Crítica: Estados Unidos Pelo Amor

A experimentação das liberdades plantadas e dogmáticas

Crítica: A Dragon Arrives

Uma nova incursão do cinema iraniano em um gênero de experiência delirante-surreal

Crítica: Canção Para Um Doloroso…

As Oito Horas Irretocáveis de Lav Diaz

Crítica: Morte Em Sarajevo

Uma parábola sobre sonhos e pesadelos políticos

Crítica: Quand On 17 Ans…

Novo diretor francês André Téchiné (de “As Testemunhas - Les Témoins”)

Crítica: Fuocoammare

Por Fabricio Duque Direto do Festival de Berlim 13 de Fevereiro de 2016 De forma factual e comprovada, o diretor Gianfranco Rosi, de “Fuocoammare”, que integra a competição oficial do Festival de Berlim 2016, está se adjetivando com o maniqueísmo…

Crítica: 24 Semanas

Entre o realismo racional e a inevitável impressão sentimental

Crítica: Chi-Raq

Por Fabricio Duque Direto do Festival de Berlim 17 de Fevereiro de 2016 “Chi-Raq”, que integra a mostra fora de competição oficial do Festival de Berlim 2016, corrobora o cinema político-ativista-utópico-social-minoritário de passionalidade exacerbada de direitos humanos dos negros, conservando…

Crítica: Mãe Só Há Uma

O Conceito Embate entre a moralidade-ética e a liberdade de ser como já se é

Crítica: O Que Está Por…

Um cinema que protege o próprio cinema e o universo francês

Crítica: O Mestre dos Gênios

Nada de genioso e sim, preguiçosamente, comum

Crítica: Cartas da Guerra

A Hipérbole definidora de um futuro não existente