kappa-crucis-foto-miniatura

Na vastidão do céu, um homem é feito estrela

Por Francisco Carbone

Kappa Crucis: nome que a plataforma de observação do universo do planetário de Minas Gerais ganhou de um personagem muito familiar a eles. Seu Bernardo tem um pequeno negócio que está na sua vida há anos, complementa sua renda e serve como distração na idade avançada. O professor de astronomia passa os dias a observar o espaço através de seus microscópios onde permite-se viajar através das galáxias e esquecer os problemas terrenos que não são poucos. Dr. Riedel é um patriarca judeu com dificuldades financeiras mas que não perde seus hábitos familiares e pessoais, extremamente ligado a religião e a família. Três homens: qual a semelhança entre eles? O que os une? O diretor mineiro João Borges (de ‘O Tigre’) volta a Semana dos Realizadores com um poema direcionado a um homem múltiplo, repleto de vida e de experiências que nos deixa ávido por saber mais, a melhor das reações ante qualquer pessoa. Um homem que, mesmo com os pés no céu, nunca deixou de trazer extrema relevância a sua própria existência aqui na Terra, a ponto de se transformar em quantos quiser. Um personagem inesquecível. Integra também a sessão Curtas da vigésima edição da Mostra de Cinema de Tiradentes 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados