Crítica: Branco Sai, Preto Fica

Uma obra de arte política, que anarquiza mesmo o que sabe que não se pode mais mudar

Crítica: Sinfonia da Necrópole

Nos Pequenos Instantes, a Maestria Vive

Crítica: Avanti Popolo

Um filme de memórias aprisionadas em uma majestosa condução da direção

Crítica: Ventos de Agosto

Uma fábula sobre o tempo e suas consequências

Crítica: Boyhood – Da Infância…

Uma magistral ficção de doze anos

Crítica: Do Que Vem Antes

A temporalidade observada de Lav Diaz

Crítica: Planeta dos Macacos –…

A Modernidade Evolutiva de Darwin

Crítica: Aquilo que Fazemos Com…

Passionalidade transposta de ingenuidade utópica

Crítica: Our Sunhi

Uma arte como material bruto a ser lapidado pelos olhos e percepções dos espectadores

Crítica: Guardiões da Galáxia

Metáforas Pop-Expressionistas

Crítica: Olho Nu

Um filme adjetivado para ver e rever

Crítica: Ninfomaníaca [Volume II]

critica-ninfmaniaca-volume-ii