A França chegou no Rio de Janeiro


Em parceria com o a Cinemateca Francesa no Brasil, o Cine Joia de Copacabana exibirá alguns filmes franceses, em sua maioria contemporâneos, que tiveram poucas exibições ou nenhuma em circuito nacional. A Mostra França é Joia!, trará ao público carioca a oportunidade de ver alguns de seus melhores filmes feitos nesse país, alguns em co-produções, nos últimos anos.


Programação e Sinopses

O Efeito Aquático
Direção: Solveig Anspach, Jean-Luc Gaget
Ano: 2016
83 minutos
16 anos. Comédia. Sinopse: Samir (Samir Guesmi) se apaixona por Agathe (Florence Loiret Caille). Ela é instrutora de natação para principiantes em um clube local, então ele decide se inscrever para ter aulas, mesmo sabendo nadar perfeitamente. Quando descobre a mentira, Agathe decide se afastar indo participar de um congresso e Samir, apaixonado, invade o evento para reconquistá-la.

Dias de exibição: 02.11 – 17:30; 03.11 – 13:30; 05.11 – 15:15; 06.11 – 18:10; 08.11 – 16:00; 11.11 – 14:00

Mostre a Língua
Direção: Axelle Ropert
Ano: 2012
102 minutos
16 anos
Comédia Dramática. Sinopse: Dimitri (Laurent Stocker) e Boris (Cédric Kahn) são médicos e irmãos parisienses e sempre trabalharam juntos. Eles dedicam todo seu tempo e atenção aos seus pacientes. Certo dia, os dois pegam o caso de uma criança diabética para cuidar, e ficam muito próximos da mãe dela, Judith (Louise Bourgoin), que cria a criança sozinha. Os dois acabam se apaixonando pela mulher, abalando o forte laço entre os irmãos.

Dias de exibição: 02.11 – 13:30; 03.11 – 15:30; 05.11 – 13:15; 07.11 – 16:30; 09.11 – 16:00; 13.11 – 20:30; 15.11 – 16:00

Boa Sorte Argélia
Direção: Fami Bentoumi
Ano: 2015
90 minutos
Livre
Comédia. Sinopse: Sam e Stéphane, dois amigos de infância, são um sucesso na fabricação de equipamentos para esquiagem, até surgir uma ameaça em seu negócio. Para salvá-lo, eles embarcam numa aposta louca: Sam qualificar-se para os Jogos Olímpicos na Argélia, o país de seu pai. Além da prática esportiva, esse desafio fará com que Sam se reconecte com algumas de suas raízes.

Dias de exibição: 02.11 – 15:30; 04.11 – 15:15; 07.11 – 14:30; 10.11 – 15:30; 15.11 – 14:00

François Truffaut, uma Autobiografia
Direção: Serge Toubiana
Ano: 2004
78 minutos
16 anos
Documentário. Sinopse: François Truffaut guardava tudo porque queria conservar as marcas… Anne Andreau as seguiu para vinculá-las aos temas prediletos do cineasta, aqueles que encontramos em cada um dos seus filmes. Valorizando e considerando o testemunho que representa esta herança, este filme revela a ligação oculta, mas muito presente, de François Truffaut com o público de hoje em dia.

Dias de exibição: 09.11 – 18:00; 13.11 – 18:30

Jovem Tigre
Direção: Cyprien Vial
Ano: 2014
97 minutos
16 anos
Comédia Dramática. Sinopse: Many (Cyprien Vial), um adolescente indiano de Punjab, se estabelecera na França dois anos atrás. Graças ao auxílio do governo, ele consegue levar uma vida normal estudando, convivendo com os amigos, encontrando a namorada Elisabeth (Elisabeth Lando) e praticando livremente sua religião. Toda essa estabilidade, porém, veio às custas de sua família que permaneceu na Índia, dando a Many a responsabilidade de lhes enviar dinheiro – que ele só pode conseguir através de trabalhos ilegais.

Dias de exibição: 03.11 – 17:30; 06.11 – 14:00; 08.11 – 14:00; 10.11 – 17:30; 14.11 – 16:30

Claude Lévi-Strauss Por ele Mesmo
Direção: Annie Chevallay e Pierre-André Boutang
Ano: 2008
93 minutos
12 anos
Documentário. Sinopse: O percurso intelectual do antropólogo francês centenário Claude Lévi-Strauss é retratado por meio de entrevistas concedidas por ele a partir da década de 60 e de fotografias, manuscritos e outros objetos de seu arquivo pessoal. Suas experiências e a evolução de seu pensamento ganha vida por meio de uma organização cronológica e temática. Aficcionado por música, ecologista convicto e defensor da diversidade dos povos, o pensador é o principal narrador de sua história, da infância no ateliê artístico do pai, à maturidade como pesquisador, vivendo em meio às sociedades indígenas da América Latina.

Dias de exibição: 08.11 – 18:00; 09.11 – 20:00; 13.11 – 14:30;14.11 – 18:30

A Flor do Mal
Direção: Claude Chabrol
Ano: 2003
104 minutos
16 anos
Drama. Sinopse: Se o tempo existe, pode a culpa ser transmitida – como algumas doenças – de geração para geração? Que conseqüências um erro não expiado pode ter para o culpado e para os seus descentes? No fim da Segunda Guerra Mundial, numa atmosfera sufocante de acerto de contas com os colaboracionistas, uma mulher é absolvida por um crime que cometeu. O filme se passa nos dias de hoje, durante as eleições municipais, quando um crime será cometido. Quem é culpado? Aquele que comete o crime ou aquele que se acusa? E culpado de quê? E se o tempo não existe…

Dias de Exibição: 04.11 – 13:15; 10.11 – 13:30; 13.11 – 16:30; 15.11 – 18:00

Jappeloup
Direção: Christian Duguay
Ano: 2013
120 minutos
12 anos
DramaSinopse: Um jovem advogado abandona sua carreira para competir junto com Jappeloup, um cavalo sem muito talento em competições de salto. A glória e a vitória chegarão, mas o caminho está cheio de obstáculos. O amor entre ambos é fundamental.

Dias de exibição: 06.11 – 15:45; 07.11- 18:30; 09.11 – 13:30; 12.11 – 14:00; 14.11 – 14:00


Serviço

Mostra França é Joia!
Preço: 8 reais
Local: Cine Joia Copacabana – Avenida Nossa Senhora de Copacabana 680 – Subsolo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados