Festival de Berlim 2018: “The Bookshop”


Da diretora espanhola de Barcelona, Isabel Coixet (de “A Vida Secreta das Palavras”, “Ninguém Deseja a Noite”), 113 minutos. Com Emily Mortimer, Bill Nighy, Patricia Clarkson.


No final da década de 1950, uma jovem viúva chamada Florence Green decide colocar seu luto de lado e fazer de um sonho, uma realidade. Ela compra uma casa desgastada pelo tempo na bela cidade inglesa de Hardborough e abre uma livraria dentro dela. Mas seu projeto enfrenta preconceitos e resistência. Os habitantes provinciais da cidade são “catapultados” de sua letargia por trabalhos contemporâneos controversos, como ‘Lolita’ de Nabokov e ‘Fahrenheit 451’, de Ray Bradbury. Florence encontra amabilidade no recluso Sr. Brundish, mas também encontra adversidade na Sra. Gamart, uma figura local e aspirante a patrocínio das artes, que guarda de forma ciumenta sua influência.

É uma adaptação do romance de 1978 de Penélope Fitzgerald. “Uma celebração da bibliofilia”.

A diretora Isabel Coixet conseguiu criar um drama distintivo, estilisticamente coerente sobre a luta de uma mulher que corajosamente leva sua vida em suas próprias mãos e tenta introduzir um sopro de ar fresco em uma resistente comunidade.


“The Bookshop” integra a seleção Berlinale Special.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados