Está terminada a 63ª edição do Festival de Cannes. A entrega dos prêmios começou às 19h15 no horário local, cinco horas a menos no Brasil.

Numa edição por muitos considerada fraca em termos de seleção oficial, com apenas um filme americano em competição, esteve em destaque o cinema asiático, que arrecadou a sua primeira Palma d’Ouro dos últimos 13 anos. O cinema francês sai como grande vencedor da edição de 2010, conquistando outros três importantes prêmios.

Este ano, O Festival inclui Queer Palm (A Palma Gay). A criação de um prêmio exclusivo para produções de temática LGBT segue a tradição dos festivais de Veneza e Berlim, que respectivamente entregam o Queer Lion e o Teddy.

VISITE O SITE DO FESTIVAL EM PORTUGUÊS –> AQUI

LONGAS-METRAGENS

Palma de Ouro

LUNG BOONMEE RALUEK CHAT Realizado por Apichatpong WEERASETHAKUL

Uma fábula budista. Weerasethakal mandou uma mensagem para os compatriotas, que neste momento passam por uma crise social, e agradeceu aos “fantasmas e espíritos que nos permitem estar aqui”. A lembrança é pelo tema mistico que ele desenvolve em seu filme. A história gira em torno de um homem que decide passar seus últimos dias na selva, onde aparece para ele o fantasma da mulher morta e do filho desaparecido, este transformado em animal. Premiado em 2001 em Cannes por Tropical Malady, o cineasta disse em Cannes que se inspirou em sua região natal, norte da Tailândia, “com sua vegetação, montanhas e crenças animistas”, e no México, para onde viajou duas vezes.

Grande Prêmio do Juri

DES HOMMES ET DES DIEUX Realizado por Xavier BEAUVOIS.

Prêmio de Atriz

Juliette BINOCHE em COPIE CONFORME Realizado por Abbas KIAROSTAMI. A intérprete francesa Juliette Binoche recebeu o reconhecimento de melhor atriz por seu trabalho em Copie Conforme, filme do iraniano Abbas Kiarostami. Emocionada, ela agradeceu ao realizador e comentou a enorme felicidade de trabalhar com ele. Juliette ainda mostrou uma pequena placa com o nome do diretor iraniano Jafar Panahi, preso e em greve de fome em seu país no momento. “Espero vê-lo pessoalmente aqui no próximo ano”, disse.

Prêmio de Ator

Javier BARDEM em BIUTIFUL Realizado por Alejandro GONZÁLEZ IÑÁRRITU

Elio GERMANO em LA NOSTRA VITA Realizado por Daniele LUCHETTI

Divisão de prêmio para atores contemplou o espanhol Javier Bardem, pelo filme Biutiful, e o italiano Elio Germano, de La Nostra Vita. O chamado “ex-aequo” surpreendeu, já que rumores confirmados depois davam apenas Bardem como premiado.
Bardem agradeceu a namorada, Penélope Cruz, em seu discurso. “Divido este prêmio com minha amiga, minha companheira e meu amor, Penélope Cruz”. Já Germano condenou o governo italiano atual.

Prêmio de Diretor

Mathieu AMALRIC Para TOURNÉE. O longa é sobre um grupo de artistas mulheres que excursiona pela França fazendo um show de strip-tease.

Prêmio de Roteiro

LEE Chang-dong Para POETRY. O diretor e roteirista coreano Lee Chang-dong venceu o prêmio de melhor roteiro pelo filme Poetry. Ele relembrou seu primeiro prêmio no festival em 2006 pelo filme Secret Sunshine.

Prêmio do Júri

UN HOMME QUI CRIE Realizado por Mahamat-Saleh HAROUN. Anunciado por Tim Burton, presidente do júri oficial. O cineasta Mahamat-Saleh Haroun, do Chade, único representante da África na competição, agradeceu dizendo que ele vem de um país onde não há grande coisa e que o prêmio é muito importante.

Camera de Ouro

AÑO BISIESTO Realizado por Michael ROWE. Produção mexicana exibida na Quinzena dos Realizadores. O troféu foi dado pelo ator mexicano Gael García Bernal, presidente do júri da seleção.

Palma de Ouro de Curta-metragem

CHIENNE D’HISTOIRE Realizado por Serge AVÉDIKIAN

Prêmio do Juri de Curta-metragem

MICKY BADER Realizado por Frida KEMPFF

UN CERTAIN REGARD

Prêmio – Fundação Groupama Gan para o Cinema

HAHAHA Realizado por HONG Sangsoo

Prêmio do Júri – Un Certain Regard

OCTUBRE Realizado por Daniel VEGA, Diego VEGA

Prêmio de Atriz – Un Certain Regard

LOS LABIOS Interpretado por Victoria RAPOSO, Eva BIANCO, Adela SANCHEZ

CINEFONDATION

Primeiro Prêmio

TAULUKAUPPIAAT Realizado por Juho KUOSMANEN

Segundo Prêmio

COUCOU-LES-NUAGES Realizado por Vincent CARDONA

Terceiro Prêmio

HINKERORT ZORASUNE Realizado por Vatche BOULGHOURJIAN

JA VEC JESAM SVE ONO ŠTO ŽELIM DA IMAM Realizado por Dane KOMLJEN

Palma Gay

KABOOM Realizado por Gregg ARAKI. Fora da competição oficial, o filme do diretor americano trata de um jovem universitário que se relaciona com rapazes e garotas e começa a ter estranhos sonhos e alucinações relacionados a seu passado familiar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados