Atuando no campo do cinema, o CINEesporte leva para as telas as experiências esportivas transformadas em filmes carregados por esta energia contagiante do esporte

Histórias que refletem a magia exuberante de momentos e personagens impressos para sempre na memória, no imaginário de milhões de pessoas em todo o planeta. E outras linguagens e formatos que contemplam o esporte na sua narrativa.

Firme na sua trajetória inspiradora iniciada durante os Jogos Rio 2016, o CINEesporte se estabelece como uma referência no circuito de festivais de cinema de temática esportiva, transformando-se numa plataforma estratégica para a difusão e promoção de obras audiovisuais esportivas.

O CINEesporte 2017 será realizado no Rio de Janeiro, em outubro, e em São Paulo, no mês de novembro, exibindo uma rica e diversificada programação de filmes com temática esportiva, com entrada franca em todas as sessões.

Com curadoria de Antônio Leal e Tetê Mattos, Mostra leva às telas as emoções de filmes esportivos brasileiros e internacionais, revelando momentos marcantes do esporte e o envolvimento de atletas com as competições, superação, decepções, glórias e conquistas.

O Cine Esporte integra o seleto circuito mundial de festivais de cinema esportivo liderado pela FICTS – Federation Internationale Cinema Television Sportifs, com sede em Milão, Itália.


Programação Completa

Abertura 26/10 (quinta-feira)

19h
“Partida Internacional” (2011), Dir. Nadine e Sven Schrader (Fic, 2 min, Alemanhã). Classificação: Livre;
“Heróis” (2017), Dir. Cavi Borges (Doc, 71 min, Brasil), Classificação: 12 anos;

27/10 (sexta-feira)

17h
“Mitaka Escola de Sumô” (2017), Dir. Ruben Ventura (Doc, 8 min, Espanha/Japão). Classificação: Livre;
“Espírito em Movimento” (2015), Dir. Sofia Geveyler, Julia Bivsheva e Sofia Kucher (Doc, 73 min, Rússia). Classificação: 12 anos;

19h
“Lutador (2015), Dir. Sara Bacro, Camille Chandelier, Clément Pierre, Vincent Plagniol e Alexis Renault (Anim, 6 min, França). Classificação: Livre;
“Tatame” (2016), Dir. Daniel Nolasco e Felipe Fernandes (Doc, 22 min, Brasil). Classificação: 12 anos;
“Monstros do Ringue” (2015), Dir. Marc Dourdin (Doc, 84 min, Brasil). Classificação: 12 anos;

28/10 (sábado)

17h
“Zahy” (2012), Dir. Felipe Bragança ( Exp, 5 min, Brasil). Classificação: Livre;
“Jogos Indígenas” (2014), Dir. Thiago Frade e Alexandre Magno (Doc, 22 min, Brasil). Classificação: Livre;
“Gaviões da Floresta” (2014), Dir. Alexandre Bouchet (Doc, 52 min, França). Classificação: Livre;

19h
“Segue o Jogo” (2017), Dir. Leonardo Magliano (Doc, 21 min, Brasil). Classificação: Livre;
“Transformação” (2014), Dir. Mehdi Alibeygi (Anim, 2 min, Irã). Classificação: Livre;
“Não Deixe a Peteca Cair” (2016), Dir. Kátia Lund e Fifi Fialho (Doc, 50 min, Brasil). Classificação: Livre;

29/10 (domingo)

17h
“Flamenco Olímpico” (2015), Dir. Alejandro Panno (Doc, 29 min, Argentina). Classificação: Livre;
“Gigantes Descalços” (2017), Dir. Álvaro Priante e Iván Roiz (Doc, 65 min, Espanha). Classificação: Livre;

19h
“O Menino que Aprendeu a Voar” (2016), Dir. Limbert Fabian e Jake Wyatt (Anim, 7 min, Estados Unidos). Classificação: Livre;
“Cinecittà sobre Rodas” (2016), Dir. Inti Carboni ( Fic, 6 min, Itália). Classificação: Livre;
“Dois Pés Esquerdos” (2015), Dir. Isabela Salvetti (Fic, 6 min, Itália). Classificação: Livre;
“Sunakali” (2014), Dir. Bhojraj Bhat (Doc, 51 min, Nepal). Classificação: Livre;

Encerramento e premiação 30/10 (segunda-feira)

18h30
“Cinecittà sobre Rodas” (2016), Dir. Inti Carboni ( Fic, 6 min, Itália). Classificação: Livre;
“Eu me movo” (2016), Dir. Maurício Guimarães, Luciano Zuffo e Gian Carlo Bellotti (Doc, 26 min, Brasil). Classificação: Livre


Serviço

Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro
Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
CEP: 20010-000 / Rio de Janeiro (RJ)
(21) 3808-2020
ccbbrio@bb.com.br
Funcionamento: de quarta a segunda, das 9h às 21h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados