Festival de Berlim 2018: “Transit”


Do diretor alemão Christian Petzold (de “Phoenix“, “Barbara”), 101 minutos. Com Franz Rogowski, Paula Beer, Godehard Giese.


As tropas alemãs estão apenas fora de Paris. Georg (o ator Franz Rogowski) escapa para Marselha no último momento. Sua bagagem contém o legado (um manuscrito, algumas cartas e a garantia da Embaixada do México de um visto) de um escritor chamado Weidel, que roubou por medo da perseguição. Assumindo a identidade de Weidel, Georg tenta obter uma das poucas passagens escassas em um navio. As conversas entre refugiados ocorrem nos corredores de seu pequeno hotel, nas salas de espera dos consulados e nos cafés e bares no porto. Georg faz amizade com Driss, filho de seu falecido camarada Heinz, que morreu enquanto tentava fugir. Mas quando conhece a misteriosa Marie (a atriz Paula Beer), seus planos mudam.


“Transit” é baseado no romance homônimo de Anna Seghers, que escreveu no exílio. O filme está ambientado em uma Marselha contemporânea, lugar que esses personagens do passado se deslocam. E assim, os refugiados de lá, da parte de trás, encontram os refugiados de hoje, de cá. As histórias encontram o presente e se combinam para criar um espaço de trânsito eterno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados