Urubu

 Por Marise Carpenter

Em todo Festival do Rio fico sempre a espera do “pior filme do
Festival”. Aquele filme que de tão nonsense em determinado momento a
platéia começa a rir e todos entramos em comunhão, ou seja,
concordamos que o filme em questão deve receber o Urubú de Ouro. Cisne
ainda tem uma vantagem: a diretora, roteirista e produtora é convidada
do Festival e, para quem ficou após a seção, teve a chance de
perguntar a ela sobre do que se tratava o filme.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados