CRÍTICAS: Filmes do CINE CEARÁ 2015

  
MASTERCLASS: Lisandro Alonso

Cinema espanhol tem mostra especial no 
25° Cine Ceará 

Programação AQUI

(com horários)

Longas e curtas compõem a mostra que é focada na nova cinematografia da Espanha, mas exibirá também clássicos de nomes consagrados.
Uma representação variada do melhor cinema espanhol da atualidade estará na comemoração dos 25 anos do Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema, de 18 a 24 de junho no Cine-Teatro São Luiz, em Fortaleza. É a Mostra Novo Cinema Espanhol, que exibirá um total de sete longas e oito curtas-metragens. A curadoria foi do roteirista, realizador e produtor Pablo Arellano, que avalia as produções da mostra como “um cinema delicado e humano, poético e singular”.
A seleção passa pelo trabalho minimalista e sensível do longa “Nem Tudo é Vigília” (No todo es vigília, de Hermes Palalluelo. 2014) – filme que ainda está circulando pelos festivais e acabou de ganhar o prêmio de Melhor Filme em festivais de Uruguai e Cosquim –  e do curta “Ser e Voltar” (Ser e volver, Xacio Baño. 2014) –  que estreou no Festival de Cinema de Locarno, na Suíça, e foi vencedor do Prêmio do Júri em Clermont Ferrand, o festival de curtas mais importante do mundo. 
Estão presentes também os longas documentários “Costa da Morte” (Lois Patiño. 2013), que ganhou o Prêmio Cineastas do Futuro no Festival de Locarno, e “As Mais Macabras das Vidas” (Las más macabras de las vidas, Kikol Grau. 2014.50′). “Vamos mostrar ao público de Fortaleza filmes com uma sensibilidade extraordinária”, diz o curador.
A mostra conta ainda com filmes premiados em importantes festivais, como os de Locarno e Rotterdam, na Holanda, como “História da Minha Morte” (Historia del la mèva mort, do catalão Albert Serra (2013), ganhador do Leopardo de Ouro em Locarno, e “Estrela Cadente” (Stella cadente, 2014), último filme do renomado produtor e diretor Luis Miñarro.
Um dos pontos altos da Mostra Novo Cinema Espanhol está em dois diretores que são considerados os ‘pais do cinema moderno na Espanha’, Víctor Erice e Luis Buñuel.  Erice é homenageado com a exibição de seu primeiro longa, “O Espírito da Colmeia” (El espíritu de la colmena, 1973), vencedor do primeiro festival de San Sebastián. De Luis Buñuel, o curador selecionou o clássico “Simão do Deserto” (Simón del desierto, 1965).
Dos curtas, Pablo Arellano fez uma seleção dos melhores da Espanha dos dois últimos anos, assim com uma retrospectiva do cineasta Chema García Ibarra, um dos mais promissores do novo cinema espanhol. Dele serão exibidos seus três curtas que passaram por mais de 200 festivais internacionais:  “O Ataque dos Robôs de Nebulosa 5” (2009), “Protopartículas” (2011) e “Mistério” (2013).
O curador Pablo Arellano é formado em Roteiro pela Escuela Internacional de Cine y TV de San Antonio de Los Baños (Cuba) e pelo Instituto de Cinema de Madrid (Espanha). É também é graduado em Comunicação Audiovisual pela Universidade Complutense de Madrid (Espanha).

Leia As Críticas das Mostras Especiais Paralelas
         
O Festival 
Comemorando jubileu de prata, o Cine Ceará reafirma sua vocação de mais tradicional evento cultural do estado, realizado ininterruptamente desde 1991. São 25 anos atuando diretamente no fazer cultural do Ceará, instigando a produção local e proporcionando um valioso intercâmbio entre realizadores, produtores e a indústria do cinema no Brasil e outros países, em especial os latino-americanos e ibéricos. 
Os filmes do 25° Cine Ceará serão distribuídos nas seguintes mostras: Mostra Competitiva Ibero-Americana de Longa-Metragem, Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem, Olhar do Ceará, Novo Cinema Espanhol, Mostras Sociais – O Primeiro Filme a Gente Nunca Esquece e Melhor Idade e Acessibilidade -e uma exibição especial. Há ainda a realização de seminários, debates e oficinas. Toda a programação do Cine Ceará é gratuita. O acesso às sessões será mediante a troca de alimentos não perecíveis por ingressos. 
Apresentado pelo BNDES, o 25° Cine Ceará é promovido pela Universidade Federal do Ceará, através da Casa Amarela Eusélio Oliveira, com apoio do Ministério da Cultura por meio da Secretaria do Audiovisual, do Governo do Estado do Ceará via Secretaria da Cultura – Secult, e da Prefeitura Municipal de Fortaleza através da Secretaria de Cultura – Secultfor. É uma realização da Associação Cultural Cine Ceará, Corte Seco Filmes e Bucanero Filmes e tem o patrocínio de empresas públicas e privadas, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (SIEC) e da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet).  O festival tem patrocínio da Oi e apoio cultural da Oi Futuro. Patrocínio: Indaiá.
NOVO CINEMA ESPANHOL
LONGAS 
1. STELLA CADENTE (De Luis Miñarro. 2014) 
2. NO TODO ES VIGILIA (De Hermes Palalluelo. 2014)
3. COSTA DA MORTE (De Lois Patiño. 2013)
4. SIMÓN DEL DESIERTO (De Luis Buñuel. 1965)  
5. EL ESPÍRITU DE LA COLMENA (De Víctor Erice.  1973)
6. HISTÓRIA DE LA MÈVA MORT (De Albert Serra. 2013)
7. LAS MÁS MACABRAS DE LAS VIDAS (De Kikol Grau. 2014)  
CURTAS 
1. EL ATAQUE DE LOS ROBOTS DE NEBULOSA 5 (De Chema García Ibarra. 2009)
2. PROTOPARTÍCULAS (De Chema García Ibarra. 2011)
3. MISTERIO (De Chema García Ibarra. 2013)
4. LANBROA (De Mikel Zataraín. 2011)
5. MUEBLES ALDEGUER (De Irene M. Borrego. 2015) 
6. LA PASIÓN DE JUDAS (De David Pantaleón. 2014)
7. SER E VOLTAR (De Xacio Baño. 2014)
8. CHIGGER ALE (De Fanta Ananas. 2013)
Curtas selecionados para mostras Competitiva 
e Olhar do Ceará 
São 16 filmes na Competitiva de Curtas e 13 na Mostra Olhar do Ceará
 O Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema selecionou 16 produções para a Mostra Competitiva Brasileira de Curtas-Metragens e 13 para a Mostra Olhar do Ceará da 25ª edição, que acontecerá em Fortaleza de 18 a 24 de junho. 
Para a Competitiva de Curtas foram selecionados filmes de animação, experimental, ficção e documentário de realizadores de dez estados, alguns inéditos e outros com participação e premiação em outros festivais. Os participantes desta Mostra no Cine Ceará disputam o Troféu Mucuripe nas seguintes categorias: Melhor Curta-Metragem, Direção, Roteiro e Produção Cearense. O melhor curta ganhará ainda o Prêmio Aquisição Canal Brasil, no valor de R$ 15 mil.
A mostra Olhar do Ceará, criada em 1999 como um espaço para ver e discutir o audiovisual cearense, exibirá 13 curtas-metragens produzidos entre 2014 e 2015 por realizadores cearenses ou residentes do Estado, cuja melhor obra também será agraciada com o Troféu Mucuripe. 
Também receberão o troféu o melhor curta ganhador do Prêmio da Crítica (eleitos pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema – Abraccine) e do Prêmio Olhar Universitário (escolhidos por um júri de estudantes de cinema).
A curadoria das mostras Competitiva de Curta-Metragem e Olhar do Ceará foi composta por Victor Furtado e Guto Parente.
Victor Furtado é realizador e pesquisador de cinema. Formado na Escola Pública de Audiovisual de Fortaleza, na Vila das Artes, está graduando-se em Teatro na Universidade Federal do Ceará. Realizou curtas-metragens como “Raimundo dos Queijos” e “Meu Amigo Mineiro” (em co-direção com Gabriel Martins), filmes que rodaram festivais. Entre outros trabalhos realizados, fez pesquisa de conteúdo e personagem para episódios seriados “Blood Brothers” e “Extreme World” do canal Discovery Channel e “Modelos em Transe” a estrear em 2015 no Canal Brasil. 
Guto Parente é realizador, roteirista e montador. Escreveu e dirigiu sete curtas, entre os quais, “Espuma e Osso” (2007), “Flash Happy Society” (2009) e “Dizem que os cães veem coisas” (2012), e cinco longas – “Estrada para Ythaca” (2010), “Os Monstros” (2011), “No Lugar Errado” (2011), “Doce Amianto” (2013) e “A Misteriosa Morte de Pérola” (2014). Seus filmes já foram exibidos em importantes festivais internacionais como Locarno, Rotterdam, Viennale, FidMarseille, Bafici, entre outros. No Brasil ganhou prêmios de melhor filme em festivais como Mostra Tiradentes, Janela Internacional de Cinema do Recife e Panorama da Bahia. Como montador, trabalhou em mais de 15 produções, entre curtas e longas. 
Apresentado pelo BNDES, o 25° Cine Ceará é promovido pela Universidade Federal do Ceará, através da Casa Amarela Eusélio Oliveira, com apoio do Ministério da Cultura por meio da Secretaria do Audiovisual, do Governo do Estado do Ceará via Secretaria da Cultura – Secult, e da Prefeitura Municipal de Fortaleza através da Secretaria de Cultura – Secultfor. É uma realização da Associação Cultural Cine Ceará, Corte Seco Filmes e Bucanero Filmes e tem o patrocínio de empresas públicas e privadas, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (SIEC) e da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet).  O festival tem patrocínio da Oi e apoio cultural da Oi Futuro.
CURTAS-METRAGENS
 Micro-Macro. Diego Akel. Animação. HD. 1’. Cor. CE . 2015
Cenário. Carol Veras, Felipe Gurgel, Mariana Lage, Regis Cunha. Experimental. HD. 5’55”. Cor. CE. 2014
Avenida Presidente Kennedy.  Adalberto Oliveira. Documentário. HD. 16’. Cor. PE. 2014
História de Abraim.  Otavio Cury. Documentário. HD. 12’. PB. SP. 2015
Kyoto. Deborah Viegas. Ficção. Full HD. 9’. Cor. SP. 2014
Miragem. Virgínia Pinho. Experimental. HD. 10’. Cor. CE. 2014 
Quintal. André Novais Oliveira. Ficção. DCP. 20’24”. Cor. MG. 2015
A Felicidade chega aos 40. Daniel Nolasco. Ficção. HD. 16’. Cor. GO. 2014  
Muriel. Vanessa Cavalcante. Ficção. HD. 18’. Cor. CE. 2014
O Lugar Mais Frio do Rio. Madiano Marcheti. Ficção. HD. 6’. Cor. RJ. 2014
Como são Cruéis os Pássaros da Alvorada. João Toledo. Ficção. HD. 20’. Cor. MG. 2015
Feio, Velho e Ruim. Marcus Curvelo. Experimental. HD. 9’. Cor. BA. 2015
Virgindade.  Chico Lacerda. Documentário. HD. 15’. Cor. PE. 2014
Choclo. Caetano Gotardo. Documentário. HD. 5’. Cor. SP. 2015
Action Painting Nº 1 / Nº 2. Krefer e Turca. Experimental. HD. 7’. Cor. PR. 2014
Nua por dentro do couro. Lucas Sá. Ficção. FULL HD. 20’. Cor. MA. 2014 
MOSTRA OLHAR DO CEARÁ
Onde Vivem os Monstros?. Ythallo Rodrigues. Documentário Experimental. HD. 10’.Cor/ P&B. CE. 2015
Alguns Páreos em Palermo” de Gabriel Silveira. Gabriel Silveira. Documentário. HD. 15’. CE. 2014
A Cidade Eterna. Carlos Rocco. Ficção. HD.19’30”.CE. 2014
Rua dos Vagalumes. Camila Vieira. Ficção. HD. 14’. CE. 2014
De Terça pra Quarta. Victor Costa Lopes. Ficção. HD. 13’.CE. 2015
Citopígeo. Chinfrapala. Experimental. HD. 19’10”. CE. 2014
Vailamideus. Ticiana Augusto Lima. Documentário. HD. 8’. CE. 2014
Clínico. Irene Bandeira. Ficção. HD. 12’. CE. 2014
Balneario. Marina de Botas. Docfic. HD. 13’. CE. 2014
Sem Título. Lucas Ferreira. Experimental. HD. 6’. 2014. CE
Tenho um Dragão que Mora Comigo. Wislan Esmeraldo. Ficção. HD. 17’. CE. 2014
Celina. Diego Marcus. Ficção. HD. 8’. CE. 2014
Mixtape Dois Irmãos. Henrique Gomes e Juliana Siebra. Ficção. MiniDV.  14’. CE. 2014
DAVID ČENĚK, professor, jornalista e historiador de cinema tcheco, será um dos jurados da Mostra Competitiva Ibero-Americana de Longa-Metragem do 25° Cine Ceará – Festival Ibero-Americano de Cinema, que acontecerá de 18 a 24 de junho, no Cine-Teatro São Luiz. Professor de História do Cinema na Faculdade de Filosofia da Universidade Carolina e na FAMU (Film and TV School of the Academy of Performing Arts) ambas em Praga, DAVID ČENĚK dirigiu diversas retrospectivas de cinema mexicano, brasileiro, espanhol e do novo cinema latino-americano, assim como de Julio Medem, Héctor Babenco, Fernando Solanas, Jorge Ruiz, Raymundo Gleyzer, Carlos Saura, Imanol Uribe. David Čeněk é autor ou codiretor de várias publicações e livros como “História do cinema mexicano”, “História do cinema brasileiro”, e “Antropologia visual, uma cultura vista e vivida”. É atualmente presidente do Festival de Cinema Espanhol e Ibero-americano que acontece em Praga.
Estes são os filmes da competitiva de longa-metragem: CAVALO DINHEIRO (De Pedro Costa. Portugal), JAUJA (De Lisandro Alonso. Argentina), CRUMBS (De Miguel Llansó. Espanha, Etiopia), A OBRA DO SÉCULO (De Carlos M. Quintela. Cuba), NN (De Héctor Gálvez. Peru), LOREAK (De Jon Garaño e José Mari Goenaga. Espanha), e O  CLUBE (De Pablo Larraín. Chile), REAL BELEZA (De Jorge Furtado. Brasil), CORDILHEIRAS NO MAR: A FÚRIA DO FOGO BÁRBARO (De Geneton Morais  Neto. Brasil).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados