Festival de Berlim 2018: “Utøya 22. juli”


Do diretor norueguês Erik Poppe (de “Mil Vezes Boa Noite“, “Águas Turvas“), 90 minutos. Com Andrea Berntzen, Aleksander Holmen, Brede Fristad.


Em 22 de julho de 2011, quinhentos jovens que participaram de um acampamento de verão na ilha de Utøya foram atacados por um extremista de direita fortemente armado. A tragédia provocou a vida de 69 vítimas. A história desestruturou a Noruega e ainda faz até hoje. O diretor Erik Poppe se atreveu a tentar transformar os eventos desse verão em um filme. Seu drama abre com imagens documentais de Oslo onde, pouco antes, o mesmo atacante explodiu um carro-bomba matando oito pessoas. A cena então muda para a ilha. A câmera segue Kaja de 19 anos que está passando alguns dias do feriado com sua irmãzinha Emilie. De repente, o primeiro tiro é ouvido, que é o ponto de partida a uma reconstrução de eventos incômoda de 72 minutos de duração, filmada em uma única tomada, pelos olhos das vítimas. É a busca desesperada de Kaja por Emilie, e o medo nos olhos dos jovens.


“Utøya 22. juli (U – July 22)” integra a competição oficial do Festival de Berlim 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados