A vida de um blogueiro não é um fácil. Precisa conviver com os percalços da vida social, esta que, a todo custo, tenta não facilitar o caminho mais rápido. Numa visão mais genérica e ampla, um crítico que escreve para blogs é um indivíduo como qualquer outro e assim utiliza a sociedade como bem comum a fim de convivência e sobrevivência. O mundo de hoje funciona por intermédio de serviços. Vamos exemplificar mais ou menos de forma linear, porque nada é definitivo e ou em linha reta. Há a internet, telefonia, transporte, alimentação, família, vida social – que inclui amigos e descansadas, ora por praia, festas, e ou por observar o mundo ao nosso redor para que possamos ter conhecimento e ter analises sobre o ser humano próximo e alheio. É impossível não precisar destes serviços. Quando se cria um blog, o administrador necessita de internet, a fim de atualizar dados e informações; de um provedor; necessita de algum meio de transporte para que possa chegar às cabines e coletivas de imprensas (sessões prévias com o objetivo de apresentar o filme para analise), no meio de tudo isso, há a família, os amigos, os deveres sociais, e há o trabalho real (aquele que paga as contas e o tempo disponibilizado na frente do computador). Muitos me perguntam “É um hobby? Dá dinheiro? Tem retorno”. Fico desconcertado quando respondo que a arte por si só já me completa. É claro que receber algo pela opção que se escolheu é pretendido e aguardado. Quando um serviço deste processo torna-se indisponível, as atualizações não acontecem, gerando desespero a quem escreve (no caso o editor geral deste blog site) e ao leitor, a sensação de que não haverá novidades. Como vocês já sabem, o Vertentes do Cinema é feito por uma única pessoa, que se desdobra em vários, para que possa transpassar tudo de alternativo e independente está acontecendo nos cinemas cariocas e festivais pelo mundo. Tudo com curiosidades, entrevistas em vídeos, fotos, textos analisados e opinados. Não, eu ainda não ganho nada financeiro. Mas o retorno satisfatório que o leitor devolve é uma das emoções mais incríveis. É por isto que continuo, mesmo com todos os percalços de uma vida que se tornou mais corrida e acelerada. Se por algum momento, as atualizações demorarem, o Vertentes do Cinema sabe que poderá contar com a compreensão de todos. Ah, o serviço que não estava funcionando: internet. De agora, o blog site correrá, ao seu tempo, a fim de atualizar todos os filmes que já estão em cartaz. Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados