Ficha Técnica

Direção: Fausto Brizzi
Roteiro: Fausto Brizzi, Marco Martani, Massimiliano Bruno, Valeria Di Napoli
Elenco: Luca Canale Brucculeri, Paola Cortellesi, Fabio De Luigi, Chiara Francini, Massimo Morini, Ficarra, Picone, Claudio Bisio, Nancy Brilli, Emilio Solfrizzi, Serena Autieri, Francesca Inaudi
Fotografia: Morena Trevisiol
Direção de arte: Morena Trevisiol
Figurino: Monica Simeone
Edição: Luciana Pandolfelli
Produção: Federica Lucisano, Fulvio Lucisano
Distribuidora: Paris Filmes
Estúdio: Medusa Film, Italian International Film
Duração: 112 minutos
País: Itália
Ano: 2011




A opinião da convidada especial Narda Staël Gracine

O filme “Guerra dos Sexos”, dirigido pelo diretor Fausto Brizzi, leva para o cinema quatro enquetes independentes com o eterno conflito entre homens e mulheres. Essas histórias distintas e independentes mas que acontecem paralelamente, falam de relações amorosas: obsessões masculinas e neuroses femininas no típico estilo das comédias italianas. A narrativa não linear de Brizzi (mesmo diretor de Ah…O Amor!) começa com um treinador de vôlei que se envolve com uma de suas jogadoras; a mulher que flagra o marido com uma jovem; a amizade entre um rapaz e uma garota que é ameaçada quando ambos se apaixonam pela mesma mulher; e um bonitão que se depara com a impotência sexual precoce. O desenrolar dessas situações é recheado de cenas picantes e embaraçosas que vão do personagem do homem impotente sendo apalpado em seus órgãos genitais por uma especialista em um consultório, à mulher traída que fica trancada em um arquivo com um colega de trabalho durante toda uma noite, já imaginam o que aconteceu? Sem dizer na cena cômica da praia de nudismo… Conclusão: Assim como no longa francês, Potiche: Esposa Troféu do diretor François Ozon, que também traz a batalha dos sexos como tema, Femmine contro Maschi, título original de Guerra dos Sexos, mostra que apesar desse argumento ser recorrente no cinema mundial, ele pode ser reinventado. O melhor mesmo é ir ver para rir!!!

LEIA TAMBÉM: “Ah… O Amor”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados