Crítica: Hiroshima Meu Amor

O Estrangeirismo das Emoções

Crítica: Fahrenheit 451

Um Clássico à frente de seu tempo que se recusa a queimar

Crítica: La La Land

Um Bird Charlie Parkeriano Que Sempre Terá Paris

Crítica: Os Boas Vidas

Fellini enaltece o amor por sua arte e pela sua boa vida

Crítica: O Demônio das Onze…

A Obsessão Apaixonante de Godard.

Crítica Clássico: Eu Vos Saúdo…

Por Fabricio Duque Há cineastas que necessitam de tempo-geração para que sejam inicialmente compreendidos. Um deles é o mestre francês, Jean-Luc Godard, expoente participativo do movimento Nouvelle Vague, que tinha como um dos objetivos-fundamentos a experimentação narrativa e técnica, mas…

Crítica: Capitão Fantástico

Um perfeita tradução de uma utopia revolucionária-espirituosa

Crítica: Julieta

As Cores e Camadas de Pedro Almodóvar

Crítica: Cinema Novo

O dogmatismo do movimento "Cinema Novo" por Eryk Rocha

Crítica: Café Society

O Café de Woody Allen Nunca Esfria

Crítica: Anomalisa

O Estímulo de nossa cognição mental