WARA NO TATE (SHIELD OF STRAW)
Um grupo de policiais recebem a difícil missão de transportar um conhecido assassino (Tatsuya Fujiwara) pelo Japão. Eles deverão enfrentar um grande número de matadores profissionais que desejam receber a recompensa milionária oferecida pelo avô de uma das vítimas do assassino.

Por Fabricio Duque



“Wara No Tate”, de Takashi Miike. Pois é, o diretor está na categoria de “ame (gênio) ou odeie (pretensão)”. É um filme extremamente violento, de cunho comercial hollywoodiano (com distribuição da Warner) e que tenta mesclar o sentimento oriental da análise da existência dentro de tiros, perseguições e explosões a fim de mostrar que o ser humano não muda. A essência boa ou má é definidora natural. “Eu só me arrependo de não ter feito mais”, diz-se no filme. Na exibição do filme à imprensa, após uma cena bem tensa dos elementos de ações, palmas foram batidas, gerando risos cúmplices. Tenta-se agradar a gregos e troianos.

O Diretor. Takashi Miike nasceu em Osaka, 24 de Agosto de 1960, no Japão. Desde 1991 fez mais de sessenta filmes para o cinema e produções para vídeo e TV. Somente em 2001 e 2002 realizou quinze filmes. Tornou-se muito popular, em 1999, com Audition (Ôdishon). É mais conhecido por encenar cenas chocantes de extrema violência e bizarras perversões sexuais. Prolífico, eclético e controverso cineasta, é conhecido como o Tarantino oriental, capaz de criar sentimentos e sensações antagônicas no espectador. Está filmando “Mogura no uta”. 
Filmografia

2012: Aku no kyôten 

2012: Ai to makoto 
2012: Gyakuten saiban 
2011: Nintama Rantarô 
2011: Ichimei 
2010: 13 Assassinos 
2010: Zeburâman: Zebura Shiti no gyakushû 
2009: Crows Zero 2 
2009 Yattâman 
2008 Kamisama no pazuru 
2007 Crows Zero 1 
2007 Tantei monogatari 
2007 Sukiyaki Western Django 
2007 Ryû ga gotoku: gekijô-ban 
2006 Taiyô no kizu 
2006 Waru: kanketsu-hen (video) 
2006 Waru 
2006 46-okunen no koi 
2005 Yôkai daisensô 
2005 Yasha-ga-ike (video) 
2004 Izo 
2004 Saam gaang yi (segment “Box”) 
2004 Zebraman 
2003 Uma Chamada Perdida 
2003 Kikoku (video) 
2003 Gokudô kyôfu dai-gekijô: Gozu 
2003 Yurusarezaru mono 
2003 The Man in White Part 2: Requiem for the Lion 
2002 Jitsuroku Andô Noboru kyôdô-den: Rekka 
2002 Pandoora (video) 
2002 Kin’yû hametsu Nippon: Tôgenkyô no hito-bito 
2002 Shin jingi no hakaba 
2002 Onna kunishuu ikki 
2002 Dead or Alive: Final 
2001 Katakuri-ke no kôfuku 
2001 Araburu tamashii-tachi 
2001 Koroshiya 1 
2001 Bijitâ Q (video) 
2001/II Family 
2001 Zuiketsu gensô – Tonkararin yume densetsu 
2001 Kikuchi-jô monogatari – sakimori-tachi no uta 
2000 Dead or Alive 2: Tôbôsha 
2000 Tengoku kara kita otoko-tachi 
2000 Hyôryû-gai 
2000 Tsukamoto Shin’ya ga Ranpo suru (video documentary short) 
1999 Sarariiman Kintarô 
1999 Morrer ou viver 
1999 Ôdishon 
1999 Silver – shirubaa (video) 
1999 Nihon kuroshakai 
1998 Kishiwada shônen gurentai: Bôkyô 
1998 Blues Harp 
1998 Andoromedia 
1998 Chûgoku no chôjin 
1997 Full Metal gokudô (video) 
1997 Gokudô kuroshakai 
1997 Jingi naki yabô 2 (video) 
1997 Kishiwada shônen gurentai: Chikemuri junjô-hen 
1996 Gokudô sengokushi: Fudô 
1996 Kenka no hanamichi: Oosaka saikyô densetsu (video) 
1996 Rakkasei: Piinattsu (video) 
1996 Jingi naki yabô (video) 
1996 Shin daisan no gokudô II (video) 
1996 Shin daisan no gokudô – boppatsu Kansai gokudô sensô (video) 
1995 Shinjuku kuroshakai: Chaina mafia sensô 
1995 Naniwa yuukyôden (video) 
1995 Bodigaado Kiba: Shura no mokushiroku 2 (video) 
1995 Daisan no gokudô (video) 
1994 Bodigaado Kiba: Shura no mokushiroku (video) 
1994 Shinjuku autoroo (video) 
1993 Oretachi wa tenshi ja nai 2 (video) 
1993 Oretachi wa tenshi ja nai (video) 
1993 Bodigaado Kiba (video) 
1992 Ningen kyôki: Ai to ikari no ringu (video) 
1991 Redi hantaa: Koroshi no pureryuudo (video) 
1991 Toppuu! Minipato tai – Aikyacchi Jankushon (video) 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados