Crítica: Borg vs McEnroe

A ótica clichê do tênis por um diretor robô

Crítica: A Forma da Água

A Maestria de Uma Forma

Crítica: Afterimage

Arrastado e lento para ótimas atuações

Crítica: Theeb – O Lobo…

Por Fabricio Duque “O Lobo do Deserto – Theeb”, indicado ao Oscar 2016 na categoria de Melhor Filme Estrangeiro, apresenta-se como uma fábula-realista da jornada de conhecimento de mundo de um garoto, um “coelho indefeso”, de nome “lobo”, que aprende…

Crítica: Phoenix

Por Fabricio Duque “Phoenix”, exibido no Festival de Toronto 2014, é o novo filme do diretor alemão Christian Petzold (de “Barbara”, “Yella”, “Jericó”), que tem como característica básica a utilização da narrativa clássica, subvertendo e contrastando o óbvio ao humaniza-lo…

Crítica: Um Pombo Pousou Num…

Por Fabricio Duque “Um Pombo Pousou Num Galho Refletindo Sobre a Existência”, o novo filme do sueco Roy Andersson (de “Você, Os Vivos”), comporta-se como uma mistura de Wes Anderson com Aki Kaurismaki com Samuel Beckett com Monthy Python, utilizando…

Crítica: Dólares de Areia

Por Fabricio Duque Vocês sabem sobre aqueles agradáveis acasos que a vida nos proporciona? Pois é. “Dólares de Areia (Sand Dollars)” é um deles. Caiu do céu no intervalo entre um filme e outro que estreou Festival de Toronto 2014.…

Crítica: A Teoria de Tudo

Por Fabricio Duque “A Teoria de Tudo” pertence a um novo gênero cinematográfico Oscar, realizados com características que “preenchem” os requisitos às indicações do prêmio mais “comercial” do mundo fílmico, agradando “em cheio” os membros da Academia. O roteirista Anthony…

Pílula Crítica: Dois Dias, Uma…

Por Fabricio Duque Direto do Festival de Toronto Em “Dois Dias, Uma Noite”, o mais recente filme dos irmãos belgas Jean-Pierre e Luc Dardenne Dardenne. Os cineastas “das antigas” possuem controle total da câmera, que acompanha sem pressa, mas também…