que Eu Possa Me Reconhecer

A solidão de um artista fascinado pela arte em oitocentos metros quadrados

Crítica Curta: Quintal

O curta-metragem integra a filmografia do já autoral e conceituado André Novais

Crítica: Urutau [2015]

Uma versão dogma romena abrasileirada

Crítica: Being Boring

Uma pretensão experimental vazia, indecifrável e curiosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados